Disciplinas

Horários das Disciplinas

Agentes Quimioterápicos e Mecanismos de Ação
COD Carga Horária Descrição
33327-02 30 Nesta disciplina serão abordados os mecanismos de ação de agentes quimioterápicos e seus alvos moleculares assim como os mecanismos que resultam na resistência destes agentes. As estratégias experimentais que permitem a determinação dos mecanismos cinéticos, químicos e enzimáticos de alvos moleculares definidos serão descritas. Adicionalmente, os mecanismos de ação de inibidores reversíveis (incluindo slow-onset inhibitors) serão abordados assim como o virtual screening (busca virtual) de ligantes. Esta disciplina permite uma compreensão do desenho racional de drogas baseado no modo de ação inibitória de compostos químicos (quimioterápicos).
Professor Tempo de Casa Lattes
LUIZ AUGUSTO BASSO 15 anos Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Análise Avançada de Dados Qualitativos
COD Carga Horária Descrição
313A8-02 30 Abordagens, métodos e técnicas de pesquisa qualitativa em Psicologia. Principais correntes teórico-metodológicas que fundamentam as análises qualitativas de pesquisa nas ciências humanas. Métodos de investigação e procedimentos para coleta e análise de diferentes tipos de pesquisa com métodos qualitativos.
Professor Tempo de Casa Lattes
ALEXANDRE ANSELMO GUILHERME 4 anos e 5 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Educação MESTRADO Não Obrigatória
Educação DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Teorias e Culturas em Educação Estuda, desde uma visão analítica e crítica, entrelaçamentos da antropologia, história, filosofia, sociologia com a educação, problematizando condicionantes políticos e culturais na esfera educativa. Articula estudos e pesquisas de cunho teórico e empírico visando à reflexão sobre os fundamentos da experiência humana, da educação bem como diferentes abordagens de formação.
Pessoa e Educação Estuda a educação como um processo amplo implicado no desenvolvimento, formação e auto-formação da pessoa, destacando seus entrelaçamentos com a saúde, a espiritualidade, as histórias de vida. Acolhe estudos e pesquisas interdisciplinares que potencializam a dimensão pedagógica da experiência humana em suas interações com os aspectos biológicos, psicossociais, biográficos, culturais dos sujeitos e das subjetividades na sociedade contemporânea.
Formação, Políticas e Práticas em Educação Investiga a educação e os processos educacionais em diferentes espaços formativos, nas perspectivas sociopolíticas, históricas e culturais, visando a uma análise crítica de políticas, práticas de formação e planejamento educacional em diferentes contextos. Estuda a prática pedagógica nos diversos graus e modalidades de ensino, proporcionando elementos para tomada de decisões relativas às transformações na sociedade e no processo educativo.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
Avaliação Crítica de Projetos de Pesquisa
COD Carga Horária Descrição
7331G-02 30 O Domínio do método científico na formação de pesquisadores e docentes. Auditoria da hipótese e do desenvolvimento da proposta investigada. Análise crítica da construção da dissertação e tese. Apresentação e discussão dos projetos de pesquisa por pares e professores.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Avaliação Crítica de Projetos de Pesquisa II
COD Carga Horária Descrição
7333B-02 30 O domínio do método científico na formação de pesquisadores e docentes. Auditoria da hipótese e do desenvolvimento da proposta investigada. Análise crítica da construção da dissertação e tese. Apresentação e discussão dos projetos de pesquisa por pares e professores.
Professor Tempo de Casa Lattes
BARTIRA ERCILIA PINHEIRO DA COSTA 26 anos e 9 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
BIOESTATÍSTICA ODONTOLÓGICA
COD Carga Horária Descrição
83293-02 30 A disciplina tem como proposta fornecer uma introdução aos aspectos essenciais da estatística e suas aplicações na pesquisa odontológica. Propiciar o conhecimento dos elementos da inferência estatística e auxiliar na identificação e escolha dos principais procedimentos estatísticos básicos que ocorrem na prática. Apresentar os fundamentos para o cálculo do tamanho da amostra nas diferentes situações da pesquisa odontológica.
Professor Tempo de Casa Lattes
HELIO RADKE BITTENCOURT 18 anos Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Biologia Celular e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Biologia Celular e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Estrutura e Metabolismo Celular Desenvolve conhecimentos relacionados à estrutura, sinalização e funcionamento celular. O estudo de aspectos bioquímicos, morfológicos e fisiológicos permite o aprofundamento das questões relacionadas aos mecanismos celulares em diferentes situações.
Imunologia Celular e Molecular Desenvolve estudos dos mecanismos celulares e moleculares de respostas imunes em modelos experimentais e populações humanas com foco em imunologia de tumores, imunossenescência, neuroimunologia e doenças auto-imunes.
Caracterização Celular e Molecular em Microbiologia e Parasitologia Desenvolve análises fenotípicas e genotípicas de isolados bacterianos e virais e a identificação de moléculas envolvidas na interface parasita-hospedeiro. Desenvolve estudos epidemiológicos de dinâmica de transmissão e investigação da reatividade cruzada.
Genética, Genômica e Bioinformática Desenvolve estudos nas áreas de genética, genômica, biologia molecular e bioinformática, bem como a realização de diagnósticos moleculares e a análise de variantes gênicas polimórficas na saúde humana, estudos filogenéticos e anotação de genomas.
Neurobiologia Celular e Molecular Desenvolve estudos sobre a função neuronal nos níves celulares e moleculares, através de abordagens neuroquímicas, farmacológicas, neuroanatômicas e neurofisiológicas.
Biologia Molecular da Interação Droga/Alvo Desenvolvimento de clonagem, expressão e superexpressão de enzimas, bem como estudos cinéticos em estado estacionário e pré-estacionário. Informações sobre a estrutura tridimensional de enzimas alvos servem de bases para a proposição de novos fármacos.
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
BIOÉTICA EM ODONTOLOGIA
COD Carga Horária Descrição
83274-02 30 Tem como objetivo o estudo sistemático dos temas ou das questões de valor, assim como dos dilemas éticos que emergem do campo teórico e prático das Ciências Biomédicas.
Professor Tempo de Casa Lattes
JOAO BATISTA BLESSMANN WEBER 27 anos Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Bases Moleculares da Neurogênese Embrionária e Neuroplasticidade
COD Carga Horária Descrição
1931B-02 30 As etapas da formação do sistema nervoso central (SNC) podem ser consideradas um grande concerto com a regência de diferentes moléculas sinalizadoras que desencadeiam uma cascata de processos dependentes e complementares até formação de todas as estruturas do SNC bem como suas distintas funcionalidades. O cérebro humano é um quebra cabeça de mais de 100 bilhões de peças que devem ser acuradamente direcionadas para seu único e específico local. A capacidade do cérebro de mudar suas conexões e comportamentos em resposta a novas informações, estimulação, desenvolvimento, dano ou disfunção é apresentada como uma nova ferramenta adaptativa denominada de neuroplasticidade. Embora as redes neurais exibam modularidade e desempenhem funções específicas, elas também possuem a capacidade de se desviar de suas funções habituais e de se reorganizarem. A disciplina Bases Moleculares da Neurogênese Embrionária e Neuroplasticidade apresenta uma visão abrangente de entendimento do SNC, desde sua formação embrionária até a neurogênese no cérebro adulto, norteando situação clínicas e patológicas relacionadas às malformações cerebrais e as novas alternativas de terapia para recuperação tecidual do SNC.
