Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Torneio Empreendedor está com inscrições abertas para projetos de impacto social

Edição 2019 recebe inscritos até o dia 27 de setembro

10/09/2019 - 13h22
capa do site da startup lagarteando,torneio_empreendedor

Capa do site da startup Lagarteando / Imagem: divulgação

Os cinco projetos considerados destaque ganharão uma série de prêmios, como a participação no programa de mentoria Rocket e no Programa Startup Garagem e 20h de consultoria com o Tecnopuc Fablab. Entre esses projetos será escolhido um único vencedor, que terá direito, além das premiações anteriores, a uma viagem para São Paulo com despesas pagas para até 4 pessoas, com o objetivo de conhecer a sede de uma empresa de tecnologia. O Torneio Empreendedor é realizado pelo Laboratório Interdisciplinar de Empreendedorismo e Inovação da PUCRS (Idear).

Vencedor em 2018, projeto LagARTEando incentiva a divulgação de marcas artísticas locais

Da inquietude de um grupo de cinco estudantes universitários, motivados pela necessidade de valorização de artistas locais, nasceu o vencedor do Torneio Empreendedor 2018 na categoria Desafio Ambiental. O projeto LagARTEando tem como proposta conectar artistas portoalegrenses com a população através de produtos ecológicos e exclusivos. O negócio une produção responsável, consumo consciente e criatividade. Parcerias e a confecção de ecobags e cadernos com estampas de ilustradores locais, que recebem parte dos lucros, está entre as ações.

Card Torneio Empreendedor 2019Para Ana Paula Pires, de 19 anos, estudante do curso de Publicidade e Propaganda da Escola de Comunicação, Artes e Design – Famecos e uma das integrantes do grupo, a proposta incentiva a valorização da produção local. “Acreditamos que pequenas atitudes geram grandes e importantes resultados”, ressalta. Antes da apresentação final do projeto, já haviam ecobags prontas, e o projeto estava ativo nas redes sociais. Para Ana Paula, a iniciativa só obteve a conquista porque a equipe se manteve unida ao trabalho. “Cada colega teve sua participação, e todos foram responsáveis por uma parte. Formamos uma conexão de amigos”, afirma.

A origem do Nome

No perfil do grupo no Instagram, um post justifica o nome. “Mas por que lagarteando? Porque foi entre uma deliciosa lagarteada e outra que percebemos que estávamos estáticos, inativos, acomodados. Estávamos estacionados no conformismo, que nem lagartos se aquecendo no Sol. Foi também, na mesma lagarteada, que descobrimos um problema em comum. Inspirados pelo nosso entusiasmo e nossa energia acumulada, resolvemos ir atrás de soluções e respostas. Volta e meia ainda é possível nos encontrar lagarteando pelos parques de Porto Alegre, mas não estamos mais estáticos, estamos em constante criação”, declara o manifesto.