Grupo de Hidratos de Gás

Existem no Brasil várias áreas com prováveis acumulações de hidratos de gás e que podem, no futuro, adquirirem relevância energética para o País. Dentre estas áreas contendo hidratos de gás destacam-se o Cone de Rio Grande, na Bacia de Pelotas, e o Cone do Amazonas, na Bacia da Foz do Amazonas. Com o objetivo de caracterizar os depósitos de hidratos de gás naturais do país, nosso grupo vem conduzindo estudos geológicos, paleontológicos, sedimentológicos, geoquímicos e biológicos em sedimentos e analisando dados geofísicos adquiridos no Cone de Rio Grande. Além disso, o IPR dispõe de uma planta piloto exclusiva, capaz de simular a formação e dissociação de hidratos de gás em sedimentos marinhos, permitindo estudos que levem ao entendimento da origem, ocorrência e formas de exploração deste recurso. Na tentativa de abranger toda a fenomenologia da formação de hidratos, o componente biológico tem sido investigado através de sequenciamento de última geração de DNA de micro-organismos coexistindo em ambientes contendo hidratos. O grupo possui um caráter multidisciplinar com pesquisadores das áreas de geologia, física, química, engenharia e biologia.

Contato: rogerio.lourega@pucrs.br
Diretório de Grupos do CNPq: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/4224728010908593