Professor Tempo de Casa Lattes
DANIEL RODRIGO MARINOWIC 1 ano e 5 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Biologia Celular e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Biologia Celular e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Estrutura e Metabolismo Celular Desenvolve conhecimentos relacionados à estrutura, sinalização e funcionamento celular. O estudo de aspectos bioquímicos, morfológicos e fisiológicos permite o aprofundamento das questões relacionadas aos mecanismos celulares em diferentes situações.
Imunologia Celular e Molecular Desenvolve estudos dos mecanismos celulares e moleculares de respostas imunes em modelos experimentais e populações humanas com foco em imunologia de tumores, imunossenescência, neuroimunologia e doenças auto-imunes.
Caracterização Celular e Molecular em Microbiologia e Parasitologia Desenvolve análises fenotípicas e genotípicas de isolados bacterianos e virais e a identificação de moléculas envolvidas na interface parasita-hospedeiro. Desenvolve estudos epidemiológicos de dinâmica de transmissão e investigação da reatividade cruzada.
Genética, Genômica e Bioinformática Desenvolve estudos nas áreas de genética, genômica, biologia molecular e bioinformática, bem como a realização de diagnósticos moleculares e a análise de variantes gênicas polimórficas na saúde humana, estudos filogenéticos e anotação de genomas.
Neurobiologia Celular e Molecular Desenvolve estudos sobre a função neuronal nos níves celulares e moleculares, através de abordagens neuroquímicas, farmacológicas, neuroanatômicas e neurofisiológicas.
Biologia Molecular da Interação Droga/Alvo Desenvolvimento de clonagem, expressão e superexpressão de enzimas, bem como estudos cinéticos em estado estacionário e pré-estacionário. Informações sobre a estrutura tridimensional de enzimas alvos servem de bases para a proposição de novos fármacos.
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
Biologia do Envelhecimento
COD Carga Horária Descrição
40504-04 60 Estudo dos fenômenos biológicos envolvidos no processo de envelhecimento caracterizando as diferentes fases nos organismos vivos. Análise das diferentes teorias que procuram explicar o envelhecimento e os fatores endógenos e exógenos que interferem neste processo. Mecanismos de senescência replicativa: mecanismos estocásticos, transdução de sinais e regulação da proliferação celular, mecanismos genéticos. Modelos experimentais para o estudo do envelhecimento. Fatores genéticos envolvidos no processo de senescência. Mecanismos celulares e moleculares da imunossenescência. Perfil de risco imunológico. Envelhecimento imune prematuro. Modulação da imunossenescência.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Bioética
COD Carga Horária Descrição
33329-02 30 Esta disciplina tem como principal objetivo refletir sobre a vida e o viver em atividades da área da Saúde na perspectiva da Bioética Complexa. Serão discutidos temas relacionados às atividades clínicas realizadas no âmbito da Medicina e das demais áreas afins da saúde, envolvendo: relação profissional-paciente; privacidade e confidencialidade; processo de consentimento e decisão orientada; início e final de vida, incluindo cuidados paliativos; transplantes de órgãos e transfusão de sangue; alocação de recursos na área da saúde.
Professor Tempo de Casa Lattes
JOSE ROBERTO GOLDIM 20 anos e 5 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Cardiologia Básica e Pesquisa
COD Carga Horária Descrição
33335-02 30 A disciplina prevê a análise, apresentação e discussão dos principais estudos clínicos dentro das linhas de pesquisa da área cardiológica, que permite atualização terapêutica com ênfase na cardiologia baseada em evidências.
Professor Tempo de Casa Lattes
LUIZ CARLOS BODANESE 41 anos e 4 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Cirurgia Experimental
COD Carga Horária Descrição
23399-02 30 A disciplina prevê a análise, o desenvolvimento e a execução de protocolos experimentais na área cirúrgica e clínica.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Células - Tronco e Medicina Regenerativa: da Pesquisa Básica Ao Ensaio Clínico
COD Carga Horária Descrição
1932F-02 30 As células-tronco representam uma unidade natural do desenvolvimento embrionário e da reparação tecidual e constituem um subconjunto de células imaturas, que têm como característica serem indiferenciadas e não especializadas. Assim, estas células apresentam a capacidade tanto de se autorregenerar, quanto de se diferenciar através de uma determinada via molecular e originar diferentes linhagens celulares, sendo responsáveis pelo reabastecimento tecidual ao longo da vida e estão presentes na maioria dos tecidos, tais como, o sangue, a pele, o fígado, o coração e o cérebro. Como resultado do progresso contínuo do conhecimento a respeito da capacidade regenerativa dos tecidos adultos e do potencial terapêutico das células-tronco, houve um grande aumento no interesse na elucidação de estratégias baseadas em terapia celular para o tratamento de doenças das mais diversas ordens. A disciplina “Células-tronco e medicina regenerativa: da pesquisa básica ao ensaio clínico” apresenta os conceitos básicos de diferenciação, caracterização e classificação de células-tronco embrionárias e adultas em uma visão atualizada do estado da arte da terapia com células-tronco, além de novas tecnologias de isolamento de microvesículas, edição gênica para geração de células precursoras, organoides e órgãos quiméricos para transplantes.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Dinâmicas e Politicas da Pesquisa Cientifica
COD Carga Horária Descrição
7311B-02 30 A presente disciplina tem como objetivo estimular discussões sobre as políticas de pesquisa no Brasil, incluindo os mecanismos de avaliação da CAPES e de cientometria. Também se propõe a discutir as formas de obtenção de fomentos para a ciência, com vistas a abordar diferentes modalidades dos Editais. Ademais, uma das propostas da disciplina é discutir a carreira científica no Brasil e no exterior e as possibilidades de inserção no mercado. Serão ainda contempladas discussões sobre as distinções entre áreas de concentração, bem como diferenças regionais, entre outros temas controversos em ciência. Será abordado o processo de revisão por pares, tanto de projetos, quanto de trabalhos científicos submetidos a revistas indexadas. Parte das aulas será voltada para a discussão de aspectos éticos em pesquisa, incluindo temas como plagiarismo, coautoria, publicação de resultados negativos, entre outros. Será realizada atividade de treinamento nos quesitos de avaliação de trabalhos de conclusão, incluindo dissertações e teses.
Professor Tempo de Casa Lattes
MARIA MARTHA CAMPOS 14 anos e 5 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Biologia Celular e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Biologia Celular e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Zoologia MESTRADO Não Obrigatória
Zoologia DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Estrutura e Metabolismo Celular Desenvolve conhecimentos relacionados à estrutura, sinalização e funcionamento celular. O estudo de aspectos bioquímicos, morfológicos e fisiológicos permite o aprofundamento das questões relacionadas aos mecanismos celulares em diferentes situações.
Imunologia Celular e Molecular Desenvolve estudos dos mecanismos celulares e moleculares de respostas imunes em modelos experimentais e populações humanas com foco em imunologia de tumores, imunossenescência, neuroimunologia e doenças auto-imunes.
Caracterização Celular e Molecular em Microbiologia e Parasitologia Desenvolve análises fenotípicas e genotípicas de isolados bacterianos e virais e a identificação de moléculas envolvidas na interface parasita-hospedeiro. Desenvolve estudos epidemiológicos de dinâmica de transmissão e investigação da reatividade cruzada.
