Disciplinas

Adaptacao Cardio - Respiratoria Perinatal
COD Carga Horária Descrição
33305-04 60 A Neonatologia é uma das grandes áreas da Pediatria constituindo-se, nas últimas décadas, num dos maiores focos da pesquisa médica em função da ainda grande contribuição da faixa neonatal para a mortalidade infantil e o grande número de questões não resolvidas no que se refere ao diagnóstico e à terapêutica. A grande massa da pesquisa em Neonatologia concentra-se na área do Intensivismo Neonatal. Dentro da concepção da Medicina Baseada em Evidências os Ensaios Clínicos Randomizados tornaram-se os principais instrumentos para decisão quanto à intervenção nestas crianças de alto risco. Esta disciplina visa o aprofundamento do conhecimento da pesquisa realizada na área da ""Medicina Intensiva Neonatal"", sobretudo dos ensaios clínicos randomizados.
Professor Tempo de Casa Lattes
HUMBERTO HOLMER FIORE 19 anos e 5 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Análise Avançada de Dados Qualitativos
COD Carga Horária Descrição
313A8-02 30 Abordagens, métodos e técnicas de pesquisa qualitativa em Psicologia. Principais correntes teórico-metodológicas que fundamentam as análises qualitativas de pesquisa nas ciências humanas. Métodos de investigação e procedimentos para coleta e análise de diferentes tipos de pesquisa com métodos qualitativos.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Educação MESTRADO Não Obrigatória
Educação DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Teorias e Culturas em Educação Estuda, desde uma visão analítica e crítica, entrelaçamentos da antropologia, história, filosofia, sociologia com a educação, problematizando condicionantes políticos e culturais na esfera educativa. Articula estudos e pesquisas de cunho teórico e empírico visando à reflexão sobre os fundamentos da experiência humana, da educação bem como diferentes abordagens de formação.
Pessoa e Educação Estuda a educação como um processo amplo implicado no desenvolvimento, formação e auto-formação da pessoa, destacando seus entrelaçamentos com a saúde, a espiritualidade, as histórias de vida. Acolhe estudos e pesquisas interdisciplinares que potencializam a dimensão pedagógica da experiência humana em suas interações com os aspectos biológicos, psicossociais, biográficos, culturais dos sujeitos e das subjetividades na sociedade contemporânea.
Formação, Políticas e Práticas em Educação Investiga a educação e os processos educacionais em diferentes espaços formativos, nas perspectivas sociopolíticas, históricas e culturais, visando a uma análise crítica de políticas, práticas de formação e planejamento educacional em diferentes contextos. Estuda a prática pedagógica nos diversos graus e modalidades de ensino, proporcionando elementos para tomada de decisões relativas às transformações na sociedade e no processo educativo.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
Análise de Artigos em Pediatria I
COD Carga Horária Descrição
63338-04 60 Saber como ler e elaborar um artigo científico é uma tarefa essencial para as práticas de pesquisa medica. Uma boa prática de leitura pode ajudar a ter uma visão mais crítica do assunto e que pontos da elaboração de artigos são mais importantes para passar a verdadeira contribuição das pesquisas realizadas, fazendo com que o artigo se torne realmente um artigo bem aceito na área de pesquisa.
