Tecnologia e Sociedade num mundo globalizado e em crise

Projeto de Cooperação 5

Coordenador: Ingo Wolfgang Sarlet

theme2-project5A mudança tecnológica é em grande parte responsável pela evolução de parâmetros básicos da condição humana como o tamanho da população mundial, a expectativa de vida, níveis de educação, padrões de vida materiais, a natureza do trabalho, comunicação, saúde, e os efeitos antrópicos sobre o ambiente natural.

Outros aspectos da sociedade e dos indivíduos também são influenciados por tecnologias diretas e indiretas, envolvendo governança, entretenimento, relacionamento humano e percepções sobre moralidade, cosmologia e natureza humana. A capacidade tecnológica – por meio de suas interações complexas com indivíduos, instituições, culturas e meio ambiente – é um fator determinante das regras básicas dentro das quais o jogo da civilização humana é desempenhado em qualquer momento no tempo.

No curso de uma vida normal todos podemos estar envolvidos em uma ou mais revoluções tecnológicas: se não como inventor, financiador, investidor, regulador ou líder de opinião, então pelo menos como cidadão, trabalhador e consumidor. Dado que as revoluções tecnológicas têm consequências tão profundas, se pode pensar que elas devem ser o foco de intensa deliberação ética e caracterizar centralmente na análise de políticas públicas um objetivo comum. Se tanto está em jogo, parece necessário dedicar uma quantidade correspondente de esforço para garantir as decisões mais certas possíveis. No entanto, abeiram das mesmas tendências globais que sugerem um futuro sombrio e desafiador pela frente, mas também apontam para tendências e oportunidades de escolhas que produzem futuros mais esperançosos e seguros.

Neste sentido são essenciais os projetos desenvolvidos na academia, assim, inovadora é a reunião de Programas de Pós-Graduação de diversas áreas do conhecimento em verdadeiro esforço transdisciplinar para afrontar o tema em desiguais aspectos. Com o projeto “Tecnologia e Sociedade num mundo globalizado e em crise”, os PPGs em Ciência da Computação, Direito, Comunicação Social, Administração e Letras abordam o tema de acordo com suas habilidades e conhecimentos únicos. Elegeram como parceiros internacionais, a Universidade de Jyväskylä (Finlândia), a Universidade Paul – Valery III (Montpellier, França), e Universidade de Hamburgo (Alemanha). Essas instituições têm histórico solidificado de colaboração com os PPGs elencados neste projeto e são referência pela elevada produção científica nas áreas tecnológicas e humanas.


Veja outros projetos do Tema 2