19/07/2018 - 16h37

Mudanças nas unidades básicas de medidas – Ampere segue com indecisão, mas anúncio deve sair na CGPM

Pela primeira vez em mais de 50 anos, as unidades de medidas da forma como conhecemos estão passando por uma grande mudança. Novas propostas, que têm possibilidade de serem expostas na Conferência Geral sobre Pesos e Medidas (CGPM), em novembro deste ano, devem redefinir quilograma, mol, kelvin e o ampere.

A intenção é finalizar com as incertezas de medições. As referências serão redefinidas por propriedades constantes da natureza, como a velocidade da luz, e não mais por um valor determinado arbitrariamente por um grupo de cientistas.

Ampere

Um modelo impraticável

O ampere é uma unidade de medida de intensidade de corrente elétrica. Sua forma de medir, atualmente, traduz um cenário praticamente impossível de reproduzir. Isso porque, no conceito, uma corrente elétrica flui através de dois fios de comprimento infinito e de diâmetro desprezível, colocados paralelamente a um metro de distância no vácuo.

Para otimizar esse processo, a nova proposta busca definir o valor referência do ampere com base na contagem de elétrons. Para que esse processo funcione de forma correta, a carga de um elétron deve ser exatamente conhecida ou fixa, conforme projeta o novo Sistema Internacional de Unidades (SI).

Dentre as possibilidades, o Bombeamento de Transporte de Elétron Simples (SET) é um dos processos estudados para reproduzir com precisão e com baixa incerteza de medição. A bomba SET pode ser usada em conjunto com os padrões de tensão e resistência para testar a Lei de Ohm. Contudo, a utilização desse método ainda não é confirmada pelos pesquisadores

Anúncio em novembro

As novas revisões no SI estão projetadas para serem anunciadas na CGPM deste ano. Se aprovadas, entram em vigor em 20 de maio de 2019, data em que se comemora o Dia Mundial da Metrologia.

O plano para a redefinição é pensado com todos os cuidados. O intuito é alterar sem causar impacto perceptível na vida cotidiana e nas medições feitas com definições anteriores. Na verdade, depois de aplicadas as redefinições, poucos usuários fora do ambiente laboratorial dos Institutos Nacionais de Metrologia conseguem perceber os impactos das mudanças. As novidades trazem, enfim, transformações para a ciência e as indústrias referências que usam tecnologia de ponta.

Compartilhe

Leia Mais Veja todas

Últimas Notícias

Veja todas notícias