03/12/2016 - 11h39

Retrospectiva 2016: confira os principais fatos deste ano no InsCer!

2016 está chegando ao fim e resolvemos reunir aqui os principais fatos deste ano no InsCer. Relembre mês a mês as nossas conquistas que, felizmente, não foram poucas! Para 2017, convidamos você a acompanhar todas as nossas notícias em nosso site e também em nossa página no Facebook.

O Zika Team trabalhou intensamente em janeiro, com reuniões semanais envolvendo seus profissionais de múltiplas áreas. O grupo foi criado como uma nova frente de pesquisa para uma epidemia que ainda assusta o país e que causa milhares de registros de microcefalia em bebês nascidos, principalmente, no nordeste do país. De acordo com o mais recente boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, desde o início das investigações foram reportados 8.703 casos suspeitos de microcefalia no Brasil, sendo 1.749 casos confirmados.

O InsCer recebeu a visita do Prof. Dr. Geraldo Pereira Jotz, chefe do Departamento de Ciências Morfológicas do Instituto de Ciências Básicas da Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Durante o encontro, Jotz convidou o diretor do InsCer, Prof. Dr. Jaderson Costa da Costa, para assinar o prefácio de livro lançado em 2016 pela Editora Elsevier, com a participação do próprio professor Geraldo e dos docentes Antônio Carlos Huf Marrone, Jorge Junqueira Bizzi, Mauro Guidotti Aquini e Marco Antônio Stefani.

Os residentes nível R4 Evandra Durayski, Diego Roman e Nathália Missima se despediram do InsCer após concluírem um ano de muito aprendizado no instituto. E sabe o que é melhor? Aquele foi só um “até logo”. Os médicos Diego e Evandra retornaram ao instituto trabalhando em diagnóstico. Já Nathália Missima aproveitou tudo o que aprendeu por aqui e foi cursar seu doutorado nos Estados Unidos. Os preceptores do trio foram o Prof. Dr. Ricardo Soder e o Prof. Dr. Matteo Baldisserotto, então coordenador do grupo médico e atualmente superintendente do Hospital São Lucas da PUCRS.

O InsCer se integrou à Rede Nacional de Ciência para Educação, composta por cientistas de universidades brasileiras com o objetivo de unir pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento interessados em realizar pesquisas científicas que possam promover melhores práticas e políticas educacionais baseadas em evidências. Essa integração foi marcada por um artigo do Prof. Dr. Augusto Buchweitz publicado na página da rede, sobre o desafio da dislexia.

Foi lançado em nosso site o especial InsCer + Experiências, onde são divulgados os relatos de estudantes de iniciação científica até a pós-graduação falando sobre suas oportunidades únicas de intercâmbio cultural e de conhecimento. Realizando suas pesquisas no InsCer, eles carimbam o passaporte e voltam com novos olhares de países e instituições superinteressantes. A doutoranda Gabriele Zanirati inaugurou o espaço!

Chegaram ao InsCer nossos novos residentes nível R4, no serviço de Radiologia. Liziane Ferreira, formada pela Universidade Federal de Santa Maria e natural da mesma cidade, e Ricardo Dalla Corte, natural de Catuípe e formado pela Universidade Federal de Pelotas foram selecionados para um ano de muito aprendizado em técnicas de alto gabarito em Ressonância Magnética. Aconteceu o curso de Radiofarmácia, quando alunos tiveram aulas teóricas e práticas em nossos laboratórios do Centro de Produção de Radiofármacos. Os docentes da etapa prática foram Marcos Alba, farmacêutico-líder e Louise Hartmann, coordenadora do CPR e farmacêutica, demonstrando os laboratórios de qualidade e as hotcells; Leonel Azevedo, então engenheiro e operador do cíclotron, repassando seu conhecimento no acelerador de partículas do InsCer; Karina Frantz, física, falando sobre protocolos internos e outras recomendações; e Benice Korb Borges, farmacêutica, que transformou a radiofarmácia da Medicina Nuclear em sala de aula. O curso foi coordenado pela Profª. Drª. Cristina M. Moriguchi Jeckel, pesquisadora do InsCer.

A LiCer, Liga do Cérebro da PUCRS, conheceu seus mais novos ligantes – e foi composta por alguns veteranos também. A turma passou a fazer parte do grupo de estudantes de medicina que obtém um importante conhecimento no universo da neurociência e tem acesso a atividades práticas na FAMED e no próprio instituto, desenvolvendo seu conhecimento e aprendendo com referências como o Prof. Dr. Luiz Carlos Marrone, que esteve no primeiro encontro dos novos integrantes da turma.

