Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Prevenção: o cuidado para a segurança de todos

Dia Nacional do Controle da Infecção Hospitalar busca ampliar a conscientização para a necessidade urgente de ações preventivas no combate as infecções

15/05/2020 - 14h53
prevenção,coronavírus

Medidas de prevenção realizadas pelos profissionais da saúde são fundamentais para a segurança dos pacientes / Foto: Shutterstock

Incorporado ao Calendário da Saúde desde 2008, o Dia Nacional do Controle da Infecção Hospitalar tem como objetivo reforçar a conscientização de agentes de saúde sobre as medidas de prevenção para a segurança dos pacientes. Entre essas ações preventivas, a higiene de mãos é uma das mais antigas e eficazes, e por isso tem sido constantemente recomendada na luta contra a Covid-19.

Uma aliada histórica, a lavagem das mãos também é a principal ação adotada por profissionais para combater as Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS)Eventos adversos nas instituições de saúde em todo mundo, as IRAS ocorrem através da transmissão de microrganismos durante procedimentos assistenciais. A enfermeira Camila Piuco Preve, membro da equipe do Serviço de Controle de Infecção do Hospital São Lucas (HSL), destaca a importância da conscientização individual para o controle das IRAS. “Ao higienizar as mãos corretamente, o profissional prevenirá a transmissão de infecções, a contaminação do ambiente com potenciais patógenos e a transmissão cruzada de microrganismos. Trata-se da medida individual mais simples e menos dispendiosa para prevenir a propagação de IRAS, podendo ser realizada com o álcool gel ou água e sabonete”, salienta.

Diante do impacto das IRAS no âmbito da saúde pública, os Serviços de Controle de Infecção (SCI) têm um papel crucial dentro das instituições de saúdeO infectologista Fabiano Ramos, chefe do SCI do Hospital São Lucas, ressalta que o serviço atua em conjunto com a direção do Hospital para levar aos colaboradores e ao corpo médico ações que reforçam a segurança dos pacientes. “Constituído por diversos profissionais como médicos, enfermeiros e farmacêuticos, o SCI é responsável por monitorar e notificar as infecções ocorridas dentro das instituições de saúde, instituir e controlar Medidas de Bloqueio Epidemiológico para prevenção de doenças infectocontagiosas, realizar o controle de antimicrobianos e promover o seu uso racional, além de planejar, executar e implantar ações de prevenção de IRAS e oferecer respaldo científico aos profissionais de saúde”, aponta Ramos.

prevenção,coronavírus

Higiene das mãos é a principal medida no combate as Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde / Foto: Pixabay

Covid-19 reforça as ações preventivas

Com a pandemia do novo coronavírus, tornou-se ainda mais evidente a importância da atuação dos Serviços de Controle de Infecção dentro dos hospitais. Os profissionais destes serviços, respaldados por referências científicas e recomendações nacionais e internacionais, orientam e implementam medidas preventivas para a evitar a contaminação de pacientes, familiares e profissionais. Também são responsáveis pelo estabelecimento e mudanças de rotinas institucionais em conjunto com os gestores envolvidos e pela educação das equipes que prestarão assistência aos pacientes com suspeita ou confirmação da Covid-19.

Como controladores de infecção, atuantes no Hospital São Lucas da PUCRS, esperamos que após a pandemia fique evidente tanto para profissionais quanto para a população no geral que medidas simples, mas muitas vezes negligenciadas anteriormente, como a etiqueta respiratória, a utilização correta de Equipamentos de Proteção Individual, a vacinação, a limpeza e desinfecção de superfícies e ambientes e, principalmente, a higiene de mãos são de extrema importância para a prevenção de disseminação de doenças e garantem a segurança e a saúde de todos os envolvidos”, comenta a enfermeira Camila.