Genética, Genômica e Bioinformática Desenvolve estudos nas áreas de genética, genômica, biologia molecular e bioinformática, bem como a realização de diagnósticos moleculares e a análise de variantes gênicas polimórficas na saúde humana, estudos filogenéticos e anotação de genomas.
Neurobiologia Celular e Molecular Desenvolve estudos sobre a função neuronal nos níves celulares e moleculares, através de abordagens neuroquímicas, farmacológicas, neuroanatômicas e neurofisiológicas.
Biologia Molecular da Interação Droga/Alvo Desenvolvimento de clonagem, expressão e superexpressão de enzimas, bem como estudos cinéticos em estado estacionário e pré-estacionário. Informações sobre a estrutura tridimensional de enzimas alvos servem de bases para a proposição de novos fármacos.
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
ECOLOGIA E CONSERVAÇÃO A linha de pesquisa congrega os projetos relacionados ao estudos das relações ecológicas dos animais da forma mais ampla, incluindo os estudos de autoecologia, ecofisiologia, comportamento, parasitologia, dinâmica populacional, e conservação.
SISTEMÁTICA E BIODIVERSIDADE A linha de pesquisa congrega os projetos relacionados ao estudo da biodiversidade em todos os seus aspectos comparativos, como a taxonomia, sistemática (morfológica e molecular), morfologia e inventários, nos diferentes grupos taxonômicos.
ZOOLOGIA APLICADA Esstudos bioquímicos, fisiológicos e de história natural, entre outros, de organismos que apresentam interesse sanitário, econômico, social e/ou ambiental.
Discussão crítica da produção científica na formação docente
COD Carga Horária Descrição
73307-02 30 A disciplina prevê revisão de artigos científicos e sua análise crítica na formação docente. Da relevância da pesquisa para o meio. Da abordagem metodológica proposta para a resposta à pergunta de pesquisa. Da fundamentação das conclusões nos resultados encontrados. Da pertinência na discussão e reconhecimento das limitações e possibilidades do estudo.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Docência e Pesquisa em Saúde
COD Carga Horária Descrição
23395-02 30 A disciplina de Docência e Pesquisa em Saúde prevê revisão dos procedimentos necessários à gestão da sala de aula, reforço crítico à ideia de pesquisa e reconhecimento das ferramentas necessárias ao desenvolvimento da atividade docente.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
EPIDEMIOLOGIA ODONTOLÓGICA
COD Carga Horária Descrição
83292-02 30 Aborda de forma teórica os princípios básicos da epidemiologia, identificando os indicadores biossociais dos processos saúde-doença da cárie e da doença periodontal, buscando identificar as interrelações existentes no âmbito coletivo. Os objetivos específicos são: identificar a natureza do estudo epidemiológico; descrever os diferentes métodos epidemiológicos; nomear e caracterizar os índices de natureza epidemiológica relativos à cárie e doença periodontal; estabelecer as principais interrelações entre os indicadores biológicos e sociais com o desenvolvimento da cárie e doença periodontal; organizar levantamentos epidemiológicos; aplicar índices epidemiológicos de cárie e doença periodontal; analisar e interpretar os resultados de estudos de natureza epidemiológica.
Professor Tempo de Casa Lattes
MARCIO LIMA GROSSI 20 anos e 5 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Effectively Communicating Research (Comunicação Efetiva no Meio Científico)
COD Carga Horária Descrição
7331E-02 30 Communication and leadership are essential parts of your research and a crucial component for a successful career as a researcher. This class creates learning opportunity for students who are in the process of writing for publication or creating communication materials for scientific oral or poster presentations.
Professor Tempo de Casa Lattes
ANDRE POISL FAY 5 anos e 2 meses Link
GABRIEL PROLLA 1 ano e 9 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Enzimas Proteolíticas e Cascatas Enzimáticas
COD Carga Horária Descrição
73398-02 30 Enzimas da classe das proteinases, suas propriedades estruturais. Processos fisiológicos modulados por proteólise limitada. Regulação e amplificação de cascatas enzimáticas. Inibidores de enzimas proteolíticas. Tópicos específicos abordados incluem: I) Enzimas proteolíticas: aspectos gerais II) Inibidores de proteases: classes e exemplos III) Coagulação sanguínea e fibrinólise IV) Sistema complemento V) Prohormônio convertases e oligopeptidades VI) Caspases e apoptose VII) Proteassoma e ubiquitinação VIII) Proteólise no desenvolvimento embrionário
Professor Tempo de Casa Lattes
CELIA REGINA RIBEIRO DA SILVA CARLINI 7 anos Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Escrita de Artigos na Língua Inglesa
COD Carga Horária Descrição
1932B-02 30 O desenvolvimento científico é um processo contínuo e sistemático de ações que visam contribuir para a excelência acadêmica, tendo por base o ensino e a pesquisa. A produção do conhecimento por si só, não é suficiente para a consolidação da capacitação dos alunos de pós-graduação. É necessário a divulgação do conhecimento para a comunidade científica e para a sociedade como um todo. A divulgação dos novos conhecimentos adquiridos na nossa Universidade e o compartilhamento dos saberes de maneira global somente poderá ser intensificado quando forem divulgados em uma linguagem comum aos pares, facilitando a interação entre instituições de ensino e pesquisa de diferentes países. Hoje, a internacionalização é mandatória para a continuidade do desenvolvimento e reconhecimento científico. Para isso, nossos alunos de pós-graduação deverão receber treinamento em redação científica em língua inglesa para a divulgação das suas produções para a comunidade científica em revistas de circulação internacional, como esperado para os programas de pós-graduação de excelência.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Evidencia Clínico - Epidemiológica
COD Carga Horária Descrição
7331F-02 30 Las recomendaciones clínicas engloban um análisis entre los benefícios y las desventajas (riesgos, costos, desconforto) de una determinada intervención. Para adaptar las recomendaciones al ámbito de la investigación y de la clínica, el profesional del área de la salud debe considerar las evidencias actuales y su evaluación subyacente. Um abordaje sistemático que considere la graduación y evaluación de la cualidad de las evidencias puede contribuir de manera efectiva con la práctica de la investigación y de la clínica.
Professor Tempo de Casa Lattes
RITA MATTIELLO 7 anos e 10 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Biologia Celular e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Biologia Celular e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Estrutura e Metabolismo Celular Desenvolve conhecimentos relacionados à estrutura, sinalização e funcionamento celular. O estudo de aspectos bioquímicos, morfológicos e fisiológicos permite o aprofundamento das questões relacionadas aos mecanismos celulares em diferentes situações.
Imunologia Celular e Molecular Desenvolve estudos dos mecanismos celulares e moleculares de respostas imunes em modelos experimentais e populações humanas com foco em imunologia de tumores, imunossenescência, neuroimunologia e doenças auto-imunes.
Caracterização Celular e Molecular em Microbiologia e Parasitologia Desenvolve análises fenotípicas e genotípicas de isolados bacterianos e virais e a identificação de moléculas envolvidas na interface parasita-hospedeiro. Desenvolve estudos epidemiológicos de dinâmica de transmissão e investigação da reatividade cruzada.
Genética, Genômica e Bioinformática Desenvolve estudos nas áreas de genética, genômica, biologia molecular e bioinformática, bem como a realização de diagnósticos moleculares e a análise de variantes gênicas polimórficas na saúde humana, estudos filogenéticos e anotação de genomas.
