Aspectos biopsicossociais associados à saúde do indivíduo na vida adulta

Projeto de Cooperação 3

Coordenadora: Profa. Tatiana Quarti Irigaray

theme1-project3O conceito de saúde compreende não somente ausência de doença, mas um estado completo de bem-estar físico, psicológico e social do indivíduo. Os determinantes de saúde transitam entre os campos físico, social e psicológico, particularmente no período da adultez, uma vez que o indivíduo vivencia diferentes transformações e deve se adaptar.

Desta forma, pesquisas que promovam o desenvolvimento de estratégias de prevenção e promoção em saúde, tratamento e reabilitação, contemplando esses diferentes aspectos, são fundamentais para instrumentalizar outros profissionais e promover uma melhor qualidade de vida. Assim, este projeto engloba estudos que avaliarão diferentes aspectos da saúde através de duas grandes ênfases: clínica e experimental. Dentro da ênfase clínica, encontram-se estudos que objetivam pesquisar sobre a saúde dos indivíduos de uma forma abrangente, incluindo exposição a fatores de risco de doenças infecciosas, saúde mental (aspectos cognitivos, neurológicos e emocionais) e aspectos vinculados a mecanismos fisiopatológicos de doenças. A segunda ênfase abarca estudos experimentais, que buscam compreender a neurotoxicidade e o seu possível envolvimento em desordens neurológicas.

Após o desenvolvimento deste projeto, espera-se encontrar os seguintes resultados: desenvolvimento de modelos preditivos de sucesso clínico e indução de modelos de previsão com uso de inteligência artificial, e aperfeiçoamento de tecnologias para aplicação clínica de ampliação metodológica na área de Ciências da Saúde, como ferramentas de neuroimagem e a construção do primeiro banco de cérebro no sul do Brasil. Este projeto integrará o conhecimento de diferentes áreas, como Psicologia, Psiquiatria, Neurologia, Nefrologia, Farmácia e Biologia, podendo estabelecer práticas interventivas e de prevenção à saúde junto à população.

O desenvolvimento desses estudos, através de pesquisas básicas e aplicadas, ainda poderá resultar na compreensão sobre o processo de saúde e doença, bem como no desenvolvimento de métodos, teorias e intervenções na área da saúde na vida adulta. Este projeto será realizado em parceria com a Mayo Clinic (EUA), que é a instituição líder mundial em assistência médica sem fins lucrativos; a Universidade de Milão, que é uma instituição líder na Itália e na Europa em produtividade científica e; a Universidade de Pretória que é a universidade de pesquisa líder na África do Sul e uma das maiores do país.


Veja outros projetos do Tema 1