05/09/2019 - 11h52

5 de setembro – Dia da Amazônia

banner-portal_maristaHá mais de 50 anos, a presença marista percorre comunidades nativas, regiões ribeirinhas e a imensidão de rios, lagos e florestas amazônicas. Os Irmãos, Leigos e Leigas da Rede Marista estão presentes nas cidades de Boa Vista, no estado de Roraima; Manaus, Tabatinga e Lábrea, no estado do Amazonas; e Cruzeiro do Sul e Rio Gregório, no Acre.

Atualmente, cerca de 20 Irmãos Maristas e Leigo/as​ atuam em escolas conveniadas e estão à frente de projetos que visam a formação de lideranças, inserção em comunidades Indígenas, Pastoral, Animação Vocacional e voluntariado.

dia da amazoniaEm sintonia com a Igreja da Amazônia, a Rede Marista busca uma ação inculturada em meio às crianças, adolescentes, jovens e famílias, preservando seus valores, superando limitações, defendendo a vida em plenitude em todas as suas formas.

 

 

Acesse o menu e confira onde estão as comunidades da Rede Marista na Amazônia.​

Atuação no território da Amazônia Internacional

Além do Brasil, mais oito países fazem parte da região amazônica. A presença marista nesse território é conduzida, atualmente, por quatro unidades administrativas que representam Brasil, Colômbia, Equador, Venezuela, Bolivia, Chile e Peru.

No Brasil, temos a atuação da Rede Marista com seis comunidades nos estados do Amazonas, Roraima e Acre e, também, a atuação da unidade administrativa Marista Centro-Norte com presença no Pará, Maranhão e Tocantins. Ambas, apoiam projetos interprovinciais na região e recebem Irmãos e Leigos/as para realizar trabalhos missionários nessas localidades.

A unidade administrativa marista que representa a Colômbia, o Equador e a Venezuela desenvolve diferentes iniciativas nas áreas educativa e pastoral. No Equador, atendem jovens indígenas no Colégio Intercultural e Bilíngue, Abya Yala, em Lago Agrio – Sucumbios. Na Venezuela, mantém uma escola no povoado de Sabra Catalina e, além disso, contam com a colaboração das Irmãs Carmelitas do Sagrado Coração para realizar a formação integral de adolescentes e jovens das etnias Cofãn, Kichwa, Siona, Secoya Shuar.

No Peru, a atuação fica sob responsabilidade da unidade administrativa marista local que mantem um lar de acolhida e acompanhamento escolar para adolescentes indígenas que es​tudam em Puerto Maldonado e também desenvolve um projeto de formação para educadores indígenas na Universidade Champagnat, em Lima.​

Compartilhe

Leia Mais Veja todas