Neurobiologia Celular e Molecular Desenvolve estudos sobre a função neuronal nos níves celulares e moleculares, através de abordagens neuroquímicas, farmacológicas, neuroanatômicas e neurofisiológicas.
Biologia Molecular da Interação Droga/Alvo Desenvolvimento de clonagem, expressão e superexpressão de enzimas, bem como estudos cinéticos em estado estacionário e pré-estacionário. Informações sobre a estrutura tridimensional de enzimas alvos servem de bases para a proposição de novos fármacos.
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
FUNDAMENTOS BIOLÓGICOS DA PRÁTICA ODONTOLÓGICA II
COD Carga Horária Descrição
83285-02 30 A disciplina discorre sobre o mundo microbiano, em especial os microrganismos de interesse para a odontologia, bem como relaciona com os cuidados de biossegurança. Aborda também temas de farmacologia e terapêutica de interesse para a odontologia, como o mecanismo de ação dos fármacos, a farmacologia da dor, da inflamação e da infecção.
Professor Tempo de Casa Lattes
KAREN CHERUBINI 27 anos e 4 meses Link
MARIA MARTHA CAMPOS 14 anos e 5 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Farmacologia Básica
COD Carga Horária Descrição
63379-01 0 Conceitos básicos em mecanismos moleculares das interações drogas-alvo, com ênfase em drogas que moculam a sinalização intracelular e as respostas celulares. Estrutura e função de receptores, vias de transdução de sinal. Discussões de artigos científicos, estudando exemplos de drogas que atuam em vias de sinalização celular.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Farmacologia da Inflamação
COD Carga Horária Descrição
23394-02 30 A presente disciplina tem por objetivo abordar vários aspectos relacionados com a farmacologia da inflamação, a saber: aspectos bioquímicos e moleculares dos eventos inflamatórios, com ênfase em modulação farmacológica. Serão contempladas as principais alterações vasculares e celulares em resposta a diferentes estímulos. Como tópicos de interesse, destacam-se: (1) o estudo de mediadores da resposta inflamatória, incluindo aqueles derivados de mastócitos (histamina e serotonina), mediadores lipídicos (prostanóides e leucotrienos), mediadores peptídicos (bradicinina e neurocininas), citocinas e fatores de crescimento, fatores quimiotáticos, mediadores do sistema complemento, óxido nítrico, entre outros; (2) componentes da fase de resolução inflamatória, envolvendo mediadores endógenos relacionados ao restabelecimento da homeostase e reparo tecidual; (3) principais grupos de células envolvidos nas várias fases da inflamação e conexão com a resposta imune; (4) principais receptores e rotas de sinalização, bem como, componentes dos sistemas de transdução intracelular; (5) inflamação associada com infecção e resposta inflamatória sistêmica; (6) correlação entre inflamação e câncer; (7) aspectos regulatórios da transcrição de moléculas implicadas na resposta inflamatória; (8) estudo dos mecanismos de ação dos principais fármacos utilizados no tratamento da inflamação; (9) Doenças inflamatórias crônicas.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
CTBMF MESTRADO Não Obrigatória
CTBMF DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Cognição Humana MESTRADO Não Obrigatória
Cognição Humana DOUTORADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora MESTRADO Não Obrigatória
Dentística Restauradora DOUTORADO Não Obrigatória
Endodontia MESTRADO Não Obrigatória
Endodontia DOUTORADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Estomatologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção MESTRADO Não Obrigatória
Materiais Dentários - em extinção DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial MESTRADO Não Obrigatória
Ortodontia e Ortopedia Facial DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Prótese Dentária MESTRADO Não Obrigatória
Prótese Dentária DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Clínica DOUTORADO Não Obrigatória
Psicologia Social MESTRADO Não Obrigatória
Psicologia Social DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Diagnóstico e Terapêutica Aplicadas Avalia e compara métodos de diagnóstico complementares aplicados à CTMBF. Analisa os resultados de terapêutica medicamentosa aplicada à CTBMF. Seleciona as terapêuticas medicamentosas e/ou cirúrgicas indicadas em traumatismos ou patologias bucomaxilofacial.
Crescimento, desenvolvimento e deformidades craniofaciais Estudos que fundamentam o diagnóstico e o tratamento cirúrgico dos pacientes em desenvolvimento craniofacial e que apresentam deformidades congênitas ou adquiridas.
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Processos Cognitivos Básicos e Aplicados Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo básico e aplicado da cognição humana. A principal teoria de apoio é a Psicologia Cognitiva amparada pelos pressupostos do método experimental.
Psicobiologia, Neuropsicologia e Comportamento Esta linha de pesquisa se dedica ao estudo da relação entre mecanismos psicobiológicos e neurocognitivos relacionados ao comportamento.
Sistemas Adesivos Ensaios mecânicos de resistência de união de sistemas adeisvos aplicados sobre superfícies dentárias e materiais odontológicos tais como: resina composta, cerâmicas e fibra de vidro. Estudos in situ e in vivo relacionados ao testes de sistemas adesivos
Tecnologia e técnicas restauradoras Tem como objetivo desenvolver estudos na área de laser, elementos finitos, ensaios mecânicos de materiais restauradores aplicados em preparos cavitários e a investigação do potencial de novas tecnologias que possam ser incorporadas em técnicas.
Etiopatogênese e tratamento das doenças periodontais e periapicais Busca compreender processos moduladores da instalação e progressão das doenças inflamatórias responsáveis pela destruição pulpar, periapical e periodontal, relacionando-as com desfechos sistêmicos.
Métodos de Diagnóstico em Estomatologia Visa o estudo das enfermidades da região bucomaxilofacial e suas repercussões através dos diferentes métodos de diagnóstico a elas aplicáveis, bem como, o aprofundamento e aquisição de novos métodos para o diagnóstico clínico, laboratorial e imageológico.
Enfermidades da região bucomaxilofacial - estudos clínicos, imunológicos e anátomo-patológicos Visa a investigação através de estudos clínicos e de laboratório, a etiopatogenia das enfermidades que acoetem a cavidade bucal, bem como suas repercussões.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Crescimento, desenvolvimento, diagnóstico e terapêutica aplicada Estudos que fundamentam o diagnóstico, o planejamento e tratamento ortodôntico e ortopédico facial.
Materiais ortodônticos e biocompatibilidade Estudos comparativos de materiais biocompatíveis odontológicos com ênfase aos de interesse na área de ortodontia apoiados em recursos disponíveis em recursos disponíveis junto às Faculdades de Biociências, Química, Farmácia e Instituto de Toxicologia.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Desordens Craniomandibulares Estuda as alterações provocadas por distúrbios oclusais e diretamente sobre as articulações temporomandibulares e avalia, juntamente, com sinais e sintomas, os meios mais adequados para a sua resolução.
Técnicas e Aparelhos em Odontologia Estuda as diversas técnicas e aparelhos, fixos e removíveis, de acordo com as situações clínicas.
Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica A linha de pesquisa Teorias, Técnicas e Intervenções em Psicologia Clínica reúne seis grupos de pesquisadores que investigam, ao longo do ciclo vital, processos de avaliação e tratamento psicológico, através de teorização psicanalítica e cognitivo-comportamental, utilizando-se de delineamentos quantitativos, qualitativos e mistos; outra área de interesse é a construção e adaptação de instrumentos de avaliação psicológico.