Professor Tempo de Casa Lattes
PEDRO CELINY RAMOS GARCIA 42 anos e 10 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Análise de Artigos em Pediatria II
COD Carga Horária Descrição
63344-04 60 Pratica de síntese e crítica de um artigo científico é uma tarefa fundamental para as práticas de pesquisa medica. Uma boa prática de leitura pode ajudar a ter uma visão mais crítica do assunto e a síntese critica é importante para descrever a verdadeira contribuição das pesquisas realizadas, fazendo com que o artigo se torne realmente um artigo bem aceito na área de pesquisa.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Análise de Evidência Clínica Epidemiológica
COD Carga Horária Descrição
63345-02 30 As recomendações clínicas abrangem uma análise entre os benefícios e as desvantagens (riscos, custos, desconforto) de uma determinada intervenção. Para adaptar as recomendações no âmbito da pesquisa, o profissional da área da saúde deve considerar as evidências atuais e os julgamentos subjacentes. Uma abordagem sistemática que considere a graduação e avaliação da qualidade das evidências pode contribuir de maneira efetiva a prática da pesquisa clínica.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Bases Inflamatórias das Doenças Respiratórias
COD Carga Horária Descrição
63362-02 30 Essa disciplina visa familiarizar o aluno com os diferentes mecanismos de ativação da resposta inflamatória e como essa resposta impacta na patogênese de diversas doenças respiratórias. Além disso, a disciplina visa qualificar o aluno para a apresentação de artigos científicos de alto fator de impacto, que envolvam os temas de inflamação e doenças respiratórias.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desenvolvimento de Ensaios Clínicos
COD Carga Horária Descrição
19301-02 30 Esta disciplina tem como principal objetivo a apresentação dos principais conceitos associados aos ensaios clínicos. A principal vantagem do ensaio clínico em relação a um estudo observacional é a sua maior capacidade de demonstrar os efeitos das intervenções em um ou mais desfechos. Entretanto o ensaio clínico frequentemente apresenta uma maior demanda de tempo e custo, aborda uma questão especifica e pode expor os participantes a potenciais efeitos adversos. Sendo assim, os estudos de ensaios clínicos devem desenvolver de maneira criteriosa a metodologia para que as evidências possam ser eficazes e causar um menor danos possível aos participantes.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desenvolvimento e Elaboração de Projetos de Pesquisas
COD Carga Horária Descrição
63341-04 60 A elaboração de um projeto com qualidade é essencial para o andamento de uma pesquisa científica. Desse modo, essa disciplina visa qualificar o aluno para a redação e apresentação de um projeto tanto na área clínica quanto na experimental mediante a discussão de conceitos básicos da anatomia e fisiologia de um projeto de pesquisa.
Professor Tempo de Casa Lattes
RITA MATTIELLO 7 anos e 4 meses Link
INA DA SILVA DOS SANTOS 1 ano e 4 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
Dinâmicas e Politicas da Pesquisa Cientifica
COD Carga Horária Descrição
7311B-02 30 A presente disciplina tem como objetivo estimular discussões sobre as políticas de pesquisa no Brasil, incluindo os mecanismos de avaliação da CAPES e de cientometria. Também se propõe a discutir as formas de obtenção de fomentos para a ciência, com vistas a abordar diferentes modalidades dos Editais. Ademais, uma das propostas da disciplina é discutir a carreira científica no Brasil e no exterior e as possibilidades de inserção no mercado. Serão ainda contempladas discussões sobre as distinções entre áreas de concentração, bem como diferenças regionais, entre outros temas controversos em ciência. Será abordado o processo de revisão por pares, tanto de projetos, quanto de trabalhos científicos submetidos a revistas indexadas. Parte das aulas será voltada para a discussão de aspectos éticos em pesquisa, incluindo temas como plagiarismo, coautoria, publicação de resultados negativos, entre outros. Será realizada atividade de treinamento nos quesitos de avaliação de trabalhos de conclusão, incluindo dissertações e teses.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Biologia Celular e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Biologia Celular e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Zoologia MESTRADO Não Obrigatória
Zoologia DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Estrutura e Metabolismo Celular Desenvolve conhecimentos relacionados à estrutura, sinalização e funcionamento celular. O estudo de aspectos bioquímicos, morfológicos e fisiológicos permite o aprofundamento das questões relacionadas aos mecanismos celulares em diferentes situações.
Imunologia Celular e Molecular Desenvolve estudos dos mecanismos celulares e moleculares de respostas imunes em modelos experimentais e populações humanas com foco em imunologia de tumores, imunossenescência, neuroimunologia e doenças auto-imunes.
Caracterização Celular e Molecular em Microbiologia e Parasitologia Desenvolve análises fenotípicas e genotípicas de isolados bacterianos e virais e a identificação de moléculas envolvidas na interface parasita-hospedeiro. Desenvolve estudos epidemiológicos de dinâmica de transmissão e investigação da reatividade cruzada.
