07/01/2019 - 16h59

Avaliação da ativação microglial pelo PET/CT e associação com o aparecimento de lesões na Ressonância Magnética em pacientes com Esclerose Múltipla

PK-Injecao-16-860x395

Coordenador do Projeto: Jefferson Becker, MD, PhD

Resumo do Trabalho: A esclerose múltipla (EM) é a doença inflamatória mais comum do sistema nervoso central (SNC), sendo caracterizada por manifestações clínicas e patológicas bastante variáveis. Vários estudos patológicos sobre Esclerose Múltipla têm mostrado que a mielina e suas células suportes, os oligodendrócitos, são preferencialmente destruídos nas lesões presentes na EM. As lesões de substância branca são visíveis na Ressonância Magnética (RM), sendo caracterizadas por hipersinal em imagens ponderadas em T2 e hiposinal em T1. A RM é útil para o monitoramento não invasivo da doença, sendo amplamente utilizada na prática clínica, pesquisa e ensaios clínicos. A realização do PET/CT marcado com 11C-(R)-PK11195 pode detectar alterações na substância branca de aparência normal, além de ser mais sensível que a captação de contraste na RM durante os surtos característicos da EM.

Os objetivos do trabalho são verificar a associação da ativação da microglia com os dados clínicos (EDSS, MSFC), neuropsicológico e radiológicos (PET/CT) e medidas na RM de conectividade estrutural e funcional e volume de córtex), usados para acessar a severidade da doença. Será realizado um ensaio clínico não controlado com um grupo controle de indivíduos saudáveis para comparação dos exames de imagem. Serão analisados 24 pacientes e 5 controles. Os pacientes serão subdivididos em dois grupos de 12 pacientes, sendo um grupo formado por indivíduos que ainda não receberam tratamento e outros com uso prévio de droga imunomoduladora (interferon beta ou glatirâmer). Todos os grupos assinarão um termo de consentimento informado e serão submetidos a uma bateria de testes neuropsicológicos, além de avaliação clínica da gravidade da doença, RM e PET/CT entre o período de outubro de 2014 e abril de 2017.

Áreas de pesquisa envolvidas: Neurologia, Imagem (RM e PET), Engenharia, Física, Química, Radiofarmácia

Entidade financiadora: Novartis

Compartilhe

Leia Mais Veja todas