Psicologia Social da Saúde: sujeito, grupos, instituições Os grupos de pesquisa desta linha de pesquisa têm por objetivos o estudo e pesquisa voltados às dimensões psicossociais da saúde, aos processos e organizações grupais e às relações institucionais entre sujeitos, grupos e instituições visando compreender os processos de saúde/adoecimento em diferentes contextos sociais. As abordagens teórico-metodológicas baseiam-se em Psicologia Social Cognitiva, Epidemiologia Social e Sistêmicas Complexas, articuladas às diferentes perspectivas teóricas da Psicologia e outros campos de conhecimento.
Processos Psicossociais: Identidades, práticas e contextos Os grupos de pesquisa desta linha têm por objetivos produzir pesquisas voltadas ao estudo de processos psicossociais, em uma perspectiva sócio-histórica. Para tanto, trabalham com temáticas relativas a marcadores identitários contemporâneos que articulam relações entre tempo, espaço e imaginário. Os focos de interesse estão nas diferentes possibilidades de expressão/significação da cultura na vida cotidiana associados à geração de perspectivas de compreensão e análise.
Formação do Professor e Profissão Docente Saúde
COD Carga Horária Descrição
73399-02 30 Percurso histórico da formação docente e do surgimento de escolas; Revisão sobre o processo ensino/aprendizagem/avaliação; Cenário da sala de aula, aproveitamento do espaço e método na aquisição do conhecimento; Reforço ao pensamento teórico e crítico da educação na área da saúde.
Professor Tempo de Casa Lattes
IVAN CARLOS FERREIRA ANTONELLO 40 anos e 11 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Formação e Informação em Pesq. Nefrológica
COD Carga Horária Descrição
33345-02 30 A formação de pesquisadores e professores demanda profundo domínio do método científico e desenvolvimento de investigação científica, aliado a um comportamento eticamente correto. A disciplina servirá como importante fator para o aperfeiçoamento dos alunos na metodologia científica e será ministrada da seguinte forma: Apresentação e discussão de projetos e execução da pesquisa, Revisão de publicações chaves da literatura, Seminários do grupo da nefrologia, Desenvolvimento de métodos e técnicas, Avaliação das publicações e temas de congressos, Auditoria dos projetos de pesquisa pelos professores da cadeira e convidados externos de outras áreas de concentração (Comitê avaliador de projetos).
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Fundamentals Of Medical Imaging Technologies: An Interdisciplinary Approach
COD Carga Horária Descrição
1932C-03 45 The course will provide a comprehensive overview of the most relevant diagnostic imaging modalities used in radiology and nuclear medicine, covering both clinical and technical aspects, throughout an interdisciplinary approach. The course will introduce the physical principles underlying different medical imaging modalities along with examples of specific applications. The basic principles of digital image processing, including common terminology and the components that define image quality will be discussed. The ongoing research and new developments in molecular and hybrid imaging modalities will be discussed.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Não Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Gestão de Projeto de Pesquisa
COD Carga Horária Descrição
63336-02 30 Disciplina que aborda os princípios da elaboração e desenvolvimento de projetos de pesquisa, com destaque para aspectos da viabilidade especialmente no período do mestrado ou doutorado. (Aspectos de viabilidade: interesse no tema proposto, disponibilidade de tempo, mínima dependência de terceiros, amostra viável, tamanho amostral, disponibilidade de recursos e financiamento). Fornece os parâmetros básicos para planejamento, redação e desenvolvimento da pesquisa.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Imunologia Básica e Pesquisa
COD Carga Horária Descrição
33326-02 30 A disciplina tem como objetivos gerais fornecer a você conhecimentos básicos de Imunologia e permitir a atualização no que se refere ao enorme progresso do conhecimento vivenciado no âmbito da Imunologia Clínica nos últimos anos. Você será capaz no final do curso de entender os processos imunológicos fundamentais determinantes das defesas do indivíduo normal e dos fenômenos de inflamação e auto-imunidade, bem como reconhecer as associaçðes entre doenças e bagagem genéticas, principalmente no que concerne ao sistema de histocompatibilidade humano. Você estará apto a ler um artigo de Imunologia sem mais pensar que aquilo tudo é grego!
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Medicina Molecular
COD Carga Horária Descrição
33341-02 30 O desenvolvimento da tecnologia do DNA recombinante, a partir da década de 70, tornou possível o entendimento das bases moleculares do genoma celular. Isto propiciou a compreensão de uma série de fenômenos ligados a replicação, transcrição e tradução das moléculas informacionais, abrindo caminho para o melhor entendimento do funcionamento celular em situações normais e em situações patológicas. Por outro lado, tais desenvolvimentos estabeleceram novos métodos laboratoriais para o diagnóstico de diversas patologias, muitas das quais completamente desconhecidas. Como exemplo, podemos citar o desenvolvimento de novas drogas para o tratamento racional de uma série de doenças. A disciplina de Medicina Molecular a ser ministrada aos alunos do Curso de Pós-Graduação em Clinica Médica e Ciências da Saúde da Faculdade de Medicina da PUCRS pretende dar continuidade às disciplinas básicas ministradas durante o curso de graduação em Medicina, tais como: microbiologia, imunologia, genética e bioquímica, introduzindo novos conceitos que surgiram nas últimas décadas em conseqüência do rápido desenvolvimento e aplicação de tal tecnologia na área da saúde. As novas áreas como vacinas de DNA e terapia gênica serão discutidos. O objetivo da disciplina é fornecer aos alunos os conhecimentos mínimos necessários na área de biologia molecular e biotecnologia para que os mesmos possam avaliar os artigos disponíveis na literatura científica relacionados com suas áreas de interesse, com uma visão mais crítica sobre o assunto.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Metodologia da Pesquisa Médica
COD Carga Horária Descrição
33301-02 30 Elementos sobre o método científico. Fundamentos para o planejamento de uma pesquisa epidemiológica. O funcionamento da pesquisa epidemiológica. Escolha do tema de pesquisa e hipótese. Apoio à pesquisa: elementos e habilidades que devemos ter para a prática da pesquisa. Os delineamentos de pesquisa mais comuns. Selecionando os sujeitos e realizando as medidas. Fundamentos de Bioestatística. Cálculo do tamanho de amostra. Questionários, instrumentos de coleta e o banco de dados. Implementando o estudo: vieses mais comuns. Analisando os dados, apresentando os resultados e elaborando o relatório final.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Obrigatória
Neurociências MESTRADO Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Metodologia de Avaliação em Pesquisa
COD Carga Horária Descrição
63339-02 30 O entendimento dos conceitos básicos de bioestatística é fundamental para o planejamento, coleta, avaliação e interpretação dos dados obtidos em pesquisas na área da saúde. Desse modo, essa disciplina visa qualificar o aluno para a descrição, análise básica e apresentação de dados de pesquisa.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica MESTRADO Não Obrigatória
Gerontologia Biomédica DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Pediatria MESTRADO Obrigatória
Pediatria Doutorado Interinstitucional Obrigatória
Pediatria DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Aspectos biológicos no envelhecimento Estudo das características biológicas básicas que participam do processo de envelhecimento nos níveis molecular, celular, bioquímico, genético e evolutivo, bem como a sua interação com os fatores ambientais em modelos animais e em seres humanos.
Aspectos clínicos e emocionais no envelhecimento Estudo do envelhecimento normal e patológico, enfocando as principais doenças e disfunções que acometem os idosos, o impacto das mesmas na qualidade de vida, autonomia e independência dos idosos, os aspectos preventivos, clínicos, terapêuticos e sociais das síndromes geriátricas.