Genética, Genômica e Bioinformática Desenvolve estudos nas áreas de genética, genômica, biologia molecular e bioinformática, bem como a realização de diagnósticos moleculares e a análise de variantes gênicas polimórficas na saúde humana, estudos filogenéticos e anotação de genomas.
Neurobiologia Celular e Molecular Desenvolve estudos sobre a função neuronal nos níves celulares e moleculares, através de abordagens neuroquímicas, farmacológicas, neuroanatômicas e neurofisiológicas.
Biologia Molecular da Interação Droga/Alvo Desenvolvimento de clonagem, expressão e superexpressão de enzimas, bem como estudos cinéticos em estado estacionário e pré-estacionário. Informações sobre a estrutura tridimensional de enzimas alvos servem de bases para a proposição de novos fármacos.
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
ECOLOGIA E CONSERVAÇÃO A linha de pesquisa congrega os projetos relacionados ao estudos das relações ecológicas dos animais da forma mais ampla, incluindo os estudos de autoecologia, ecofisiologia, comportamento, parasitologia, dinâmica populacional, e conservação.
SISTEMÁTICA E BIODIVERSIDADE A linha de pesquisa congrega os projetos relacionados ao estudo da biodiversidade em todos os seus aspectos comparativos, como a taxonomia, sistemática (morfológica e molecular), morfologia e inventários, nos diferentes grupos taxonômicos.
ZOOLOGIA APLICADA Esstudos bioquímicos, fisiológicos e de história natural, entre outros, de organismos que apresentam interesse sanitário, econômico, social e/ou ambiental.
ETICA EM ODONTOLOGIA
COD Carga Horária Descrição
83278-02 30 A disciplina propõe o conhecimento dos conceitos fundamentais da Ética com o objetivo de atingir as seguintes metas: a formulação de juízos éticos corretos; o uso adequado de princípios éticos no exercício diário da vida individual, familiar, profissional, social e política; o desenvolvimento da compreensão e da capacidade de crítica, aceitação ou recusa dos princípios referentes à ação nos diversos aspectos da vida diária; a compreensão e a busca de soluções para alguns dos graves problemas que desafiam a humanidade por meio da Ética aplicada.
Professor Tempo de Casa Lattes
JOAO BATISTA BLESSMANN WEBER 26 anos e 5 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
Educação em Saúde
COD Carga Horária Descrição
63342-02 30 O mestrado é o primeiro nível de um programa de pós-graduação (PPG) stricto sensu, que tem como principal objetivo preparar professores para lecionar em nível superior, seja em faculdades ou nas universidades. Dessa forma, além das atividades de pesquisa já incluídas como prioridade no currículo dos PPGs, é importante preparar alunos de mestrado/doutorado para que cheguem em boas condições para lecionar, e tenham recebido treinamento para participar ativamente do processo de ensino-aprendizagem em faculdade s e universidades brasileiras.
Professor Tempo de Casa Lattes
LEONARDO ARAUJO PINTO 11 anos e 5 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Epidemiologia em Saúde
COD Carga Horária Descrição
63340-02 30 A epidemiologia clínica é uma ferramenta básica para a medicina clínica baseada em evidências. A disciplina epidemiologia estuda os eventos clínicos em um grupo específico de pessoas, mediante métodos científicos padronizados, com objetivo de produzir informações acuradas e válidas, para um melhor tratamento e prevenção das doenças.