Uma turma animada e especial conheceu o Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS: o grupo de idosos da Vila Fátima, em Porto Alegre, atendidos no Posto Avançado da universidade no local. Na visita, organizada pela pesquisadora do InsCer Profª. Drª. Mirna Portuguez, através do projeto que os atende semanalmente e com o apoio da administração do espaço, a curiosidade e os olhos brilhando demonstravam que muitos deles estavam entrando em um museu pela primeira vez.

O InsCer recebeu a visita do Prof. Dr. Fulvio Scorza, da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), que esteve no Hospital São Lucas da PUCRS para falar aos integrantes do Serviço de Neurologia do HSL sobre o tema “Epilepsia: Por que esse paciente morre precocemente?” A exposição fez parte da atividade “Seminários de Pesquisa Experimental do InsCer”. Depois de falar para um auditório lotado, o professor passou a tarde no InsCer discutindo o início de parcerias de pesquisa.

Aconteceu a palestra sobre neurociência e religião, dentro do 5º Ciclo de palestras interdisciplinares sobre temas transversais na formação integral dos estudantes de graduação. O tema, bastante interessante, foi abordado pelo neurocientista e diretor do InsCer, Prof. Dr. Jaderson Costa da Costa e pelo Prof. Dr. Pe. Érico Hammes, da Faculdade de Teologia da PUCRS.

O InsCer recebeu a visita internacional dos pesquisadores Jon Laman, PhD, chefe do departamento de Neurociências e Erik de Vries, PhD, da Universidade de Groningen, Holanda. Ambos foram recebidos pelos pesquisadores do InsCer Profª. Dra. Cristina Moriguchi Jeckel, Profª. Dra. Magda Lahorgue Nunes, Prof. Dr. Alexandre Franco, Cristina Matushita (médica nuclear) e também pelo Prof. Dr. Léder Leal Xavier, coordenador de Biologia Tecidual da Faculdade de Biociências (FABIO) da PUCRS.

O Prof. Dr. Douglas Sato, nosso coordenador para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais palestrou sobre Autoanticorpos na Neuromielite Óptica para colegas de neuroimunologia da University of British Columbia (UBC). Anthony Traboulsee, PhD, é professor associado de neurologia da UBC e diretor de pesquisas da Multiple Sclerosis Society do Canadá. O centro possui mais de 6.000 pacientes com doenças desmielinizantes do sistema nervoso central em acompanhamento, sendo considerado um dos maiores centros do mundo nesta área.

O InsCer recebeu a visita de Stefan Schwab, MD, PhD, diretor do departamento de Neurologia do Hospital Universitário Erlangen, vinculado ao Friedrich-Alexander University Erlangen-Nürnberg, na Alemanha. O departamento liderado pelo médico é um dos mais reconhecidos no mundo em estudos sobre Acidentes Vasculares Cerebrais. Após conhecer as instalações do instituto, o pesquisador disse que “estava bastante impressionado com o que viu”.

O Prof. Dr. Matteo Baldisserotto, neurorradiologista pesquisador do InsCer e superintendente do Hospital São Lucas da PUCRS, junto com demais autores, comprovou uma classificação PI-RADS (classificação internacional de gravidade de um tumor – entre 1, aspecto benigno e 5, maligno) através do uso de uma bobina não invasiva e abdominal, utilizada em aparelho de ressonância magnética 3Tesla (altíssimo campo). O estudo realizado no InsCer está entre os primeiros do mundo e foi publicado recentemente no Journal of Magnetic Ressonance Imaging, um dos mais importantes periódicos na área de radiologia.

A conexão que permeia a vida de cidadãos no país e no mundo foi tema de evento no ciclo de palestras Fé e Cultura, promovido pela Escola de Humanidades da PUCRS. Um dos palestrantes foi o professor da FAMED, neurocientista e diretor do InsCer, Prof. Dr. Jaderson Costa da Costa. O evento contou também com a participação do Prof. Dr. Pe. Érico J. Hammes e com a mediação do Prof. Dr. Drayton Gonzaga Souza, ambos da Escola de Humanidades da PUCRS.

O renomado pesquisador brasileiro Stevens Rehen, da UFRJ e do Instituto D’Or de Ensino e Pesquisa, um dos maiores cientistas do Brasil e do mundo na área de cultura celular, participou por teleconferência de mais uma edição dos Seminários Avançados InsCer. Ele e sua equipe haviam acabado de publicar um importante artigo na revista Science – considerada um dos mais importantes periódicos no mundo – a respeito de minicérebros (modelos experimentais) e Zika Vírus.

