Como se realiza a coesão


1. Que é coesão?

Leia o texto a seguir completando mentalmente as lacunas

 

1. O papa João Paulo II disse ontem, dia de seu 77º aniversário, que seu desejo
2. é "ser melhor". ................. reuniu-se na igreja romana de Ant'Attanasio com
3. um grupo de crianças, uma das quais disse: "No dia do meu aniversário
4. minha mãe sempre pergunta o queeu quero.E você, o que quer? .................
5. respondeu: "Ser melhor". Outro menino perguntou a ..................... que
6. presente gostaria de ganhar neste dia especial. "A presença das crianças me
7. basta", respondeu ............................ . Em seus aniversários, ...............
8. costuma compartilhar um grande bolo, preparado por irmã Germana, sua
9. cozinheira polonesa, com seus maiores amigos, mas não sopra as velinhas,
10. pois este gesto não faz parte das tradições de seu país, a Polônia. Os
11. convidados mais freqüentes a compartilhar nesse dia a mesa com................
12. no Vaticano são o cardeal polonês André Marie Deskur e o engenheiro
13. Jerzy Kluger, um amigo judeu polonês de colégio. Com a chegada da
14. primavera, .............. parece mais disposto. .............. deve visitar o Brasil na
15. primeira quinzena de outubro.
 


Agora complete as lacunas com
     Como você pode constatar, a palavra "papa" foi substituída várias vezes pelas palavras e expressões acima indicadas. Essas substituições evitam a repetição pura e simples da mesma palavra e propiciam o desenvolvimento contínuo ou o encadeamento semântico do texto, na medida em que se recupera numa frase ou passagem um termo ou idéia presente em outra.

     O pronome "seu(s)" (linhas 1 e 7) também recupera semanticamente a expressão "papa João Paulo II", assim como "este gesto" recupera "sopra as velinhas"; "nesse dia", o "dia do aniversário do Papa".

     Assim, um texto não é uma unidade constituída por uma soma de sentenças ou por um amontoado caótico de palavras e frases. Os enunciados, os segmentos do texto estão estritamente interligados entre si; há conexão entre as palavras, entre as frases, entre os parágrafos e as diferentes partes. Há encadeamento semântico.

     Diz-se, pois, que um texto tem COESÃO quando seus vários elementos estão organicamente articulados entre si, quando há concatenação entre eles.


2. Mecanismos de coesão

A língua possui amplos recursos para realizar a coesão. Eis os principais.


2.1 Coesão por referência

Exemplo:
João Paulo II esteve em Porto Alegra.
Aqui, ele disse que a Igreja continua a favor do celibato.
Onde "aqui" retoma "Porto Alegre", e "ele" retoma "João Paulo II".

     Os elementos de referência não podem ser interpretados por si mesmos; remetem a outros itens do texto, necessários a sua interpretação.

     São elementos de referência os pronomes pessoais (ele,ela, o, a, lhe, etc.), possessivos (meu, teu, seu, etc.), demonstrativos (este, esse aquele, etc.) e os advérbios de lugar (aqui, ali, etc.).


2.2 Coesão por elipse

Exemplo:
João Paulo II esteve em Porto Alegre. Aqui, disse que a Igreja continua a favor do celibato.

     Onde = a João Paulo II, ou seja, o leitor, ao ler, ao ler o segmento B, se depara com o verbo disse e, para interpretar seu sujeito, tem que voltar ao segmento A e descobrir que quem disse foi João Paulo II.


2.3 Coesão lexical

     2.3.1 Coesão lexical por sinônimo

Exemplo:
João Paulo II esteve em Porto Alegre.
Na capital gaúcha, o papa disse que a Igreja continua a favor ....
Onde "Porto Alegre" = "capital gaúcha" e 'João Paulo II" = "papa"

     A coesão lexical permite àquele que escreve manifestar sua atitude em relação aos termos, Compare as versões:

João Paulo II esteve em Porto Alegre. Aqui, Sua Santidade disse que a Igreja ...
João Paulo II esteve ontem em Varsóvia. Lá, o inimigo do comunismo afirmou ...