Professor Tempo de Casa Lattes
RITA MATTIELLO 7 anos e 4 meses Link
INA DA SILVA DOS SANTOS 1 ano e 4 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Farmacologia da Inflamação
COD Carga Horária Descrição
23394-02 30 A presente disciplina tem por objetivo abordar vários aspectos relacionados com a farmacologia da inflamação, a saber: aspectos bioquímicos e moleculares dos eventos inflamatórios, com ênfase em modulação farmacológica. Serão contempladas as principais alterações vasculares e celulares em resposta a diferentes estímulos. Como tópicos de interesse, destacam-se: (1) o estudo de mediadores da resposta inflamatória, incluindo aqueles derivados de mastócitos (histamina e serotonina), mediadores lipídicos (prostanóides e leucotrienos), mediadores peptídicos (bradicinina e neurocininas), citocinas e fatores de crescimento, fatores quimiotáticos, mediadores do sistema complemento, óxido nítrico, entre outros; (2) componentes da fase de resolução inflamatória, envolvendo mediadores endógenos relacionados ao restabelecimento da homeostase e reparo tecidual; (3) principais grupos de células envolvidos nas várias fases da inflamação e conexão com a resposta imune; (4) principais receptores e rotas de sinalização, bem como, componentes dos sistemas de transdução intracelular; (5) inflamação associada com infecção e resposta inflamatória sistêmica; (6) correlação entre inflamação e câncer; (7) aspectos regulatórios da transcrição de moléculas implicadas na resposta inflamatória; (8) estudo dos mecanismos de ação dos principais fármacos utilizados no tratamento da inflamação; (9) Doenças inflamatórias crônicas.
Professor Tempo de Casa Lattes
MARIA MARTHA CAMPOS 13 anos e 10 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
Introdução A Softwares de Pesquisa em Saúde
COD Carga Horária Descrição
63343-02 30 Novos softwares e atualizações de versões consagradas de programas são continuamente oferecidos. O objetivo deste curso é compartilhar nossas experiências com softwares que achamos importantes na área de pesquisa médica. Daremos uma visão geral de vários programas e também um pouco de experiência prática, através de exercícios em sala de aula, nos softwares mais importantes. O foco deste curso será em recursos online, segurança e backup de dados, antivírus, processadores de texto, planilhas, programas gráficos, programas de estatística e de manejo de referências bibliográficas.
Professor Tempo de Casa Lattes
MARCUS HERBERT JONES 20 anos e 3 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Introdução À Imunologia Clínica
COD Carga Horária Descrição
63350-02 30 O estudo de conceitos importantes da resposta imune é aplicável em diferentes áreas da pediatria e pode contribuir para formação cientifica dos alunos. Deste modo, a disciplina pode qualificar o aluno a discutir artigos em pediatria que envolva aspectos imunológicos básicos e aplicados à clínica.
Professor Tempo de Casa Lattes
ANA PAULA DUARTE DE SOUZA 6 anos e 10 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Introdução à Virologia Humana
COD Carga Horária Descrição
63361-02 30 Essa disciplina visa familiarizar o aluno com os diferentes tipos de vírus presentes na natureza e seu papel de desencadeamento de doenças em seres humanos. além disso, a disciplina visa qualificar o aluno para o entendimento da fisiopatologia das doenças causadas por vírus e da resposta imunológica disparada por vírus humanos.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Metodologia de Avaliação em Pesquisa
COD Carga Horária Descrição
63339-02 30 O entendimento dos conceitos básicos de bioestatística é fundamental para o planejamento, coleta, avaliação e interpretação dos dados obtidos em pesquisas na área da saúde. Desse modo, essa disciplina visa qualificar o aluno para a descrição, análise básica e apresentação de dados de pesquisa.
