Programa de educação tutorial

Organizado pelo Ministério da Educação, o Programa de Educação Tutorial (PET) reúne bolsistas que contam com a tutoria de docentes. Funciona segundo os princípios de ensino, pesquisa e extensão. O objetivo é uma formação completa durante a graduação nos eixos de atuação.

As 20 horas por semana devem ser dedicadas às atividades planejadas por cada grupo, com prioridade à diversidade de conhecimentos, que vão além do currículo formal. Os editais são abertos no início do semestre ou quando há vagas.


Programas de educação tutorial da Escola Politécnica

PET Informática

PET Informática – Programa de Educação Tutorial – foi idealizado pelo Prof. Dr. Cláudio de Moura Castro e implantado pela CAPES em 1979, tendo em vista o melhor preparo dos alunos da graduação.

Até 1996, o programa estava expandindo-se, porém a CAPES anunciou futuros cortes. No ano de 1997, o governo federal anunciou uma série de cortes na educação, devido a crise, que afetariam inclusive o programa. Desta forma, os bolsistas e tutores iniciaram mobilizações em prol do PET (InterPETs estaduais, SulPET, SudestePET e o encontro nacional dos grupos PET – ENAPET).

A partir de 2000, o grupo passou a ser vinculado ao SESu/MEC, porém, neste mesmo período, as ameaças para a extinção do grupo eram grandes. Em 2003, o PET foi rediscutido com seus protagonistas: CENAPET (Comissão Executiva Nacional), SESu/MEC, FORGRAD (Fórum dos Pró-Reitores de Graduação das IES do Brasil). Hoje o PET conta com 3177 bolsistas de 298 grupo em todo Brasil.

O “PET-Inf” foi criado na PUCRS em novembro de 1991, tendo como primeiro tutor o professor Álvaro Guarda.

 

Tutores do PET Informática

Prof. Dr. Álvaro Guarda
Período: 1991- 1993

Prof. Dr. Afonso Orth
Período: 1993- 1996

Prof. Dr. Fabiano Hessel
Período: 2001 – 2002

Prof. Dr. Luís Lamb
Período: 2002

Prof. Dr. Lúcia Giraffa
Período: 2002 – 2005

Prof. Dr. Alfio Martini
Período: 2005 – 2010

Prof. Dr. Celso Maciel
Período: 2010 – 2011 | 1996 – 2000

Prof. Dr. Tiago Ferreto
Período: 2011 – atual


Depoimentos

“O período em que fui tutora do PETinf foi extremamente prazeroso. Foi um tempo de mudanças e desafios onde com esforço construímos um modelo cooperativo de trabalho, alicerçado no diálogo e na amizade.
Guardo com carinho as lições aprendidas e as divertidas reuniões. O processo de seleção dos novos petianos e a lembrança da “briga” para ser petiano (muito orgulho do número de interessados nas poucas vagas). Bons tempos! Fico feliz em saber que aquela turma hoje está bem colocada e auxiliamos a consolidar mais um espaço dentro da FACIN e da PUCRS.
Agradeço até hoje a oportunidade que a professora Vera, então diretora, concedeu-me ao convidar-me para ser tutora, Não deixo de acompanhar, mesma à distância, as conquistas do grupo, tão bem conduzido pelo meu colega Alfio.”

– Lúcia Giraffa

“Antes de ser tutor, fui bolsista do grupo PET-Inf. Na condição de petiano, posso afirmar que o programa me proporcionou uma formação que não encontrei em nenhum livro ou artigo. Ao ingressar no quadro docente da Universadade, tornei-me tutor do mesmo grupo, no período de agosto de 2000 a dezembro de 2001. O principal trabalho realizado por mim no PET-Inf foi o de reestruturar o grupo e incentivar os bolsistas a permanecerem no programa.
Devido aos constantes atrasos nos pagamentos das bolsas dos alunos, o PET-Inf teve que buscar formas de motivar os bolsistas a permanecerem no grupo. Este trabalho contou com a participação de todos os alunos do PET e foi extremamente satisfatório. A experiência na gestão de recursos humanos no momento em que o PET passava por uma crise de sobrevivência foi um evento marcante em minha vida pessoal e profissional.”

– Fabiano Hessel

“Como tutor do PET-Inf, tive uma experiência que foi muito importante para minha vida profissional. Atuei nessa função no período de 1997 a 1999. Fiz o doutorado em Ciência da Computação e Pós-Doutorado na França. Sempre tive uma grande preocupação com a formação ética e humana dos petianos, bem como com sua atuação social. Para exercitar a solidariedade o grupo atuou no Campos Vila Fátima, ministrando cursos de Introdução à Informática.
Buscamos sempre uma forma de integração com os demais grupos PET’s da Universidade e desenvolvemos inúmeras atividades conjuntas. Organizamos, também, dois eventos importantíssimos na PUCRS: O IV Encontro Estadual de Grupos PET – ENESPET e o Encontro Nacional de Grupos PET – ENAPET, tendo este ocorrido durante a 51ª edição da SBPC, em julho de 1999, em Porto Alegre.
Na condição de tutor, espero ter contribuído para a formação não somente de um bom profissional, mas também de um cidadão comprometido com valores éticos e humanos.”

– Celso da Costa

“Todos os petianos deste período, que permaneceram no programa até o final, hoje alguns são mestres e a maioria doutores. Para mim foi o período mais gratificante (por sentir concretamente os resultados), de toda a minha trajetória acadêmica, não só na PUCRS como também na UFRGS e UNISINOS onde atuei mais de 20 anos.”

– Afonso Orth