     Rui Barbosa, na sua magistral conferência sobre Oswaldo Cruz, em 1917, nos dá lições acabadas da arte da sinonímia.

 
Santo Presente

(Zero Hora, 19/05/1997)

Para dizer febre amarela, por exemplo, empregou todas estas expressões sinônimas: vômito negro, a praga amarela, estigma desastroso, contágio brasileiro, o mesmo flagelo, germe amarílico, a tenaz endemia, a prega, a terrível doença, o contágio homicida, calamidade exterminada, a devoradora calamidade, a maligna enfermidade, essa desgraça, a terrível coveira, infecção xantogênica, esse contagio fatal ... nada menos que dezessete formas e recursos para evitar a repetição enfadonha.

Referindo-se aos ratos, eis a série por ele excogitada: rataria, rasteira e abjeta família, esses vilíssimos roedores, essa espécie roaz, ralé inumerável, raça insaciável dos murídeos.

Mencionando o fato da morte assim resolve Rui o problema da não repetição de termos: a cólera-mórbus deu morte ... a peste negra roubou 25 milhões de indivíduos à Europa ... dessa calamidade apenas escaparam um terço dos habitantes ... o número dos sepultados excede o dos sobreviventes ... de vinte mal se salvam duas pessoas ... no Hotel-Dieu expiram quinhentos ... para servirem de sepulcrário aos corpos que nos cemitérios já cabem ... Paris registra cinqüenta, Londres cem mil óbitos ... A Itália perde a metade de sua população ... vinte cinco milhões, pelo menos, desaparecem ... se diz haver arrebatado ao gênero humano cem milhões de vidas. Onze recursos de sinonímia num trecho de 34 linhas apenas!

(LEITE, Ulhoa Cintra Marques. "Novo Manual de Redação e Estilo", Rio de Janeiro, 1953)

 


     A substituição de um nome próprio por um nome comum se processa muitas vezes mediante a antonomásia. Trata-se de um recurso que expressa um atributo inconfundível de uma pessoa, de uma divindade, de um povo, de um país ou de uma cidade. Veja os exemplos.


     2.3.2 Coesão lexical por hiperônimoe

     Muitas vezes, neste tipo de coesão, utilizamos sinônimos superordenados ou hiperônimos, isto é, palavras que correspondem ao gênero do termo a ser retomado.

Exemplo:


Exemplo:

Acabamos de receber 30 termômetros clínicos.
Os instrumentos deverão ser encaminhados ao Departamento de Pediatria.


     2.3.3 Coesão lexical por repetição do mesmo item

Exemplo:

O papa viajou pelo Brasil.
O papa reuniu nas capitais grande multidão de admiradores.


2.4 Coesão por substituição

     A coesão por substituição consiste na colocação de um item num lugar de outro segmento.

Exemplo:

O papa ajoelhou-se. As pessoas também.
O papa é a favor do celibato. Mas eu não penso assim.
O papa ajoelhou-se. Todos fizeram o mesmo.


3. Observação de textos

     Melhor do que teorizar sobre o assunto, com definições e classificações, é OBSERVAR os textos, conforme convicção exposta no capítulo "Como desenvolver a competência textual", que embasa a proposta deste "Guia de Produção Textual". A melhor escola é a leitura inteligente de textos modelares.


