Acervos:



Eduardo Guimaraens

(Porto Alegre, RS, 1892; Rio de Janeiro, RJ, 1928).

Bibliotecário, tradutor e poeta. Publicou em 1916 A divina quimera, seu livro mais importante. Durante sua estada no Rio de Janeiro foi colaborador dos jornais A Imprensa, Boa Hora e Fon-Fon. Em Porto Alegre foi subdiretor e diretor da Biblioteca Pública do Estado. Dirigiu as revistas Mensário do Sul e Máscara e foi também redator do jornal A Federação. Como tradutor, trabalhou com as obras de grandes autores: Francis James, Dante, Verlaine e Baudelaire. Suas obras são: A divina quimera (1916), Poemas escolhidos e adaptados de Rabindranah Tagore (1925).