Linhas e Estruturas de Pesquisa

 

Área de Concentração

Pediatria
Nome Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 

Estruturas de Pesquisa

Laboratórios de Pesquisa
Nome Coordenador
Laboratório de Atividade Física em Pediatria MARCIO VINICIUS F DONADIO
Laboratório de Fisiologia Respiratória MARCUS HERBERT JONES
Laboratório de Imunologia Clínica e Experimental RENATO TETELBOM STEIN
Laboratório de Neurociências MAGDA LAHORGUE NUNES
Laboratório de Neurociências e Sinalização Celular JADERSON COSTA DA COSTA
Laboratório de Neuroinflamação e Neuroimunologia DOUGLAS KAZUTOSHI SATO
Laboratório de Neuroquímica e Psicofarmacologia ROSANE SOUZA DA SILVA
Laboratório de Respirologia RENATO TETELBOM STEIN
Laboratório de Respirologia Pediátrica RENATO TETELBOM STEIN
Laboratório de Sinalização Celular JADERSON COSTA DA COSTA
Unidade de Tratamento Intensivo Pediátrico do Hospital São Lucas da PUCRS (UTIP-HSL/PUCRS) PEDRO CELINY RAMOS GARCIA
Núcleos de Pesquisa
Nome Coordenador
Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa, Tecnologia e Ensino em Epidemiologia RITA MATTIELLO
Centros de Pesquisa
Nome Coordenador
Centro Infant RENATO TETELBOM STEIN
Centro de Neurociências JADERSON COSTA DA COSTA