02/04/2018 - 14h30

Marco na modernização da iluminação pública é destaque entre prefeituras

Evento discutiu os desafios e oportunidades na modernização da iluminação pública LED.

Na última terça-feira (27) o workshop Desafios e caminhos para a modernização dos Sistemas de Iluminação Pública no Brasil mobilizou mais de 120 participantes de prefeituras e entidades relevantes ao tema. A iniciativa do Centro de Excelência em Iluminação Pública (CEIP) apresentou três painéis que compartilharam bases técnicas, desafios de prefeituras de grande e pequeno porte, modernização e possibilidades de financiamento para projetos em iluminação pública.

Foto Alexandre Dombrowski

Foto Alexandre Dombrowski

“Esse é um tema muito relevante para a sociedade”, declara Israel Dulcimar Teixeira, diretor do LABELO, ao iniciar o workshop. Ao palco, representantes do Inmetro e do Physikalisch-Technische Bundesanstalt (PTB) da Alemanha, comemoraram a importância de apoiar o evento. “A iluminação pública beneficia a segurança, o lazer e a beleza dos locais”, defende Gabrielle Cassol. Em meio à três painéis, diferentes instituições expressivas no tema estiveram presentes para dialogar com prefeituras, a fim de trocar experiência e apresentar exemplos práticos.

Luciano Haas Rosito, do Cobei, analisou o workshop a partir de um resultado a longo prazo. Funcionário do LABELO em 2006, ele foi um dos fundadores do CEIP. “Fico muito feliz em ver que a semente plantada lá atrás, com a criação do CEIP, está rendendo esse tipo de fruto”, comenta, também, com o destaque na presença de prefeituras de diversos estados do país. Já Leonardo Rocha, do Inmetro, destaca a parceria dos organizadores do evento para entregar mecanismos técnicos e legais para as prefeituras promoverem a modernização do parque de iluminação. “As prefeituras têm que entender todo o projeto como uma oportunidade para orientá-las a superar as barreiras”.

O segundo painel também apanhou grande atenção dos participantes, onde a prefeitura de Cristal explanou sobre os desafios na criação do consórcio de municípios de pequeno porte para buscar parcerias privadas em sua região. O tema de PPP também foi abordado nas apresentações do município de Porto Alegre.

As possibilidades de financiamento de projetos de modernização de iluminação pública foram os grandes destaques do último painel. Luciano Giovanelli, da Eletrobrás, apontou os resultados da Chamada Pública Procel Reluz. “Focar na parte dos resultados”, defende. Osmar Lima, representante do BNDES, foi além ao explicar quais os movimentos atuais do BNDES. “Nós queremos mostrar exemplos. E exemplo só é construído com resultados”. Ele destaca, também, a interessante mobilização que o Rio Grande do Sul tem no tema. “Temos um consórcio com 17 municípios, mas estamos avançando para 19”.

“O Brasil precisa começar por algum lugar. Iluminação Pública é esse lugar”, declara Osmar. Um grande movimento em relação a modernização dos parques de iluminação pública foi alcançado. Participantes de diferentes segmentos sociais causaram uma discussão que vai além do workshop. Isac Roizenblatt, diretor técnico da Abilux, integrou a plateia ao lado de representantes oficiais dos municípios. “O retorno para as prefeituras foi fundamental”, avalia Giovanelli, ao comentar sobre os resultados práticos indicados. A mudança, segundo o representante da Eletrobrás, caminha para que novos objetivos possam ser atingidos. O conhecimento, para Rosito, foi expandido para aplicação cotidianas do trabalho em gestão da iluminação pública. Com novas vertentes, possibilidades e ampliação de experiências, Israel, ao iniciar o workshop, vislumbrava o que o evento representaria ao circuito de iluminação pública: “hoje é um marco para o Rio Grande do Sul”.

Acesse aqui as apresentações!

Compartilhe

Leia Mais Veja todas

Últimas Notícias

Veja todas notícias