Professor Tempo de Casa Lattes
RITA MATTIELLO 7 anos e 4 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Metodologia em Delineamento de Pesquisa
COD Carga Horária Descrição
63349-02 30 O entendimento dos delineamentos de pesquisa é um conhecimento fundamental para o pesquisador na área da saúde. Além disso, profissionais da saúde que lêem e utilizam novos dados da produção científica internacional na sua prática clínica também devem conhecer os delineamentos para um melhor entendimento e aplicação das práticas de saúde baseada em evidências científicas
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Neurobiologia do Estresse
COD Carga Horária Descrição
19347-02 30 Explorar os conceitos de estresse, saúde e doença, com um foco particular na literatura histórica e atual. Abordará múltiplas dimensões no estudo do estresse: genéticas, epigenéticas, moleculares, celulares, fisiológicas e cognitivas, especialmente no contexto da pesquisa imunoendócrina e neurocientífica. Estudo da resposta individual ao estresse, como fatores genéticos e ambientais desempenham um papel, como se traduz em condições fisiológicas e mentais e condições patológicas ou de sáude.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
Pesq. Avancada em Diagnostico por Imagem
COD Carga Horária Descrição
33310-02 30 Desenvolver pesquisa clínica envolvendo testes de diagnóstico por imagem. Desenvolver análise crítica de estudos científicos envolvendo métodos de imagem. Desenvolver conhecimento sobre aplicação na prática médica diária dos estudos envolvendo testes diagnósticos. Desenvolver conhecimento sobre diferentes estudos possíveis de serem realizados envolvendo testes diagnósticos por imagem.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Pesq. em Diagnost. por Imagem em Pediatria
COD Carga Horária Descrição
33350-02 30 Desenvolver pesquisa clínica envolvendo testes de diagnóstico por imagem. Desenvolver conhecimento sobre como devem ser aplicados na prática médica diária os resultados dos estudos envolvendo testes diagnósticos.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Pesquisa em Modelos Experimentais
COD Carga Horária Descrição
63351-04 60 O uso de modelos experimentais tem permitido importantes avanços no diagnóstico e na terapêutica de inúmeras doenças. Assim, o conhecimento por parte dos profissionais de saúde em relação à interpretação de resultados oriundos da pesquisa experimental, sua aplicabilidade, limitações e aspectos éticos envolvidos, são de fundamental importância.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Pharmacotherapy Of Neurological And Psychiatric Disorders
COD Carga Horária Descrição
1932A-01 15 A neurofarmacologia é o estudo do efeito das drogas no cérebro. Os seminários exploram os conceitos e as pesquisas atuais em neurociência cognitiva, incluindo percepção, estrutura e organização cerebral, cognição, memória e a base funcional de certas doenças neurológicas e psiquiátricas humanas. (por exemplo, esquizofrenia, depressão e narcolepsia). O objetivo deste curso é proporcionar aos alunos a oportunidade de adquirir o conhecimento teórico e aplicado da neurofarmacologia que lhes permitirá avançar no desenvolvimento de uma carreira em neurofarmacologia, seja em uma instituição acadêmica, em um instituto de pesquisa ou no setor industrial / de negócios.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Biologia Celular e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Biologia Celular e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Biotecnologia Farmacêutica MESTRADO PROFISSIONAL Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Estrutura e Metabolismo Celular Desenvolve conhecimentos relacionados à estrutura, sinalização e funcionamento celular. O estudo de aspectos bioquímicos, morfológicos e fisiológicos permite o aprofundamento das questões relacionadas aos mecanismos celulares em diferentes situações.
Imunologia Celular e Molecular Desenvolve estudos dos mecanismos celulares e moleculares de respostas imunes em modelos experimentais e populações humanas com foco em imunologia de tumores, imunossenescência, neuroimunologia e doenças auto-imunes.
Caracterização Celular e Molecular em Microbiologia e Parasitologia Desenvolve análises fenotípicas e genotípicas de isolados bacterianos e virais e a identificação de moléculas envolvidas na interface parasita-hospedeiro. Desenvolve estudos epidemiológicos de dinâmica de transmissão e investigação da reatividade cruzada.
Genética, Genômica e Bioinformática Desenvolve estudos nas áreas de genética, genômica, biologia molecular e bioinformática, bem como a realização de diagnósticos moleculares e a análise de variantes gênicas polimórficas na saúde humana, estudos filogenéticos e anotação de genomas.
Neurobiologia Celular e Molecular Desenvolve estudos sobre a função neuronal nos níves celulares e moleculares, através de abordagens neuroquímicas, farmacológicas, neuroanatômicas e neurofisiológicas.
Biologia Molecular da Interação Droga/Alvo Desenvolvimento de clonagem, expressão e superexpressão de enzimas, bem como estudos cinéticos em estado estacionário e pré-estacionário. Informações sobre a estrutura tridimensional de enzimas alvos servem de bases para a proposição de novos fármacos.
Pesquisa e avaliação de alvos moleculares Esta linha de pesquisa volta-se á identificação, caracterização e validação de macromoléculas como possíveis alvos para o desenvolvimento de fármacos e testes diagnósticos com foco em doenças infecciosas, crônico-degenerativas e negligenciadas. Nestes processos serão utilizadas ferramentas de bioinformática, como as técnicas de biofísica molecular computacional. Também será abordada a síntese de novos compostos químicos capazes de interagir com alvos macromoleculares. Nesta linha, serão contemplados ainda estudos farmacológicos e toxicológicos das moléculas estudadas.
