Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Torneio Empreendedor recebe inscrições

Evento é oportunidade para desenvolver projetos de impacto social

03/09/2019 - 13h35

2019_09_03-Torneio Empreendedor(907X550)O Torneio Empreendedor 2019 está com inscrições gratuitas abertas até 27 de setembro. É uma ótima oportunidade para alunos, diplomados e interessados no tema desenvolverem projetos de impacto social com o acompanhamento de mentores, aprendendo sobre metodologias e aprimorando competências empreendedoras. Os participantes também terão a vivência no Ecossistema de Inovação e Empreendedorismo da PUCRS, com mentores com vasta experiência no mercado.

É possível se inscrever com ou sem uma ideia pré-formada. As atividades ocorrem em três encontros: 28 de setembro, 19 de outubro e 9 de novembro.

Os cinco projetos considerados destaque ganharão uma série de prêmios, como a participação no programa de mentoria Rocket e no Programa Startup Garagem e 20h de consultoria com o Tecnopuc Fablab. Entre esses projetos será escolhido um único vencedor, que terá direito, além das premiações anteriores, a uma viagem para São Paulo com despesas pagas para até 4 pessoas, com o objetivo de conhecer a sede de uma empresa de tecnologia. O Torneio Empreendedor é realizado pelo Laboratório Interdisciplinar de Empreendedorismo e Inovação da PUCRS (Idear).

Torneio Empreendedor 2018: conheça um dos vencedores

Na edição 2018, o Torneio Empreendedor foi dividido em quatro desafios, escolhidos pelos participantes na hora da inscrição: Social; Ambiental; Econômico e Livre. O vencedor da categoria Desafio Econômico foi a startup Smart Composer VR, que utiliza realidade virtual para facilitar a comunicação entre empresas, funcionários e clientes. A iniciativa, dos alunos Bruno Leonardo Zieger Boris e Leonir Pedot, da Escola de Negócios, demonstra de forma computadorizada o funcionamento prático de aparelhos industriais – possibilitando que empresas instruam seus funcionários e público consumidor com maior eficácia e segurança.

Startup participa de eventos em todo Brasil

Startup participa de eventos em todo Brasil
Foto: Juliana Stramar

Motivados pela oportunidade de transformar ideias em projetos e pela experiência positiva em edições passadas, os estudantes Bruno Leonardo Zieger Boris (Engenharia de Controle e Automação), e Leonir Pedot (Administração), inscreveram-se no torneio. A proposta era desenvolver ações que atendessem aos objetivos da Organização das Nações Unidas para o campo – promover o crescimento econômico sustentável e inclusivo, trabalho produtivo e decente e fomentar a inovação. A dupla, que se conheceu através do concurso, enxergou na combinação de seus conhecimentos uma alternativa para superar o desafio. A partir de um esboço idealizado por Boris, iniciaram o planejamento da Smart Composer VR.

Durante cinco encontros, Boris e Pedot aproveitaram os ambientes da Universidade, como o IDEAR e o Tecnopuc Startups para aprender sobre empreendedorismo, trabalho em equipe, solução rápida de problemas e modelos de negócios inovadores. Os participantes receberam orientação de personalidades de destaque no mercado e de professores das Escolas. “Aprendemos muito sobre técnicas de criação. Trabalhamos com ferramentas como o Canva para design, executamos projetos de amostra, através do método de MVP (Mínimo Produto Viável) e adquirimos muito conhecimento teórico”, conta Boris.

A visão original sofreu modificações ao longo da jornada – em meio a etapa de execução, a Smart Composer VR conquistou a atenção de clientes em potencial. “Profissionais da aviação agrícola consideraram que a nossa ideia podia suprir necessidades da fase de treinamento, através da realidade virtual. Assim, adotamos um caso concreto no concurso e direcionamos nossa apresentação e atuação para essa tecnologia. Isso mudou o enfoque da empresa e foi fundamental para a conquista do primeiro lugar”, explica Pedot.  Para Boris, a competição também permitiu que os serviços da startup fossem testados antes de ingressar no mercado. “Conseguimos fazer uma boa leitura da nossa relação com o público e apontar em quais áreas teremos mais espaço, onde continuar investindo e onde é preciso repensar. A disputa nos deu a chance de experimentar antes”.

Smart Composer VR

“Nosso objetivo é simplificar, tornar a comunicação entre empresa, funcionário e cliente mais clara”. É assim que os estudantes definem a missão da Smart Composer VR. Pensada para servir como uma facilitadora do entendimento entre fornecedor e consumidor, a startup cria instruções inteligentes de montagem e uso de aparelhos e produtos, além de apresentações e treinamentos em realidade virtual. “Depois da conquista do primeiro lugar, fomos convidados para vários eventos no Brasil e fechamos parcerias com diferentes setores. Já desenvolvemos óculos de realidade virtual onde era possível ter a sensação de pilotar aviões, tecnologias onde o usuário se sente dentro de um barco à vela, dentre outras iniciativas”, orgulha-se Boris. De acordo com o empresário, vencer o Torneio Empreendedor é reconhecimento importante frente à um grande esforço. “É incrível ver um pensamento que surgiu de uma lacuna no mercado se transformando em tudo isso, ganhando essas proporções. A estrutura da Universidade, os professores e o torneio têm participação relevante nisso”, valoriza.