Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Palestra preparatória ao CRES apresenta desafios da educação superior

Evento foi o primeiro de um ciclo de sete encontros em preparação para Conferência de Educação Superior

17/11/2017 - 18h45
CRES

Foto: Camila Cunha

Em um mundo de constantes transformações, espaços de reflexão e planejamento para o futuro vêm se tornando cada vez mais cruciais. Com este propósito, foi criado o Ciclo Preparatório PUCRS 2017-2018, que visa preparar os representantes da Universidade para a Terceira Conferência Regional da Educação Superior da América Latina e Caribe (CRES) – Unesco Iesalc de 2018. O ciclo teve sua primeira etapa no dia 16 de novembro, durante encontro com o tema Desafios da Educação Superior no contexto contemporâneo, apresentado pelo Reitor Ir. Evilázio Teixeira. A CRES será realizada em junho, na Cidade de Córdoba, na Argentina, visando a Conferência Mundial de Educação Superior que acontecerá em 2019, em Paris.

O Ciclo Preparatório PUCRS conta com sete encontros, que se configuram em um espaço de reflexão na comunidade acadêmica. Cada um irá discutir algum dos temas centrais abordados pela CRES. Ao longo da programação, será elaborada uma carta manifesto sobre a educação superior, com as contribuições e reflexões dos representantes da Universidade. O primeiro encontro abordou o contexto do sistema educativo, sua relação com a qualidade e os desafios postos para fortalecer a capacidade institucional de ser responsável por aumentar os níveis de qualidade em suas funções e tarefas.

Mediado pelo Vice-Reitor Jaderson Costa da Costa, o evento teve início com o Assessor da Reitoria para Ciência, Tecnologia e Inovação, professor Jorge Audy, que apresentou o contexto dos eventos aos quais o encontro se antecede. Ele explicou que a CRES reúne reitores, dirigentes, acadêmicos, estudantes e representantes da sociedade com o objetivo de refletir sobre a educação superior e traçar um plano de ação para a próxima década.

CRES, Ir. Evilázio

Foto: Camila Cunha

Segundo o Reitor da PUCRS, a universidade é uma das poucas instituições que têm como dever apresentar um novo modelo civilizador. “Nossa missão é formar profissionais que contribuam para uma sociedade mais justa e fraterna”, reforçou. Dentre as pautas internacionais que vêm sendo discutidas na atualidade, ele ressaltou a diversidade de modelos de instituição, a internacionalização, a qualidade e a formação para a diversidade e para a tolerância. Para o Ir. Evilázio, as instituições devem ter autonomia, mas isso não significa que elas podem fazer o que quiserem. “Devemos prestar contas à sociedade, que, cada vez mais, demanda respostas aos seus problemas. Quando deixar de dialogar e de prestar contas, a universidade perde o seu sentido”, defendeu.

Outra tendência para a qual as Universidades estão caminhando é a priorização da educação continuada. “Devemos sempre promover e incentivar o aprendizado, em todos os ambientes”, complementou. Também deve ser priorizada a educação para a tolerância. “Nosso desafio comum é formar cidadãos do mundo. A Universidade deve ser o lugar onde se ventilam questões fundamentais, onde se estimula a concepção integral do ser humano”, afirmou o Reitor. A educação deve ser voltada para a paz, e não para a opressão.

O balanço final da fala de Ir. Evilázio é de que a PUCRS está muito alinhada a esta realidade, algo que deve ser celebrado. Para ele, ainda há muito a ser feito, e não basta apenas ter vontade: também é necessária uma visão estratégica clara. “Ficamos com um desafio: o que fazemos deve ter impacto na sociedade. Convido-os a formar uma verdadeira comunidade a serviço da verdade. Somos herdeiros dessa reflexão”, finalizou, deixando claro que o encontro era apenas um aperitivo para uma reflexão que deve ser ainda mais ampla.

Ao final da fala do Reitor, o Vice-Reitor convidou os presentes a debaterem e a apresentarem suas ideias e indagações a respeito do que foi dito. O final do evento seguiu em tom de conversa, com cada problema colocado sendo debatido pelos presentes.