Desenvolvimento e avaliação de produtos de base biotecnológica Esta linha de pesquisa tem como objetivo estudar o processo de desenvolvimento de produtos de base biotecnológica, com ênfase em biofármacos; estudar o desenvolvimento de sistemas de diagnóstico in vitro e in vivo e suas aplicações; desenvolver pesquisa biológica em hipergravidade; avaliar e caracterizar formas farmacêuticas nanoestruturadas e novos radiofármacos com aplicação em medicina nuclear.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Princípios de Biologia Molecular
COD Carga Horária Descrição
63416-02 30 Conhecer os principais conceitos teóricos e práticos da área de biologia molecular, aplicada a área da saúde, focando nos principais temas científicos atuais de terapias utilizando biologia molecular.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Biologia Celular e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Estrutura e Metabolismo Celular Desenvolve conhecimentos relacionados à estrutura, sinalização e funcionamento celular. O estudo de aspectos bioquímicos, morfológicos e fisiológicos permite o aprofundamento das questões relacionadas aos mecanismos celulares em diferentes situações.
Imunologia Celular e Molecular Desenvolve estudos dos mecanismos celulares e moleculares de respostas imunes em modelos experimentais e populações humanas com foco em imunologia de tumores, imunossenescência, neuroimunologia e doenças auto-imunes.
Caracterização Celular e Molecular em Microbiologia e Parasitologia Desenvolve análises fenotípicas e genotípicas de isolados bacterianos e virais e a identificação de moléculas envolvidas na interface parasita-hospedeiro. Desenvolve estudos epidemiológicos de dinâmica de transmissão e investigação da reatividade cruzada.
Genética, Genômica e Bioinformática Desenvolve estudos nas áreas de genética, genômica, biologia molecular e bioinformática, bem como a realização de diagnósticos moleculares e a análise de variantes gênicas polimórficas na saúde humana, estudos filogenéticos e anotação de genomas.
Neurobiologia Celular e Molecular Desenvolve estudos sobre a função neuronal nos níves celulares e moleculares, através de abordagens neuroquímicas, farmacológicas, neuroanatômicas e neurofisiológicas.
Biologia Molecular da Interação Droga/Alvo Desenvolvimento de clonagem, expressão e superexpressão de enzimas, bem como estudos cinéticos em estado estacionário e pré-estacionário. Informações sobre a estrutura tridimensional de enzimas alvos servem de bases para a proposição de novos fármacos.
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
Prática em Software de Pesquisa Médica
COD Carga Horária Descrição
63348-04 60 O domínio de ferramentas de informática é fundamental para realização de pesquisa na área da saúde. O objetivo desta disciplina é explorar, de maneira prática, softwares importantes na área de pesquisa médica. O foco será em recursos online, planilhas, programas gráficos, programas de estatística, processadores de texto, e de manejo de referências bibliográficas.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Biologia Celular e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Biologia Celular e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Estrutura e Metabolismo Celular Desenvolve conhecimentos relacionados à estrutura, sinalização e funcionamento celular. O estudo de aspectos bioquímicos, morfológicos e fisiológicos permite o aprofundamento das questões relacionadas aos mecanismos celulares em diferentes situações.
Imunologia Celular e Molecular Desenvolve estudos dos mecanismos celulares e moleculares de respostas imunes em modelos experimentais e populações humanas com foco em imunologia de tumores, imunossenescência, neuroimunologia e doenças auto-imunes.
Caracterização Celular e Molecular em Microbiologia e Parasitologia Desenvolve análises fenotípicas e genotípicas de isolados bacterianos e virais e a identificação de moléculas envolvidas na interface parasita-hospedeiro. Desenvolve estudos epidemiológicos de dinâmica de transmissão e investigação da reatividade cruzada.
Genética, Genômica e Bioinformática Desenvolve estudos nas áreas de genética, genômica, biologia molecular e bioinformática, bem como a realização de diagnósticos moleculares e a análise de variantes gênicas polimórficas na saúde humana, estudos filogenéticos e anotação de genomas.