3.1 Leia o texto a seguir completando mentalmente as lacunas.

 
Uma cocheira para dois

David Coimbra - (Zero Hora, 28/3/1996)

Algumas pessoas têm a sensibilidade de um cavalo. São poucas, porém. Nem todas demonstram tanta ternura quanto ...................... que se equilibram sobre quatro ferraduras. E às vésperas de um grande acontecimento do mundo ...... , como o GP Bento Gonçalves do próximo domingo, eles se tornam ainda mais dados a melindres, tais são os mimos que lhes dispensam cavalariços, proprietários, jóqueis e treinadores. ........... são carentes. Nada pior para eles do que a solidão. Precisam de uma companhia. Qualquer uma. Outros ......... , se possível. Não sendo, se contentam com uma ovelha, um galo-de-briga, até um radinho de pilha. Em último caso, serve um espelho para lhes dar a ilusão de que não estão sós no escuro da cocheira. O ........ inglês Dani Angeli, três anos de idade, se afeiçoou especialmente a uma .................. que vive no Grupo de Cocheiras Clóvis Dutra, na Vila Hípica do Cristal.

Quando ............ não está por perto, ................ fica inquieto. Não dorme sem ela. Uma noite longe da ............... significa uma noite de insônia, de ranger nostálgico de dentes e patadas nervosas na forragem que lhe serve como leito. Ao raiar da manhã, o cavalariço o encontra irreconhecível, estressado, incapaz de enfrentar um dia de trabalho ............... e a ovelhinha dormem juntos, passeiam diariamente lado a lado e até quando ele viaja para disputar alguma prova fora do Estado ela precisa ir junto. Sem .................... Dani Angeli não é ninguém.

 


3.2 Agora observe os mecanismos de coeão.

     3.2.1 - Coesão lexical por sinônimos


     3.2.2 - Coesão lexical por repetição do mesmo item


     3.2.3 - Coesão lexical por referência


     3.2.4 - Coesão por elipse

     * Identifique os elipses em

3.3 Complete mentalmente as lacunas do texto a seguir

 
Duas trajetórias nada edificantes

Augusto Nunes - (Zero Hora, 11/04/1996)

Não são poucas as semelhanças entre Alphonse Capone e Frnando Collor de Mello - a começar pelo prenome inspirado no mesmo antropônimo originário do Latim. ............ nasceram em famílias de imigrantes ........ teve ascendência italiana, o ............... descende de alemães, ... sempre apreciaram charutos, noitadas alegres, uísque, verões em Miami, ternos bem cortados, companhias suspeitas e largos espaços na imprensa.

............... quanto .................... chegaram ao poder muito jovens. E dele acabaram apeados por excesso de confiança: certos de que as asas da impunidade estariam eternamente abertas sobre seus crimes, não trataram com o devido zelo da remoção de todas as pistas.

Mais de 60 anos depois da prisão de Al Capone, Fernando Collor acaba de tropeçar na mesma armadilha que destruiria a carreira e a fortuna do ............. .

Dono de um prontuário escurecido por assassinatos, seqüestros, roubos e outras violências, ....... foi trancafiado num catre pela prática de um delito bisonho para um .................. do seu calibre: sonegação de impostos. Dono de uma folha corrida pontilhada de proezas nada edificantes, ............... enredou-se nesta semana na malha fina da Receita Federal. Depois de ter driblado acusações bem mais pesadas, ................ irá para a cadeia se não pagar R$ 8 milhões de impostos atrasados. Caso consiga o dinheiro, seguirá em liberdade. Mas terá fornecido outra evidência de que saiu do Palácio do Planalto muito mais rico do que era quando ali chegou.

 



3.4 Agora, complete as lacunas com


3.5 Observe, finalmente, o terceiro texto completando as lacunas com


 
Erva e marimbondos

(Zero Hora, 18/04/1996)

A rainha e princesas da Feira Nacional do Chimarrão, de Venâncio Aires, animaram a manhã do presidente do Senado, José Sarney, ontem.

.................... é convidado especial da Fenachim, que se realiza de 3 a 12 de maio.

Ciceroneadas pelo governador Antônio Britto, ................. entregaram um pacote de boa erva ao .......... .

Não será de grande proveito. Natural do Maranhão e eleito pelo Amapá, ...................... está mais acostumado com água de coco.