No dia Mundial da Esclerose Múltipla, 25 de maio, nosso pesquisador Dr. Douglas Sato levou aos estudantes do Colégio Marista Champagnat uma aula diferente sobre a doença. Os alunos ficaram surpresos com a informação de que as primeiras manifestações da EM podem ocorrer antes dos 20 anos de idade.

Durante quatro dias, centenas de pessoas participaram do ciclo aberto de palestras, totalmente gratuito, especialmente voltado à comunidade. O evento 4 anos em 4 dias reuniu nossos pesquisadores em linguagem acessível e didática na abordagem de temas como memória, Parkinson, transtornos de aprendizagem, neurociência e religião, entre outros. Um dos temas abordados foi a depressão, proferida pelo pesquisador e professor Dr. César Brito. Ele enfatizou que é necessário procurar auxílio médico e psicoterapia para iniciar um tratamento à doença o quanto antes, deixando preconceitos sobre a depressão de lado. Além disso, Brito destacou que a compreensão de todos é fundamental, já que a depressão contamina as relações com as pessoas. A comunidade compareceu em peso ao evento e participou ativamente da campanha de doação de alimentos proposta pela organização.

No dia do precursor do que é hoje a Rede Marista, São Marcelino Champagnat, nossos colaboradores foram surpreendidos com um painel contendo mais de 10 mil nomes de todos os colaboradores da Rede. Todos marcaram, com muito orgulho, seus nomes no painel, como a vigia Suelen Rosa. O InsCer foi lembrado por seu quarto aniversário na Celebração Eucarística em homenagem ao Dia de São Marcelino Champagnat, que ocorreu no dia 6 na Igreja Universitária Cristo Mestre, na PUCRS. Participaram a comunidade acadêmica, os Irmãos Maristas, comunidade em geral e as colaboradoras do InsCer Denise Marcarini – que conduziu o símbolo do InsCer em procissão; Cristina Friedrich – que fez a primeira leitura da celebração – e a Profª. Drª. Mirna Wetters Portuguez, pesquisadora do Instituto. O Diretor do InsCer, Prof. Dr. Jaderson Costa da Costa, recebeu uma violeta, flor símbolo da Rede Marista, pelo trabalho desenvolvido ao longo desses 4 anos.

Nossos pesquisadores participaram em peso do Brain Congress 2016, que aconteceu em Buenos Aires, Argentina. Com pôsteres e palestras, eles apresentaram suas pesquisas para auditórios lotados no evento. Um deles foi o pesquisador do InsCer e chefe do Serviço de Neurologia do Hospital São Lucas da PUCRS, Prof. Dr. André Palmini, que palestrou, entre outros temas, sobre “O mais incrível quebra-cabeças: formação cortical e a acomodação de bilhões de neurônios no cérebro”. Palmini abordou casos diversos da medicina, incluindo os de pacientes com epilepsia e foi muito elogiado pela verdadeira aula aplicada, de forma didática e esclarecedora. Na edição de 2017, o Prof. Dr. Jaderson Costa da Costa, diretor do instituto e vice-reitor da PUCRS, será o presidente. Ainda no Brain Congress 2016, o grande homenageado da edição argentina foi o coordenador do Centro de Memória do InsCer, Prof. Dr. Ivan Izquierdo, que recebeu uma placa de reconhecimento pelos seus 60 anos de pesquisa na sessão especial “Um tributo para a neurociência na América Latina, Ivan Izquierdo: nosso Pelé na verdade é Maradona”. A homenagem foi realizada pelo Prof. Dr. Jaderson Costa da Costa, diretor do InsCer. O pesquisador Victor Molina, da Argentina, também fez questão de agradecer por toda a contribuição de Izquierdo ao campo da neurofarmacologia.

O InsCer e Hospital São Lucas da PUCRS lançaram uma nova unidade de pesquisa, a Unidade de Pesquisa Neurovascular. Os renomados pesquisadores e neurologistas Luiz Carlos Marrone, PhD e Ayrton Massaro, PhD comandam o time com foco na pesquisa translacional: da bancada do laboratório ao atendimento qualificado do paciente. Um dos principais focos da equipe é o de estudos sobre o AVC, principal causa de morbidade e mortalidade na América Latina.