Aspectos socioculturais, demográficos e bioéticos no envelhecimento Estudo sobre a influência social, cultural e demográfica no envelhecimento, os mitos em relação à velhice, a percepção do envelhecimento em diferentes culturas e sociedades, a feminilização da velhice, a aposentadoria, a institucionalização, as políticas sociais voltadas aos idosos, a perspectiva do envelhecimento ativo, bem como o estudo das inter-relações existentes entre a Ética, a Moral e o Direito (privacidade e confidencialidade, finitude, alocação de recursos escassos, respeito à pessoa e tomada de decisão, abuso de idosos e pesquisa com idosos).
Envelhecimento e Saúde Pública Visa estudar epidemiologicamente a saúde dos idosos, incluindo os longevos, para conhecer suas condições de vida, saúde e atenção à saúde recebida e percebida por esta faixa populacional. Busca-se a avaliação dos serviços de atenção básica e secundária de saúde, criar instrumentos de monitoramento do acesso, das rotinas de atendimento e da atenção prestada aos idosos e longevos nos serviços de saúde pública. Inclui ainda investigação da história natural das doenças e condições relacionadas à saúde, prevenção e vigilância em saúde, considerando variáveis sócio-demográficas, indicadores de saúde, estilo de vida, capacidade funcional, competências psicossociais e qualidade de vida.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Asma: epidemiologia, genética e estudo de mecanismos básicos Epidemiologia da asma em diferentes populações.
Infecções respiratórias Etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e manejo das infecções respiratórias de alto impacto na população pediátrica.
Células tronco e doenças neurodegenerativas Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células-tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Intervenções Diagnósticas e Terapêuticas no Recém-Nascido Crítico Intervenções em doenças respiratórias neonatais, doenças infecciosas e nos distúrbios da nutrição.
Epilepsia Clínica e Experimental : impacto das epilepsias no SNC em desenvolvimento Estudo das síndromes epilépticas que iniciam durante a infância  incluindo etiologia, fisiopatogenia, caracterização de síndromes específicas, investigação complementar, comorbidades, tratamento (clínico e cirúrgico) e avaliação/desenvolvimento de novos fármacos antiepilépticos. Na abordagem experimental utiliza-se modelo de eletrofisiologia e imunohistoquímica “in vitro” e “in vivo”, além de modelo para verificar os efeitos de crises convulsivas precoces no SNC em desenvolvimento.
Epidemiologia clínica aplicada à saúde da criança Estuda a validade de sinais, sintomas e testes de rastreio e diagnóstico; e indicadores epidemiológicos de doenças e agravos da infância, tais como incidência, prevalência e mortalidade, relacionando-os com fatores etiológicos e prognósticos.
Prematuridade: impacto no desenvolvimento pulmonar e resposta imune Crescimento e desenvolvimento pulmonar, concentrando-se nos efeitos diretos e indiretos da prematuridade no pulmão.
Epigenética e Mecanismos Moleculares do Estresse no Desenvolvimento Investigar mecanismos epigenéticos e moleculares relacionados ao desenvolvimento neurocognitivo e comportamental após exposição a estresse precoce.
Fibrose Cística e doenças crônicas pulmonares Epidemiologia, genética diagnóstico e terapêutica das doenças pulmonares da infância.
Imunologia tumoral Pesquisa sobre imunologia tumoral
Avaliação funcional e reabilitação em doenças respiratórias crônicas Pesquisa na área da avaliação funcional e reabilitação de pacientes com doenças crônicas, como a fibrose cística e a asma. Foca em aspectos como a atividade física e o sedentarismo, a função pulmonar, o desenvolvimento músculo-esquelético, a obesidade e a qualidade de vida.
Neuropsicobiologia do Desenvolvimento Estudo da ontogênese e bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central. Avalia, através da polissonografia, as modificações fisiológicas e idade gestacional dependentes e a influência dos distúrbios neurológicos neonatais no processo de organização da atividade elétrica cerebral. Avalia o seguimento neurológico de recém nascidos prematuros, considerando os efeitos da prematuridade no desenvolvimento neuropsicomotor. Avalia o seguimento de neonatos a termo com patologias infecciosas congênitas e encefalopatia hipóxico-isquêmica. Inclui estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância
Resposta imune a infecções respiratórias virais Resposta imune a infecções respiratórias virais
Estresse e desenvolvimento Estuda os mecanismos e o desenvolvimento de possíveis terapias para prevenção e/ou tratamento dos efeitos provocados por intervenções no início da vida e suas repercussões no desenvolvimento do organismo. Utiliza-se de recursos da pesquisa experimental para o estudo do estresse, da inflamação, de doenças respiratórias, do desenvolvimento de sistemas, da atividade física e de suas relações com os efeitos, ao longo da vida, de alterações perinatais. 
Teratologia neurocomportamental Avaliação da repercussão de intervenções em fases iniciais do desenvolvimento sobre mecanismos neuroquímicos e reflexos sobre o comportamento na fase juvenil e adulta utilizando modelos animais. 
Neuroinflamação e neuroimunologia Pesquisas sobre o papel da inflamação e do sistema imune em doenças neurológicas. Investigação de fatores genéticos e ambientais. Desenvolvimento de modelos experimentais, pesquisa sobre biomarcadores, processos neurodegenerativos, avaliação cognitiva e neuroimagem (ressonância magnética e medicina nuclear) em doenças como esclerose múltipla, neuromielite óptica, doença associada ao anti-MOG, encefalomielite disseminada aguda (ADEM) e encefalites autoimunes.
Aspectos clínicos, epidemiológicos e humanos do paciente pediátrico criticamente enfermo A linha destina-se a estudar todos os aspectos relacionados a terapêutica, prognóstico e humanização em Unidades de Terapia Intensiva Pediátricas e Emergência. Inclui ainda, estudo de aspectos que se referem aos profissionais e processos gerenciais envolvidos no âmbito dessas unidades. 
Modelos Celulares e Ferramentas para Estudos In Vitro
COD Carga Horária Descrição
1931C-02 30 A rápida evolução da tecnologia médica e os novos pensamentos conceituais no campo da biologia aumentaram a necessidade da especialização do profissional da saúde na área da biologia celular e molecular. O campo de estudo da medicina celular e molecular é muitas vezes referido como a “medicina do amanhã”. O estudo dessa linha inovadora da medicina tem como objetivo fornecer uma compreensão de como os processos celulares normais alteram-se, falham ou são destruídos por insultos ambientais ou doenças, apresentando ferramentas disponíveis não somente para compor o trajeto translacional “da bancada para o leito” mas também atender a demanda de perguntas clínicas devolvendo entendimento e direcionamento terapêutico a partir de bases moleculares e celulares. O mapeamento do genoma humano e a ascensão das células-tronco pluripotentes induzidas (iPSC) foram quebras de paradigma na história de medicina moderna. Tecnologias avançadas, como análises de alto rendimento (sequenciamento, microarranjos e proteômica), silenciamento seletivo de genes e o uso de modelos celulares como linhagens, cultura primária e iPSC, nos permitem entender os mecanismos de genes, proteínas e vias de sinalização envolvidas na formação ou progressão de doenças, fornecendo uma base de compreensão totalmente nova dos sistemas biológicos e gerando possíveis hipóteses para o entendimento das patologias, além da possibilidade de geração de plataformas para testes de novas alternativas terapêuticas.