Neurobiologia Celular e Molecular Desenvolve estudos sobre a função neuronal nos níves celulares e moleculares, através de abordagens neuroquímicas, farmacológicas, neuroanatômicas e neurofisiológicas.
Biologia Molecular da Interação Droga/Alvo Desenvolvimento de clonagem, expressão e superexpressão de enzimas, bem como estudos cinéticos em estado estacionário e pré-estacionário. Informações sobre a estrutura tridimensional de enzimas alvos servem de bases para a proposição de novos fármacos.
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
Redação Cientifica
COD Carga Horária Descrição
33351-02 30 Os alunos de pós-graduação apresentam geralmente pouca experiência na redação de artigos científicos e no processo de publicação. Após a conclusão do curso a maioria dos profissionais se depara com uma dificuldade significativa para redação de artigos científicos. Para aqueles que irão trabalhar na área de pesquisa, a produção científica é um dos aspectos centrais do sucesso profissional. Com base nesta premissa, é importante que cursos de pós-graduação ofereçam uma disciplina que estabeleça uma introdução e aprofundamento do conhecimento das bases teóricas e práticas na área de redação de artigos científicos.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Biologia Celular e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Biologia Celular e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Estrutura e Metabolismo Celular Desenvolve conhecimentos relacionados à estrutura, sinalização e funcionamento celular. O estudo de aspectos bioquímicos, morfológicos e fisiológicos permite o aprofundamento das questões relacionadas aos mecanismos celulares em diferentes situações.
Imunologia Celular e Molecular Desenvolve estudos dos mecanismos celulares e moleculares de respostas imunes em modelos experimentais e populações humanas com foco em imunologia de tumores, imunossenescência, neuroimunologia e doenças auto-imunes.
Caracterização Celular e Molecular em Microbiologia e Parasitologia Desenvolve análises fenotípicas e genotípicas de isolados bacterianos e virais e a identificação de moléculas envolvidas na interface parasita-hospedeiro. Desenvolve estudos epidemiológicos de dinâmica de transmissão e investigação da reatividade cruzada.
Genética, Genômica e Bioinformática Desenvolve estudos nas áreas de genética, genômica, biologia molecular e bioinformática, bem como a realização de diagnósticos moleculares e a análise de variantes gênicas polimórficas na saúde humana, estudos filogenéticos e anotação de genomas.
Neurobiologia Celular e Molecular Desenvolve estudos sobre a função neuronal nos níves celulares e moleculares, através de abordagens neuroquímicas, farmacológicas, neuroanatômicas e neurofisiológicas.
Biologia Molecular da Interação Droga/Alvo Desenvolvimento de clonagem, expressão e superexpressão de enzimas, bem como estudos cinéticos em estado estacionário e pré-estacionário. Informações sobre a estrutura tridimensional de enzimas alvos servem de bases para a proposição de novos fármacos.
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
Research Methodology: Methods And Techniques
COD Carga Horária Descrição
7334J-01 15 Designing and adhering to the appropriate methodology is fundamental for improving the quality of research. The methodology may differ from problem to problem, yet the basic approach towards research remains the same.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
Seminários de Projetos
COD Carga Horária Descrição
63346-02 30 Aprimorar as bases teóricas e práticas para o desenvolvimento de projetos de pesquisas na área Pediátrica.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Pediatria MESTRADO Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Ética e Integridade na Pesquisa
COD Carga Horária Descrição
19302-02 30 Atualmente, com a grande facilidade de obtenção de conhecimento e de dados por meio das redes sociais e internet, é crescente o número de casos de má-conduta na execução e publicação das pesquisas em todo o mundo, levando a perda da credibilidade das publicações científicas. Esta disciplina tem por objetivo orientar os alunos a respeito das boas práticas em pesquisa, desde a execução de seus projetos até a publicação dos resultados, salientando a importância do registro adequado dos dados das pesquisas.
Professor Tempo de Casa Lattes
DENISE CANTARELLI MACHADO 22 anos e 5 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.