Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Trends PUCRS: Aprender sobre as pirâmides do Egito pela realidade virtual

Evento abordou as tendências apresentadas no festival SXSW 2019, nos Estados Unidos

17/05/2019 - 17h24
ruacine-2997

Professor Kim Gesswein transmite a sua visão sobre o SXSW 2019 / Foto: Camila Cunha

Um momento para se atualizar sobre as tendências em tecnologia, inovação e entretenimento. Foi ocorreu na noite da última quinta-feira, dia 16 de maio, no Trends PUCRS, evento que trouxe essas experiências apresentadas no maior festival internacional de inovação, o  SXSW 2019, ocorrido na cidade de Austin, nos Estados Unidos. O encontro aconteceu no Auditório do Living 360º (2º andar do prédio 15). As informações sobre as edições anteriores do festival e sobre as tendências podem ser conferidas pelo site www.pucrs.br/trends.

Participante do SXSW 2019, o professor Kim Gesswein, da Escola de Comunicação, Artes e Design – Famecos, foi o palestrante do Trends PUCRS e apontou as suas principais observações sobre o evento. “No passado, o festival tinha mais foco em experiências de mercado. Nos últimos anos, existe um maior envolvimento das universidades e dos pesquisadores”, frisa.

Conforme indicou o professor, os novos assuntos abordados na última edição foram cannabusiness (mercado a partir da legalização da maconha), blockchain & cryptocurrency (sistemas seguros para transações de dinheiro, serviços e produtos), futuro do trabalho, influenciadores digitais de entretenimento e marcas que se comunicam por histórias e geram experiências ao público.

 

ruacine-2948

Foto: Camila Cunha

Principais tópicos do festival

Dentro das suas experiências vividas no SXSW 2019, o professor da Famecos elencou seis pontos chaves. O primeiro foi relacionado à era da assistência, tendo, como um dos exemplos, os fones de ouvido da empresa Bose AR, que realiza a tradução simultânea de várias línguas durante uma conversa. Outro aspecto foram os limites do empreendedorismo e novos mercados, como o SpaceX, do empreendedor Elon Musk, que criou o foguete Falcon 9 que consegue entrar em órbita e regressar à Terra sem ser destruído. “É importante anteciparmos a problemas que ainda não existem”, alerta.

Mais um aspecto levantado foram as potencialidades do sistema de transações de maneira segura, como o caso da Dada, uma curadoria de artes digitais que remunera artistas por seus trabalhos na internet. “Precisamos estudar esse segmento, além das suas implicações”, conclui. Também abordou o contexto de realidade mista e evolução da realidade virtual e da aumentada, tendo impacto até na educação. “Quem sabe os nossos filhos possam estudar história tendo a experiência mais sensorial, indo até a pirâmides do Egito”, comenta. Outro exemplo é a influenciadora digital Lil Miquela, que possui na sua conta de Instagram mais de 1,5 milão de seguidores. Um detalhe: ela é apenas uma personagem virtual e é extremamente utilizada para ações de marketing de diversas empresas.

O futuro do humano e a inteligência artificial foi outro assunto, exemplificado no caso do Storyfile, um recurso que permite o usuário tenha uma conversa com pessoas já falecidas, isso por meio de uma conversa digitalizada já programada. Também foi comentado como tópico o presente e o futuro das histórias, como o aplicativo Quibi, que possibilita que possam ser assistidos vídeos verticais de séries e filmes curtas de duração, de cerca de 20 minutos, pelo celular.

 

ruacine-2943

Foto: Camila Cunha

Estudantes e as suas percepções

Para a aluna do curso de Design da Comunicação, Bárbara da Silva Pinto, chamou a sua atenção o conteúdo relacionado às tendências sobre realidades mistas. “Tenho acompanhado o crescimento da realidade virtual e aumentada. Já existem jornais com matérias usando esses recursos. Para a minha área, a internet das coisas tem tudo a ver com o meu curso”, destaca.

Já para Rômulo Da Cas, estudante da Pós-graduação em Finanças Investimentos e Banking (FIB), e gerente fiscal da empresa Getnet, no Tecnopuc, destacou que, por trabalhar neste ramo, a integração da tecnologia e ser humano foi o tema mais interessante. “Cada vez mais está presente no nosso dia a dia. Achei interessante a parte de como realizar as emoções humanas serem traduzidas em linhas códigos. Como usar as tecnologias a favor dos negócios e das pessoas”, enfatiza.

 

Mais sobre o SXSW

O South by Southwest (SXSW) é um conjunto de festivais de cinema, música e tecnologia, que acontece toda primavera em Austin, nos Estados Unidos. Desde 1987, o evento, que é anual, é conhecido por ser um grande lançador de tendências. Na edição 2019 foram 14 dias de apresentações e debates que refletiram sobre um mundo melhor num futuro próximo.

Compartilhe

Outras notícias Ver todas

  • Últimas publicadas
  • Mais lidas