Engenharia de Computação

Apresentação

Guia do Estudante 2017 - Engenharia da ComputaçãoO curso de Engenharia de Computação tem como objetivo a formação de profissionais para atuar em processos de automação, integrando aspectos relacionados ao desenvolvimento e gerência de projetos de hardware e software. Tais aspectos envolvem sistemas embarcados, sistemas de tempo real, sistemas integrados de hardware e software, sistemas distribuídos, redes de computadores e sistemas de comunicação.

A criação e a implantação do curso de Engenharia de Computação pode ser justificada pelo crescente nível de automatização e informatização da sociedade moderna, que fez surgir já há alguns anos, nas mais conceituadas universidades do mundo, esta nova modalidade de atuação, denominada Engenharia de Computação. A necessidade de um contingente de profissionais capazes de interagir dinamicamente com as demandas computacionais em mais baixo nível (hardware), até então normalmente realizadas por profissionais egressos dos cursos de Engenharia Elétrica, com sólidos conhecimentos das necessidades e tendências das demandas computacionais em mais alto nível (software), até então normalmente realizadas por profissionais egressos dos cursos de Ciência da Computação, deu espaço à criação e crescente procura do mercado por profissionais desta nova área.

Um egresso de cursos de Engenharia, segundo a comissão de especialistas de Engenharia do MEC compreende: “…uma sólida formação técnico científica e profissional geral que o capacite a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade.”

Da mesma forma, as diretrizes curriculares da comissão de especialistas em Informática e Computação, apresentam o curso de Engenharia de Computação da seguinte forma: “Os cursos de Engenharia de Computação visam a aplicação da Ciência da Computação e o uso da tecnologia da computação, especificamente, na solução dos problemas ligados a automação industrial. Muitos cursos de Engenharia de Computação visam, também, a aplicação da física e eletricidade na solução dos problemas da automação industrial. Esses cursos incluem, portanto, nos seus currículos, uma nova base científica, a física e a eletricidade, que se introduzida de forma abrangente e profunda estendem demasiadamente os currículos dos cursos, alem de invadir a área de competência da engenharia elétrica.”

 

 

Coordenação do curso

Prof. Dr. Ney Laert Vilar Calazans

Currículos

A Estrutura Curricular do Curso de Engenharia Computação, com duração de 10 semestres, é constituída de 226 créditos (3390 horas). Além disso, o aluno deve realizar obrigatoriamente 120 horas de atividades complementares acadêmicas extra-classe e um estágio de 190 horas de duração (ambos de acordo com a legislação vigente).

O turno preferencial nos cursos de Engenharia (Civil, Elétrica, Produção e Química) é o da noite, podendo iniciar suas atividades às 17h35min. Além do turno da noite, algumas disciplinas e/ou turmas poderão ser ministradas aos sábados pela manhã. O número médio de horas-aula por semana nos cursos de Engenharia é de 24 horas.

O Curso de Engenharia de Computação é oferecido pela manhã do 1º ao 3º nível. A partir do 4º nível, é oferecido no período noturno, podendo iniciar suas atividades às 17h30min.

 