Professor Tempo de Casa Lattes
DANIEL RODRIGO MARINOWIC 1 ano e 5 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Métodos Laboratoriais Aplicados a Pesq.
COD Carga Horária Descrição
7331B-02 30 Estudo das principais técnicas laboratoriais, analisando seus princípios de funcionamento, suas limitações, interferentes e aplicação na pesquisa.
Professor Tempo de Casa Lattes
JARBAS RODRIGUES DE OLIVEIRA 46 anos e 11 meses Link
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrgica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Cirúrgica DOUTORADO Não Obrigatória
Clínica Médica MESTRADO Não Obrigatória
Clínica Médica DOUTORADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular MESTRADO Não Obrigatória
Farmacologia Bioquímica e Molecular DOUTORADO Não Obrigatória
Nefrologia MESTRADO Não Obrigatória
Nefrologia DOUTORADO Não Obrigatória
Neurociências MESTRADO Não Obrigatória
Neurociências DOUTORADO Não Obrigatória
Linha de Pesquisa Descrição
Terapia Celular(Modelos clínicos e experimentais, regeneração e engenharia tecidual, células tronco) Estudo de modelos clínicos e experimentais do desenvolvimento de terapias com células tronco, regeneração nervosa e utilização de células tronco em cirurgia.
Obesidade e Síndrome Metabólica Pesquisa na área de obesidade e síndrome metabólica com desdobramento nas co-morbidezes envolvidas ou relacionadas com as patologias citadas.
Nervos Periféricos(Modelos clín e exp, regeneração nervosa, fatores de crescimento, células tronco) A Engenharia Tecidual (ET) estuda novas formas de produção tecidual para utilização em cirurgias reconstrutivas. A ET compreende todos os métodos e esforços para criar ou induzir a formação de tecidos em um local específico.
Aspectos Epidemiológicos, Clínico-patológicos, Radiológicos e Moleculares de Neoplasias Malignas Nas últimas décadas, esforços tem sido feitos para elucidar a biologia do câncer. Neoplasias malignas se caracterizam por uma ampla heterogênea do ponto de vista clínico, patológico e molecular determinando diferentes desfechos clínicos e respostas às terapias oncológicas. Pouco se conhece sobre a epidemiologia e biologia de neoplasias malignas na população brasileira. Além disto, condutas, muitas vezes ainda não acessíveis no amplo cenário nacional, são baseadas em grandes estudos internacionais que pouco representam nossa população. A presente linha de pesquisa visa caracterizar os pacientes com neoplasias malignas nos seus diferentes estágios clínicos e avaliar o desfecho clínico dos mesmos avaliando variáveis clínicas, histopatológicas, radiológicas e moleculares. Estudos nesta área poderão responder importantes questões ainda controversas junto a comunidade científica. Da mesma forma, a identificação de tais fatores clínicos que possam definir prognóstico ou servirem de biomarcadores de resposta aos tratamentos de alto custo atualmente disponíveis, poderão ter impacto na instituição de protocolos assistenciais visando medicina personalizada, reduzindo custo do tratamento e melhorando desfechos clínicos na população brasileira. Para o desenvolvimento das pesquisas em oncologia, contamos com a utilização do BIOBANCO – PUCRS que permite o armazenamento de matérias biológicos e das respectivas características clínico-patológicas de pacientes com câncer. A construção de um grande banco de dados, que conta com a integração multidisciplinar e atualização prospectiva, nas diferentes neoplasias malignas permitirá o desenvolvimento de projetos de pesquisa abordando os diferentes aspectos da doença neoplásica: epidemiologia, biomarcadores clínico-patológicos, radiológicos ou moleculares como fatores prognósticos ou preditivos de resposta às diferentes terapias oncológicas utilizadas na prática clínica.
Cirurgia Videolaparoscópica Avaliar as vantagens dos procedimentos realizados por técnicas menos evasivas.
Inovações Tecnológicas na Área da Saúde Atualmente, observamos em todo o mundo o rápido desenvolvimento de tecnologias, procedimentos e medicamentos voltados para o tratamento mais eficaz de doenças e restabelecimento da saúde. Este passo acelerado com que o conhecimento médico progride faz com que seja necessária a criação de uma nova mentalidade na formação médica, estimulando a curiosidade, a busca ativa pelo conhecimento e a atualização constante. O número e a complexidade dos processos científicos que levam a esta evolução também são merecedores de atenção, tanto pela necessidade de formação para a compreensão dos mesmos, quanto pela oportunidade de trabalho que eles representam para os médicos em geral.
Pneumologia/Óxido nítrico expirado e outros marcadores de inflamação Avaliar o papel do óxido nítrico expirado como marcador de inflamação.
Biologia molecular, imunologia e células tronco Estudo das alterações moleculares dos tumores, principalmente do aparelho digestivo e respiratório através de técnicas de PCR em tempo real, imunohistoquímica, citometria de fluxo e cultura de células. Estudo de Terapia Celular e Engenharia de Tecidos.
Cardiologia/Fatores de risco e fatores genéticos nas doenças cardiovasculares Avalia fatores de risco para cirurgia cardiovascular através de marcadores; fatores de risco tradicionais (dislipidemias,hipertensão arterial,diabete,tabagismo) e potenciais emergentes (aplipoproteína B,LDL pequenas e densas) na doença arterial coronariana.
Cardiologia/Terapia Celular Tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança do implante autólogo de células-tronco da medula óssea em pacientes portadores de miocardiopatia dilatada e em pacientes com infarto agudo do miocárdio
Pneumologia/Tabagismo e doenças tabaco relacionadas Estudar os determinantes dos desfechos, sucesso/fracasso no abandono do tabagismo; avaliar o papel da genética na experimentação,manutenção e cessação do fumo; testar a eficácia de diferentes esquemas terapêuticos.
O estudo do abdômen do adulto e idoso sadio e doente com novas tecnologias em diagnóstico por imagem Primeiramente, o objetivo deste campo de pesquisa é determinar a apresentação dos diferentes órgãos abdominais em modalidades de imagem avançadas, tais como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons. Objetiva-se determinar a apresentaçaõ anatômica normal destes órgãos e tecidos e suas variações anatômicas, possibilitando diferenciar os indivíduos normais dos indivíduos doentes. Com isto, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a anatomia normal do abdômen e sua variação anatômica demonstrada através de novas tecnologias por imagem. Através desta linha de pesquisa pretende-se, também, determinar a acurácia diagnóstica por imagem das doenças do trato gastrintestinal e do aparelho urinário. Objetiva-se permitir um diagnóstico mais precoce e preciso das doenças do paciente adulto e idoso, aumentando a sobrevida destes indivíduos. Pretende-se formar pesquisadores e professores que queiram trabalhar nesta linha de pesquisa que trata de doenças cada vez mais prevalentes na nossa população.
Epidemiologia Clínica Desenvolver pesquisas no contexto da epidemiologia clínica que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisas que contribuam para o avanço na identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Imagem funcional e molecular do corpo A imagem funcional é o estado-da-arte na medicina diagnóstica por imagem. A Ressonância Magnética deu seu grande salto nessa direção através das técnicas de aquisição ultra-rápidas, que permitiram medir as variações no nível de consumo de oxigênio decorrentes do efeito BOLD e estimativa da celularidade dos tecidos pela técnica de difusão. O PET possibilitou à Medicina Nuclear medir o nível de consumo de glicose no tecido, utilizando a radiação ionizante. Sua principal aplicação consiste na investigação de tumores e metástases, que naturalmente têm aumentado o consumo de glicose devido ao maior nível metabólico. Mais recentemente, o PET Dinâmico tem permitido avaliar o consumo de glicose em função do tempo e medir de forma mais precisa as regiões mais ativas.
