Poesias
Temas: NEGRO

Resposta de um negro

Mesquinhez, sim é mesquinhez!
falar de negros como se não fora gente,
porque embora com a epiderme negra,
é como o branco que tem alma e sente.

Fala língua! Porque tu és carne
e por isso mesmo hás de perecer,
ficando a alma imortal sem cor,
que os nossos olhos não a podem ver.

A pele é negra, sim, esta nós vemos,
porém apenas distingue a raça;
com a pele negra posso ter por dento,
um'alma branca como o é a garça.

Embora negra seja a minha pele,
meu interior é alvo como o lírio,
por isso quando depreciam a um negro,
saio sorrindo sem sofrer martírio.

Sou negro sim, disto me orgulho,
meu sangue é puro, é sangue varonil,
se meu país é grande e valoroso,
se deve ao negro isto que é o BRASIL.

O negro é forte resiste às intempéries,
chuva, sol, sereno, frio, calor,
trabalha sempre sem cansar os braços,
porque o negro trabalha por amor.

Por amor, sim, amor à liberdade
que lhe fora devolvida um dia,
pela Princesa que assinou a LEI,
chamada ÁUREA, a Lei da Alforria.


de Joelson Araújo Matos
Itabuna - BA - por correio eletrônico


::: Voltar :::

Envie sua Contribuição
clique aqui
Poesias   
Artigos
Crônicas
Mensagens
Página do Leitor

Veja também:
Datas Comemorativas
     • Amizade
     • Consciência Negra
     • Dia de Ação de Graças
     • Dia Nacional da      Juventude
     • Direitos Humanos
     • Índio
     • Mãe
     • Meio Ambiente
     • Mulher
     • Namorados
     • Natal
     • Pai
     • Páscoa
     • Pátria
     • Paz
     • Professor
     • Semana do Trânsito
     • Volta s aulas

Dicas de Sites
Dinâmicas
Grêmio Estudantil
Grupo de Jovens
Projetos Pedagógicos

Um jornal de ideias:
Conheça o Mundo Jovem