SEM COD Disciplina CH
1 46171-04 Algoritmos e Estruturas de Dados I 60
1 4115M-04 Cálculo Diferencial e Integral I 60
1 48319-04 Desenho Técnico 60
1 4452A-02 Introdução à Engenharia de Computação 30
1 4610P-04 Laboratório de Programação I - Ec 60
1 4115G-04 Matemática Discreta (CC) 60
2 46172-04 Algoritmos e Estrutura de Dados II 60
2 4452B-04 Circuitos Digitais 60
2 4115N-04 Cálculo Diferencial e Integral II 60
2 4610R-04 Laboratório de Programação II - Ec 60
2 46174-04 Lógica para Computação 60
2 42188-04 Mecânica Fundamental 60
3 4115P-02 Cálculo Diferencial e Integral III 30
3 42187-04 Eletromagnetismo 60
3 46184-02 Laboratório de Organização de Computadores 30
3 46183-04 Organização de Computadores 60
3 4311P-04 Química Geral 60
3 46180-04 Teoria da Computabilidade 60
3 4115S-02 Álgebra Matricial 30
4 46185-04 Arquitetura de Computadores I 60
4 4115R-04 Cálculo Diferencial e Integral IV 60
4 4620V-04 Engenharia de Software - Ec 60
4 4115T-04 Equac. Diferenc. e Transformadas Integrais 60
4 4120B-04 Probabilidade e Estatística 60
4 42192-04 Termologia e Fluidos 60
5 4459S-04 Análise de Circuitos I 60
5 46186-04 Arquitetura de Computadores II 60
5 4620U-04 Métodos Computacionais - Ec 60
5 42190-04 Ondas e Física Moderna 60
5 44630-04 Sinais e Sistemas 60
5 46190-04 Sistemas Operacionais 60
6 4459U-04 Análise de Circuitos II 60
6 44632-04 Análise de Sistemas de Controle 60
6 44028-00 Atividades Complementares (120 Horas) 120
6 4452G-04 Eletrônica Analógica - Ec 60
6 4459G-02 Laboratório de Processadores I 30
6 4459Y-04 Processadores I 60
6 4612C-04 Programação de Periféricos 60
6 4620J-04 Sistemas de Tempo Real 60
7 4621A-04 Inteligência Artificial Aplicada - Ec 60
7 4456C-04 Microeletrônica 60
7 4458K-04 Processamento Digital de Sinais 60
7 4620K-04 Programação Paralela e Distribuida 60
7 44633-04 Projeto de Sistemas de Controle 60
7 4455B-04 Redes de Comunicação I 60
8 4456S-04 Aplicações de Processamento Digital de Sinais 60
8 44637-04 Automação 60
8 4621C-02 Laboratório de Redes 30
8 4621D-04 Projeto de Sistemas Integrados I 60
8 4458D-04 Redes de Comunicação II 60
8 4456U-04 Teste e Confiabilidade de Sistemas 60
9 4456X-08 Disciplinas Eletivas 120
9 4456W-02 Estágio Supervisionado - Ec (190 Hrs) 190
9 2512A-02 Fundamentos de Economia para Engenharia 30
9 11521-04 Humanismo e Cultura Religiosa 60
9 4458H-04 Projetos de Sistemas Integrados II 60
9 4455Y-04 Redes de Comunicação sem Fio 60
10 4471X-02 Engenharia Econômica 30
10 4621B-02 Gerência de Redes de Computadores 30
10 44721-02 Gestão Empresarial para Engenharia 30
10 4621E-02 Trabalho de Conclusão de Curso - Ec 30
10 1501A-04 Ética e Cidadania 60
10 44792-02 Ética e Exercicio Profissional da Engenharia 30

Como ingressar

Para iniciar o curso de Engenharia de Computação é necessário realizar o Concurso Vestibular da PUCRS. O vestibular é realizado em duas edições, inverno e verão.

A PUCRS oferece também a possibilidade de ingresso extravestibular nos cursos de graduação através de transferência, ingresso de diplomado e reopção.

 

Informações adicionais

 

Histórico

O curso de Engenharia de Computação foi criado em 08 de novembro de 2001, na sessão nº 04/01 do Conselho Universitário da PUCRS, sob parecer nº 07/01.

O curso está organizado em 10 semestres, com ingresso de 60 alunos em março e 60 alunos em agosto. Os 3 semestres iniciais têm aulas no turno da manhã. A partir do 4º semestre as aulas são à noite, a partir das 17h35min.

O perfil do curso envolve formação básica (matemática, física, química), programação, e forte ênfase técnica, nas áreas definidas no objetivo do curso. Para atender ao perfil desejado, classificam-se as disciplinas do curso nas seguintes áreas:

  • Área de Formação Básica – 1950 horas (130 crédito), 57% da carga horária total.
  • Área de Formação Tecnológica – 1260 horas (84 créditos), 37% da carga horária total.
  • Estágio e Trabalho de Conclusão de Curso – 60 horas (4 créditos), 2% da carga horária total.
  • Disciplinas Eletivas – 120 horas (8 créditos), 4% da carga horária total

O curso totaliza assim 3390 horas-aula, equivalente a 226 créditos (15 horas-aula por crédito). O estágio obrigatório requer do aluno o cumprimento de no mínimo 160 horas de estágio. Além das 3390 horas-aula, o aluno deve realizar 120 horas em atividades complementares, totalizando assim 3670 horas de atividades realizadas pelo aluno (3390 + 160 + 120).

O aluno pode especializar-se em uma determinada área de Formação Tecnológica cursando disciplinas eletivas oferecidas nos cursos de Engenharia (Elétrica e Controle e Automação) e Ciência da Computação.

Atuam no curso de Engenharia de Computação 37 professores. Destes 21 possuem Doutorado (57%), 14 possuem Mestrado (25%) e 1 possui Especialização e 1 é graduado. Dos 37 docentes, 24 atuam em regime integral (65%) e 13 são horistas (35%).

 

Informações gerais

Perfil do Egresso
Engenheiro de Computação possui formação em programação de computadores, organização e arquitetura de computadores, circuitos eletrônicos e eletromagnéticos. O egresso atuará em sistemas de automação industrial, comercial e residencial (domótica), de forma a integrar projetos de hardware e software.
Locais de Trabalho

  • Indústrias de equipamentos e sistemas elétricos e eletrônicos.
  • Indústrias que empreguem dispositivos e sistemas de automação, telecomunicação e controle.
  • Empresas de projetos de circuitos integrados VLSI (design house).
  • Empresas de telecomunicações.
  • Empresa de projetos de automação industrial e comercial.

