12/08/2019 - 21h02

Estudantes da Keio University, no Japão, visitam a PUCRS e o InsCer

keio university 02Nesse final de semana, três estudantes do sexto ano da Escola de Medicina da Keio University, do Japão, estiveram na PUCRS e no Instituto do Cérebro do RS para fazer uma visita às instituições. Eles vieram ao Brasil por meio do programa IMA-KEIO, International Medical Association, da Universidade de Keio, e tiveram como anfitrião o superintendente de Ensino, Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação do InsCer, Dr. Douglas Sato. O Escritório de Cooperação Internacional da Universidade também auxiliou com o roteiro da visita que incluiu a Rua da Cultura, a Biblioteca Central e o Museu de Ciências e Tecnologia.

keio university 04No domingo, o Prof. Jin Nakahara se junto ao trio e participou de uma janta com o Dr. Yukio Moriguchi, professor emérito da PUCRS e fundador do Instituto de Geriatria e Gerontologia. O Prof. Moriguchi é ex-aluno da Keio University e ficou emocionado em poder interagir com os alunos da mesma universidade em que se formou. No jantar, participaram também a neurologista Bruna Klein da Costa e o aluno do quarto ano de Medicina PUCRS e bolsista do Instituto do Cérebro do RS, Rafael Sommer, que participam das pesquisas no InsCer em colaboração com o Prof. Nakahara.

keio university 06Os estudantes japoneses estão no Brasil há um mês e são a 42ª turma que visita diversos lugares do nosso país para ver como a Medicina é exercida aqui, especialmente em regiões indígenas e com poucos recursos. Eles já visitaram Manaus, Brasília, Cuiabá e Dourados. Depois de Porto Alegre, ainda ficam alguns dias em São Paulo antes de retornar ao Japão.

“Os alunos ficaram impressionados com alguns recursos tecnológicos do campus da PUCRS, a interatividade do Museu e a infraestrutura de pesquisa e assistência do InsCer. Gostaram muito também da preocupação da PUCRS em oferecer áreas de bem-estar para os alunos e ficaram empolgados com a possibilidade de alunos da Universidade de Keio poderem vir para a PUCRS no futuro próximo”, afirma Dr. Douglas Sato.

keio university 03

Compartilhe

Leia Mais Veja todas