Epidemiologia e Saúde Ambiental Desenvolver pesquisa no contexto da epidemiologia e saúde ambiental que enfoquem aspectos metodológicos e clínicos. Esta linha de pesquisa busca estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa que contribuam para o avanço da identificação, na intervenção e na promoção dos determinantes do processo saúde-doença na população humana.
Avaliação dos Mecanismos Envolvidos em Alterações Inflamatórias e Nociceptivas Estudo dos mecanismos envolvidos em alterações inflamatórias e nociceptivas.
Desenvolvimento de Drogas Esta linha visa o desenvolvimento de drogas anti-negligenciadas (para terapia de tuberculose e malária) e o desenvolvimento de drogas anti-doenças crônico degenerativas.
Neurofarmacologia Pré-Clínica Estudo da Neurofarmacologia Pré-Clinica.
Avaliação de alvos farmacológicos no tratamento do câncer Avaliação de Alvos Farmacológicos no Tratamento de câncer
Avaliação de mecanismos neuroquímicos e farmacológicos em doenças neurológicas Estudo das vias neuroquímicas e de alvos farmacológicos em doenças neurológicas.
Formação e Desenvolvimento Docente na Saúde Esta linha possibilitará a produção de pesquisas científicas e tecnológicas e a formação de mestres, doutores e estágio pós-doutoral na área do Ensino na Saúde.
Diálise extra-renal e transplante Esta linha visa o estudo das diferentes modalidades de substituição da função renal, com ênfase no transplante de órgãos especialmente no que se refere à imunologia dos transplantes.
Nefrologia Clínica e Hipertensão Arterial Estudos relacionados a diversos aspectos da clínica nefrológica, função renal, hipertensão arterial, doenças renais e metabólicas.
Metabolismo Celular e Transporte de Membrana em doenças renais e metabólicas Estudo dos mecanismos fisiopatogênicos moleculares de diversas doenças renais e metabólicas.
Mecanismos de Consolidação da Memória Papel do sistema histaminérgico central na amígdala basolateral e no hipocampo na consolidação de memória aversiva e não-aversiva. Influencia do tratamento com um inibidor da histidina descarboxilase.
Neurologia do Desenvolvimento Estudo da Ontogênese e Bioeletrogênese do Sistema Nervoso Central (aspectos clínicos e modelo animal), estudo do sono e seus distúrbios através da avaliação de características clínicas e neurofisiológicas constituindo a base para compreensão da medicina do sono na infância, desenvolvimento normal e anormal na primeira infância.
Neurologia/Células tronco Avaliar a possibilidade de recuperação de lesões neurológicas centrais e periféricas, resultantes de doenças neurodegenerativas, com células tronco somáticas, bem como estudar os mecanismos de recuperação estrutural e funcional de lesões.
Componentes Colinergicos versus Não-Colinergicos da memória Determinar quais são os componentes dos déficits de memória observáveis em camundongos transgênicos incapazes de expressar o transportador rápido de acetilcolina hipocampal em diferentes graus. Isto tem aplicação mo tratamento da doença de Alzheimer com drogas pro-colinérgicas ou outras.
Neurologia do Comportamento Neuropsiquiatria Neurobiologia das doenças psiquiátricas e das alterações comportamentais nas principais doenças neurológicas.
Neuroimagem da Cognição Humana Desenvolvimento de novas técnicas de análise de neuroimagens e estudos das bases neurais de processos cognitivos superiores (por exemplo, compreensão e aquisição da linguagem, funções executivas, raciocínio espacial).
Marcação Sinaptica da Extinção da Memória A geração de LTP fraca num dendrito de células piramidais do hipocampo pode ser potenciada pela LTP produzida a distancia num outro dendrito. o Fênomeno se chama "synaptic tagging" e deve-se à marcação da primeira sinapse por uma proteina local (tag) que atrai outra gerada pela segunda sinapse (capture).
Atividade Neurotóxica de Ureases e Peptídeos Derivados Estudo da atividade neurotóxica e pró-inflamatória de ureases de diferentes organismos; 2)Metodologias de estudos de neurotoxicidade com utilização de insetos-modelos; 3)Ureases como fatores de virulência de microrganismos patogênicos, em especial as bactérias Helicobacter pylori e Proteus mirabilis, e leveduras do complexo Cryptococcus.
Neuroinflamação/Esclerose Múltipla/Neuromielite Óptica A inflamação em doenças neurológicas pode ter um envolvimento primário na fisiopatologia de doenças imunomediadas do sistema nervoso tais como a esclerose múltipla, neuromielite óptica, encefalite disseminada aguda (ADEM – acute demyelinating encephalomyelitis), síndrome de Guillain-Barré, encefalites autoimunes e algumas complicações neurológicas decorrentes diretamente ou indiretamente de infecções virais e bacterianas (p.ex. meningoencefalites). Em outras, a inflamação desempenha um papel importante, mas menos claro como no acidente vascular cerebral e em doenças degenerativas do sistema nervoso central. A desregulação do sistema imune, seja ela transitória ou duradoura, pode induzir lesões no cérebro, medula espinhal e nervos periféricos que causam dano neuronal permanente com risco de sequelas e incapacidade permanente. Através de métodos avançados de biologia molecular associada à avaliação clínica e de imagem (ressonância magnética, medicina nuclear), realizamos pesquisas que buscam entender os mecanismos intrínsecos e extrínsecos que causam um aumento de substâncias pró-inflamatórias como citoquinas, quimiocinas, produção de autoanticorpos, ativação de complemento, proliferação / maturação de linfócitos T e B autorreativos, ativação da microglia e alteração da barreira hematoencefálica. Além disso, desenvolvemos pesquisas para a identificação de biomarcadores específicos para cada doença que podem ajudar na melhor definição do diagnóstico / prognóstico e de modelos animais experimentais para o estudo da fisiopatologia e intervenções terapêuticas inovadoras.
Epilepsia na Infância Epilepsia na Infância.
Epilepsia Estudos clínico-eletrencefalográficos, farmacológicos, de neuroimagem e cirúrgicos no universo da epilepsia são contemplados nesta linha de pesquisa. O intenso envolvimento do Hospital Universitário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) com o diagnóstico, tratamento clínico e cirurgia de epilepsia abre interessantes perspectivas de investigação, buscando refinamento diagnóstico, novas opções de tratamento e correlação de síndromes epilépticas com alterações estruturais cerebrais.
Métodos Quantitativos em Pesquisa Médica
COD Carga Horária Descrição
73397-02 30 Introdução à Estatística Médica; destatísticas descritivas; comparação de dados numéricos em grupos independentes ou emparelhados (t, ANOVA e não-paramédicos); correlação (Pearson/Spearman) e regressão linear simples; comparação de dados categóricos (qui-quadrado, exato de Fisher, distribuição binomial para intervalos de confiança), medidas de associação e seus intervalos de confiança.
Sem oferecimento no semestre corrente
Área de Concentração Tipo Obrigatoriedade
Clínica Cirúrg