Coreia do Sul como destino para mobilidade acadêmica

Estudante de Jornalismo relata experiência em universidade asiática

21/05/2018 - 11h28
Maria Eduarda Levy Mello

Foto: arquivo pessoal

Enquanto muitos alunos sonham com destinos da Europa ou com as grandes metrópoles norte-americanas, a estudante do curso de Jornalismo, da Escola de Comunicação, Artes e Design (Famecos), Maria Eduarda Levy Mello elegeu a Coreia do Sul para seu período em mobilidade acadêmica. A jovem embarcou com destino à Hankuk University of Foreign Studies, na capital sul-coreana Seul.

“Quando eu decidi fazer mobilidade, sabia que seria em um destino diferente. Como quero trabalhar na área internacional, acho importante ter contato com o maior número de culturas possíveis e ainda não conhecia a Ásia. Vendo a lista de universidades parceiras da PUCRS, encontrei a Hankuk, que é considerada uma das melhores da Coreia do Sul, principalmente na área de Relações Internacionais. Logo vi que se encaixava perfeitamente com o que eu buscava”, conta Maria Eduarda.

Adaptação em território asiático

A estudante chegou a Seul no meio de fevereiro de 2018 e conta que a adaptação tem sido tranquila. Maria Eduarda mora no dormitório da universidade para estudantes internacionais, possibilitando contato direto com pessoas de diferentes lugares do mundo.  A jovem destaca que as aulas têm exigido bastante empenho, mas que os professores oferecem todo o suporte necessário.

Entre as maiores dificuldades, Maria Eduarda elege o idioma. “Antes de vir, li em vários lugares que na Coreia do Sul todo mundo fala pelo menos um pouco de inglês, mas não é verdade. Os cardápios também são, em sua maioria, apenas em coreano, então às vezes tenho que escolher o que comer aleatoriamente e torcer para dar certo. Ao mesmo tempo, as pessoas são bem prestativas e tentam entender e ajudar”, relata a estudante.

Atualmente, Maria Eduarda está fazendo aulas de coreano duas vezes por semana, o que tem ajudado em sua adaptação. Além do idioma, ela está matriculada em disciplinas de Relações Internacionais e Economia na universidade de destino.

Oportunidade no outro lado do mundo

Maria Eduarda Levy Mello

Foto: arquivo pessoal

Para quem pensa em realizar mobilidade acadêmica na Coreia do Sul, o conselho da estudante da Famecos é aprender um pouco do idioma antes da viagem. “Saber ler hangul (o alfabeto) já ajuda muito. Para quem pretende embarcar na experiência de um intercâmbio durante a graduação, eu diria para manterem a mente aberta. Estudar na Europa ou nos Estados Unidos é, sem dúvida, uma experiência legal, mas existem tantos lugares incríveis no mundo. Quando eu estava decidindo se vinha para Coreia ou não, pensei o seguinte: quando eu vou ter a oportunidade de morar na Ásia?”, completa Maria Eduarda.

Informações sobre mobilidade acadêmica na Coreia do Sul podem ser encontradas na Assessoria para Assuntos Internacionais e Interinstitucionais (Prédio 1, sala 110), pelo e-mail mobilidade.out@pucrs.br ou pelo telefone 3320-3660. Aproveite para seguir a página da Mobilidade no Facebook e ficar por dentro das oportunidades de estudo no exterior.

Compartilhe

Outras notícias Veja todas as notícias

  • Últimas publicadas
  • Mais lidas