O Instituto realizou a entrega dos alimentos arrecadados durante o evento 4 anos em 4 dias, ocorrido no início de junho a uma instituição Marista. Foram 115 unidades de alimentos doados, entre arroz, feijão, massa e leite. A coordenadora de comunicação do instituto, Cristiane Weber e a secretária da direção, Miriam Pereira, entregaram os donativos para a diretora da Escola Marista de Educação Infantil Menino Jesus, Carla Furtado Goulart. A unidade atende dezenas de crianças que moram na região, oferecendo quatro refeições para os pequenos de até seis anos, diariamente.

O InsCer recebeu a visita do ministro Ricardo Barros, da Saúde; ministro Osmar Terra, do Desenvolvimento Social e Agrário, e Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil, que foram recebidos pelo diretor do InsCer, Prof. Dr. Jaderson Costa da Costa e pelo então reitor da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Prof. Dr. Joaquim Clotet. Ao final da visita, o ministro da Saúde anunciou o trâmite econômico para a liberação de 10 milhões que serão investidos na área da saúde da Universidade.

Os pesquisadores Augusto Buchweitz e Alexandre Franco receberam os também pesquisadores Dra. Virna López e Dr. Gustavo Fontecha, do Grupo de Investigación en Neurociencias Aplicadas da Facultad de Ciencias da Universidad Nacional Autónoma de Honduras. Além dos integrantes da universidade hondurenha estiveram por aqui o coordenador para Assuntos de Centro América, México e República Dominicana do Banco Interamericano de Desenvolvimento, o BID, Dr. Javier Luque; e o pesquisador da UNICAMP (Universidade Estadual de Campinas), Me. Hervel Urquia, do Brainn. O grupo esteve no InsCer para conhecer de perto o programa de neuroimagem funcional do Instituto, com ênfase na pesquisa que deve avaliar, a partir de janeiro de 2017, a relação entre estresse e aprendizado de crianças e adolescentes.

O Inscer é representado no Alzheimer’s Association International Conference 2016 (AAIC), o maior fórum mundial de pesquisa sobre demências, com a apresentação de um pôster, em Toronto, no Canadá. O trabalho de pesquisa, de autoria de Michele Alberton Andrade (professora da PUCRS e doutoranda da Gerontologia Biomédica da universidade), Dr. Eduardo Zimmer (professor na UFRGS e pesquisador do Inscer), Cristina Matushita (médica nuclear do InsCer), Dra. Ana Maria Marques da Silva (diretora da Faculdade de Física da PUCRS e pesquisadora InsCer) e Dr. Jaderson Costa da Costa, diretor do instituto, apresenta uma revisão bibliográfica sobre estudos realizados com imagens de PET/CT usando os radiofármacos fabricados no InsCer (FDG e PiB) e imagens de ressonância magnética, assim como os métodos de quantificação utilizados para os estudos da doença de Alzheimer.  Dois importantes pesquisadores do InsCer representaram o Instituto no 27º Congresso Brasileiro de Neurologia em Belo Horizonte, Minas Gerais. O Prof. Dr. Airton Massaro (foto), um dos líderes da UNIPEN (Unidade de Pesquisa Neurovascular do InsCer e do HSL) fez sua apresentação abordando o tema Recanalização Arterial no AVC Isquêmico Agudo. Já o Prof. Dr. Douglas Sato, pesquisador, assessor para assuntos internacionais e interinstitucionais do instituto e professor da FAMED falou sobre Síndromes do Complexo de Neuromielite Óptica: anti-aquaporina-4 e anti-MOG.

O Hospital São Lucas da PUCRS (HSL) sediou a 21ª edição do ciclo de debates e palestras Temas de Psiquiatria. Com o tema “Quando se rompe o diálogo entre os neurônios, o que fazer?”, o evento foi promovido pelo Centro de Estudos de Psiquiatria Integrada da PUCRS (CENESPI) e abordou alterações no diálogo interneuronal, responsável por ações próprias do ser humano, como produzir emoções ou tomar decisões. O evento conta com a participação dos pesquisadores do InsCer Prof. Dr. Jaderson Costa da Costa, Augusto Buchweitz, Breno Vieira, André Palmini e Lucas Schilling. –

O Prof. Dr. Ivan Izquierdo, coordenador do Centro de Memória do InsCer, e sua equipe composta pelas pesquisadoras Profª. Dra. Cristiane Furini, Profª. Dra. Jociane Myskiw e a doutoranda Carolina Zinn fizeram uma importante descoberta: áreas do hipocampo e da amígdala cerebral são atuantes no reconhecimento social entre indivíduos. O estudo em questão foi publicado nada mais nada menos que no periódico PNAS – um dos mais renomados do mundo.

