Estudo multidisciplinar pensa alternativas para a seca

Mapeamento em subsuperfície do Aquífero Guarani avalia qualidade da água e prepara atlas hídrico do RS

04/12/2018 - 14h29
Foto: divulgação

Foto: divulgação

Com foco na mitigação da seca e na qualidade da água, o Grupo Interdisciplinar de Geofísica Aplicada da PUCRS desenvolve o projeto de pesquisa Mapeamento em subsuperfície do Aquífero Guarani. O estudo é realizado na depressão central do RS, abrangendo a zona de recarga, onde a água da chuva penetra no solo e alimenta o reservatório. Dentre as áreas visitadas, estão Santa Cruz, Quarta Colônia (Agudo, Faxinal do Soturno, Nova Palma e Dona Francisca), Alegrete e Candelária.

Com relação à seca, a proposta é indicar os poços adequados para cada uso: consumo humano, animal, agrícola e industrial. A ideia é fazer um planejamento de onde sai a água, para qual finalidade e quanto está disponível, otimizando o uso da água de subsuperfície. Outro objetivo é avaliar a vulnerabilidade dos poços para poluição e prover as autoridades com informações de onde instalar potenciais poluidores, como indústrias, de forma a não contaminar a água. Ao final do projeto, o grupo apresentará um atlas hídrico completo da zona de recarga do Aquífero Guarani, com informações químicas, físicas e biológicas. Será de domínio público para consultas on-line.

Leia mais na reportagem PUCRS prepara atlas hídrico do RS edição 188 da Revista PUCRS.

Compartilhe

Outras notícias Veja todas as notícias

  • Últimas publicadas
  • Mais lidas