Ato Criativo | Auto da Compadecida

14/07/2020 - 13h21

No dia 16 de julho, às 21h, o Instituto de Cultura da PUCRS retoma, na modalidade online, a série Ato Criativo. O evento que inaugura a versão digital é um bate-papo em homenagem ao escritor paraibano Ariano Suassuna (1927-2014), tendo como tema principal a obra Auto da Compadecida (1955). A transmissão ocorre através do perfil PUCRS Cultura no Facebook e do Canal da PUCRS no Youtube – onde o vídeo fica disponível para acesso posterior.  

O objetivo do projeto Ato Criativo é aproximar o público de pessoas que criam em diversas áreas da cultura, proporcionando espaços de bate-papo com artistas. Nessa edição, a conversa será mediada pelo diretor do Instituto de Cultura, Ricardo Barberena, e contará com os seguintes convidados: Matheus Nachtergaele, ator que fez o papel de João Grilo na versão televisiva e cinematográfica de Auto da Compadecida; Carlos Newton, escritor e professor da Universidade Federal de Pernambuco; Manuel Dantas Suassuna, artista plástico e filho de Ariano Suassuna, e João Suassuna, advogado, professor e neto do escritor homenageado.  

Auto da Compadecida 

Escrito em 1955, Auto da Compadecida é a peça teatral que projetou nacionalmente o escritor Ariano Suassuna. Baseada em romances e histórias populares do Nordeste brasileiro, a obra traz elementos da literatura de cordel, da tradição religiosa, do barroco católico brasileiro, da oralidade e da cultura popular. Assim, há uma fusão das tradições culturais do Nordeste com a longa tradição do teatro popular – retomada através forma medieval do “auto”. Além disso, Suassuna vale-se do humor e da ironia para a realização de críticas sociais.  

A peça foi encenada pela primeira vez no ano de 1956, no Teatro Santa Isabel, pelo Teatro Adolescente do Recife, sob direção de Clênio Wanderley. No ano de 1999, foi adaptada para uma minissérie televisiva, produzida pela Rede Globo. Devido ao grande sucesso, ganhou uma versão em filme, chegando aos cinemas nos anos 2000. 

Sobre os convidados: 

Matheus Nachtergaele nasceu em São Paulo, em 1968. Iniciou sua carreira artística aos 20 anos, ingressando na companhia do diretor teatral Antunes Filho. Em 1991, formou-se pela Escola de Arte Dramática da USP. Estreou na televisão com a minissérie da Rede Globo Hilda Furacão, com o personagem Cintura Fina. Atuou no papel de João Grilo na minissérie e filme O Auto da Compadecida, baseado na obra de Ariano Suassuna. Com esse trabalho, ganhou o Grande Prêmio do Cinema Nacional na categoria Melhor Ator. Realizou inúmeras outras participações no cinema nacional, no teatro e na televisão e, no ano de 2008, estreou como diretor, com o longa-metragem A Festa da Menina Morta. 

Carlos Newton Júnior nasceu em Recife, em 1966. É poeta, ficcionista, ensaísta e professor da Universidade Federal de Pernambuco. Formou-se em Arquitetura (UFPE, 1988) e História (UNICAP, 1989), é mestre em Literatura Comparada (UFRN, 1996) e doutor em Literatura Brasileira (UFPE, 2002). É autor, entre outros, dos livros O homem só e outros poemas (edição do autor, 1993), O pai, o exílio e o reino: a poesia armorial de Ariano Suassuna (Recife, UFPE, 1999), O Circo da Onça Malhada: Iniciação à obra de Ariano Suassuna (Artelivro, 2000) e Ofício de Sapateiro (7 Letras, 2011).  

Manuel Dantas Suassuna é artista plástico, nascido em Recife no ano de 1960. Além de outros trabalhos na área do cinema e da televisão, fez parte do processo de concepção do especial da Globo A Farsa da Boa Preguiça, baseado na obra de Ariano Suassuna, e foi assistente de direção da versão televisiva de A Pedra do Reino, dirigida por Luiz Fernando Carvalho.   

João Suassuna tem 34 anos, é professor e advogado. Com formação acadêmica em História (UFPE) e em Direito, recebeu o convite, em 2015, para assumir a Secretaria Executiva de Criança e Juventude do Governo de Pernambuco, exercendo a função até 2018. Entre 2019 e 2020, foi Vice Presidente da Pernambuco Participações e Investimentos S/A – Perpart. É palestrante nas áreas de Cultura e Educação.  

Ricardo Barberena (mediador) nasceu em Porto Alegre, em 1978. Possui Graduação (2000), Doutorado (2005) e Pós-Doutorado (2009) na área de Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. É Diretor do Instituto de Cultura da PUCRS, Coordenador Executivo do DELFOS/Espaço de Documentação e Memória Cultural e professor do Programa de Pós-Graduação em Letras da PUCRS. Coordena o Grupo de Pesquisa Limiares Comparatistas e Diásporas Disciplinares: Estudo de Paisagens Identitárias na Contemporaneidade” e é membro do “Grupo de Estudos em Literatura Brasileira Contemporânea (GELBC).   

Compartilhe

Outros eventos Veja todos os eventos

  • Últimos publicados
  • Mais visualizados

Informações do evento

Data
16/07/2020
Local
Canal da PUCRS no YouTube e perfil PUCRS Cultura no Facebook
Horário
21:00

Próximos eventos