Assim como em outros meses do ano, setembro foi um mês de receber a visita de estudantes na nossa instituição. Os alunos do 5º ano do Colégio Marista Rosário, Durante a Feira de Ciências, vieram conhecer de perto o instituto, já que o tema de pesquisa de muitos neste ano é foi o cérebro. Teve passeio pelo Centro de Imagem (com explicações da enfermeira Cristina Friedrich), muita curiosidade no Centro de Produção de Radiofármacos (com uma visita guiada pelo farmacêutico Marcos Alba) e um bate papo bem educativo com o diretor do InsCer, Prof. Dr. Jaderson Costa da Costa. Os alunos estiveram acompanhados das professoras Bibiana Gatto e Daniela Dall’Asta.

O InsCer promoveu a palestra “Quando o PET/CT é fundamental?” com o pesquisador Prof. Dr. Gustav Von Schulthess, médico nuclear e diretor do Departamento de Medicina Nuclear do Hospital Universitário de Zurique, Suíça. A palestra foi voltada a vários públicos da área da saúde, como médicos, fisioterapeutas e estudantes. Gustav é uma referência mundial em PET/CT e veio à palestra a convite dos médicos do InsCer Cristina Matushita e Prof. Dr. Bruno Hochhegger.

O InsCer e a PUCRS foram premiados em um importante evento internacional. Durante o Predictive Analytics in Mental Health Competition (PAC) (Competição de Análise Preditiva em Saúde Mental), os pesquisadores Anibal Heinsfeld (ex-aluno de pós-graduação da universidade) e Felipe Meneguzzi (FACIN-PUCRS), além de Augusto Buchweitz e Alexandre Franco (InsCer e PUCRS), ficaram em segundo lugar em uma competição mundial no desenvolvimento de um algoritmo para identificar pacientes com depressão a partir de dados de ressonância magnética funcional. Os demais colocados foram o Departamento de Psiquiatria da Universidade de Zurique (3º lugar) e o primeiro lugar ficou com o Instituto de Psiquiatria Max Planck, Alemanha.

Os pesquisadores do InsCer Prof. Dr. Pedro Lima e Prof. Dr. Jaderson Costa da Costa (diretor) palestraram sobre os temas violência e neurociência. A palestra foi proferida durante um congresso internacional promovido pela faculdade de Direito da PUCRS sobre o tema. A Liga do Cérebro, conectada ao InsCer e à Faculdade de Medicina da PUCRS, organizou e realizou o evento “Me formei, e agora?”, que aconteceu no prédio 81 da universidade e que abordou o mercado de trabalho na medicina. Graduandos e recém-formados assistiram a palestras com renomados profissionais da área, nos âmbitos clínico e de pesquisa.

O Prof. Dr. Jaderson Costa da Costa, diretor do InsCer e vice-reitor da PUCRS é nomeado integrante do grupo técnico do Programa Criança Feliz, lançado pelo presidente da república Michel Temer e pelo ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Dr. Osmar Terra. O programa atenderá cerca de 4 milhões de crianças beneficiadas pelo Bolsa Família e outros projetos sociais em todo o território nacional e o grupo do qual o neurocientista faz parte terá atribuições como elaborar e coordenar implementação de processo avaliativo das ações, bem como delinear a avaliação dos impactos das ações sobre o desenvolvimento das crianças acompanhadas.

Aconteceu o 17º Salão de Iniciação Científica da Universidade, com a participação de diversos estudantes que desenvolvem suas pesquisas no InsCer, nas áreas de epilepsia, células tronco e modelos celulares. Os estudantes também participam de pesquisas como a dos SuperIdosos, que sob a liderança da neuropsicóloga e pesquisadora Profª. Drª. Mirna Portuguez avalia idosos acima de 80 anos com memória considerada extraordinária, para comparação com indivíduos com a doença de Alzheimer.

Nossos colaboradores abraçam a causa do outubro Rosa e vestem a cor da ação que mobiliza o mundo na luta contra o câncer de mama.  Nosso farmacêutico-líder do Centro de Produção de Radiofármacos, Me. Marcos Alba, esteve em São Paulo para ser um dos palestrantes do curso, organizado pelo Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN) e pela Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA). Com a palestra, Marcos falou sobre a situação atual do país em relação ao desenvolvimento e produção de moléculas marcadas com o radioisótopo em questão, utilizadas para o diagnóstico e estudo de diversos tipos de doenças, principalmente nas áreas de oncologia e neurologia. O curso contou com a participação do Dr. Philip Elsinga, da Universidade de Groningen.

Compartilhe

Leia Mais Veja todas