Apresentação

O Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde foi aprovado pelo COCEP e pelo conselho universitário em 1987. Em 1993 recebeu a aprovação do Grupo Técnico Consultivo da CAPES iniciando a primeira turma de mestrado em março de 1994. Em 1999, o curso de doutorado também foi aprovado pela CAPES e iniciou a primeira turma em março de 2000. Em outubro de 2000, passou a denominar-se “Programa de Pós-Graduação em Clínica Médica e Ciências da Saúde” acolhendo profissionais das áreas biomédicas e biológicas. Em 2003, foi incluída a área de concentração em Clínica Cirúrgica e o Programa passou a denominar-se “Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde”. O programa é estruturado em cinco áreas de concentração denominadas Clínica Médica, Clínica Cirúrgica, Farmacologia Bioquímica e Molecular, Nefrologia e Neurociências. Visando a criação de um programa interdisciplinar, todas as áreas de concentração incluem profissionais de diversas ciências do conhecimento e integram professores Faculdade de Medicina e outras unidades da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

O Programa obteve conceito 6 nas avaliações CAPES (2004-2006 e 2007-2009). A partir dessas avaliações, a coordenação e os professores criam uma série de metas para alcançarmos a excelência em todos os itens aferidos. Todo o esforço realizado foi válido, pois na trienal de 2010-2013 Pós-Graduação em Clínica Médica e Ciências da Saúde atingiu a nota 7.

Objetivo Geral

O principal objetivo do Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde é promover a formação de professores e pesquisadores altamente qualificados para o exercício das atividades de ensino, pesquisa e desenvolvimento em diferentes áreas da medicina e das ciências da saúde. Capazes de enfrentar novos desafios científicos com independência intelectual, contribuindo para o progresso científico, tecnológico, econômico e social do Brasil como nação independente, imersa em um mundo globalizado em rápida evolução.

Objetivo Específico

O Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde, mediante uma equipe interdisciplinar de docentes e discentes e com o apoio de pesquisadores nacionais e internacionais de diferentes cursos e instituições, realiza projetos diversificados visando ao intercâmbio de conhecimentos no meio científico e à aplicação dos avanços da pesquisa básica e clínica com caráter inovador em benefício à comunidade. Em outras palavras, objetivamos transferir a outros centros universitários e à comunidade a experiência adquirida em pesquisa básica e pesquisa clínica.

Público Alvo

O Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde tem como público alvo profissionais formados na área da saúde e afins como médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, biomédicos, educadores físicos, biólogos entre outros.

O curso é estruturado na forma de áreas de concentração: Clínica Cirúrgica, Clínica Médica, Farmacologia Bioquímica e Molecular, Nefrologia e Neurociências, todas compostas por professores pesquisadores altamente qualificados.
A estrutura curricular possui disciplinas básicas de metodologia da pesquisa, epidemiologia, bioestatística, metodologia do ensino, leitura e escrita de artigo e ética/bioética. Adicionalmente, cada área de concentração oferece disciplinas específicas que são relacionadas às linhas de pesquisa desenvolvidas no programa, e que instrumentalizam o aluno no seu projeto de pesquisa. O Programa estimula uma construção individualizada da grade curricular de cada aluno, proporcionando que o discente e o professor definam as disciplinas poderão ser cumpridas dentro ou fora do Programa para uma melhor qualificação da pesquisa a ser realizada e da formação docente.

Os docentes permanentes possuem envolvimento com alunos da graduação, têm produção científica expressiva e integração com grupos de pesquisa nacionais e internacionais.
A mobilidade do corpo discente é bastante incentivada dentro dos projetos PDSE (doutorado sanduíche no exterior), PEC PG e PROCAD, assim com a recepção de alunos para realização de pós-doutorado.
O Programa encontra-se em contínua avaliação interna em relação à qualidade da produção científica dos professores orientadores, à renovação de corpo docente e à reavaliação de disciplinas e linhas de pesquisa.

Está situado dentro do complexo da área de Saúde da PUCRS apresentando interação com o Hospital São Lucas, o Instituto de Pesquisas Biomédicas, o Laboratório de Habilidades Práticas e o Instituto do Cérebro (INSCER).

Conceito Capes: 6
Mestrado: 24 créditos
Doutorado: 36 créditos
Mestrado: mínimo de 12 e máximo de 30 meses
Doutorado: mínimo de 24 e máximo de 54 meses