Áreas mais Promissoras
Automação, telecomunicações, redes de computadores, projetos de circuitos integrados (principalmente após o estabelecimento do CEITEC, Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada em Porto Alegre).
Pós-Graduação
Os graduados em Engenharia de Computação têm opção cursar pós-graduação, em nível de especialização, mestrado e doutorado, em diversos programas relacionados com Engenharia Elétrica e Computação, tanto no Brasil como no exterior. Na PUCRS existem programas de especialização, mestrado e doutorado nestas áreas.
Atividades Complementares
Além das atividades regularmente previstas na grade curricular do curso de Engenharia de Computação, serão contemplados ainda como parte da formação proporcionada ao aluno, as seguintes atividades:

  • Monitoria de Disciplinas: A participação de alunos em atividades de monitoria é considerada fundamental para o auxílio ao corpo docente, além de proporcionar uma integração efetiva entre os alunos. Através de atividades de monitoria os alunos exercitam a fixação de conceitos e difundem, de uma forma própria e eficiente, o conhecimento entre os demais alunos do curso.
  • Iniciação Científica: O elevado número de professores Doutores e Mestres existentes na Escola Politécnica devem proporcionar ao alunos a chance de desenvolver atividades científicas. Estas atividades poderão ser suportadas por órgãos de fomento, responsáveis pelo fornecimento de bolsas de iniciação científica, ou simplesmente pela participação de alunos sem qualquer tipo de remuneração nos diversos grupos de pesquisa já existentes.
  • Minicursos: Anualmente, normalmente no mês de maio, ocorre a Semana da Engenharia, com dez edições consecutivas já ocorridas, onde são oferecidas um conjunto de atividades para todos os alunos da Engenharia. Dentre estas atividades, normalmente são oferecidos minicursos, que abordam temas atuais em cada uma das áreas da Engenharia. Além disto,  a Escola Politécnica promove regularmente palestras de professores/pesquisadores visitantes do Programa de Pós-graduação.
  • Programa Especial de Treinamento: A Escola Politécnica é uma das Escolas da PUCRS que possui o Programa Especial de Treinamento – PET – apoiado pela CAPES. Este programa visa a formação continuada de futuros pesquisadores, desenvolvendo um conjunto de atividades diferenciadas de capacitação discente.
  • Participação e auxílio na organização de eventos: A Escola Politécnica organiza eventos (workshops, simpósios, conferências,…) em níveis regionais, nacionais e internacionais, atividades estas em que os alunos são convidados a colaborar e participar.

As atividades complementares não geram créditos, pelas seguintes razões:

  • o número de créditos do curso (226) é suficiente para cumprir uma carga horária mínima;
  • as atividades complementares em Engenharia e Computação são inerentes às atividades do aluno. Os professores destes cursos são em sua maioria professores em regime que atuam em pesquisa, envolvendo desta forma os alunos em atividades de Bolsa de Iniciação Científica, monitoria, participação em eventos científicos, etc.

O Profissional de Engenharia de Computação
As principais funções do profissional de Engenharia de Computação são as seguintes:

  • Gerenciar e implantar redes de computadores.
  • Projetar sistemas computacionais (hardware como software).
  • Projetar sistemas eletrônicos microprocessados.
  • Projetar sistemas de controle para automação de processos industriais.
  • Projetar sistemas (hardware e software) relacionados a telecomunicações.
  • Projetar sistemas integrados VLSI (microeletrônica).
  • Realizar estudos de viabilidade técnico-econômica das ações acima mencionadas.
  • Desenvolver programas que interagem com o hardware, como por exemplos drivers de dispositivos.
  • Desenvolver programas que interagem com o mundo externo, como por exemplo controle de sensores e atuadores.
  • Desenvolver software básico, como por exemplo, sistemas operacionais embarcados e compiladores.

Informações acadêmicas

Informações para os alunos do curso de graduação em Engenharia de Computação, clique para saber mais:

Classificação no Guia de Estudantes Abril      
Tipo de curso bacharelado
Modalidade presencial
Tempo de curso 10 semestres
Vestibular verão / inverno
Turno Manhã / Noite

Vagas 120
Vagas Observações

A estrutura da grade de horários adotada pela Universidade define um tempo de duração da hora-aula nos turnos manhã e tarde (50min), diferente do turno da noite (45min), sendo o valor das mensalidades do curso o mesmo, independentemente do turno.