Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

ONG VIAVIDA celebra 20 anos com lançamento de livro

Professora aposentada da PUCRS é uma das voluntárias da entidade, que atende pessoas na fila de doação de órgãos e transplantadas

26/06/2020 - 11h48
viavida,doação de órgãos,livro,lançamento de livro,crônicas de vida

Obra será lançada no dia 29 de junho em uma live no YouTube / Foto: Pexels

No Rio Grande do Sul, cerca de 40% das famílias não autoriza a doação de órgão após o falecimento de seu familiar. Em muitos casos, um dos motivos para isso acontecer é o fato de não terem conhecimento desse desejo da pessoa falecida. Por isso, trabalhos de conscientização em relação ao tema são tão importantes. E é isso que a ONG VIAVIDA faz desde 2000. 

Completando 20 anos de existência na próxima segunda-feira, dia 29 de junho, a entidade irá lançar um livro para celebrar a data. Crônicas de Vida – Doação de órgãos e transplantes traz textos de mais de 70 autores, entre jornalistas, escritores, médicos, enfermeiros, voluntários, pessoas transplantadas ou na fila e familiares, que relatam suas experiênciasO lançamento, previamente programado para acontecer presencialmente, será online, devido à pandemia da Covid-19. A transmissão acontece às 17h no canal da entidade no YouTube. 

live contará com a participação de alguns autores do livro. Entre eles, está o jornalista, escritor e professor da Escola de Comunicação, Artes e Design – FamecosJuremir Machado da Silva. O docente conta que foi surpreendido com o convite e que achou a iniciativa muito positiva: “Precisamos de empatia e ação em prol dos vulneráveis. Vivemos num tempo que exige cada vez mais interação e comprometimento. Dei a minha pequena contribuição. Espero que o livro semeie muitas ideias”. 

Também participam do lançamento a gerente editorial de Biociências e Ciências Humanas do Grupo A, Letícia Brito de Lima; o enfermeiro da Organização de Procura de Órgãos do Hospital São Lucas da PUCRS (HSL), Dagoberto Rocha; a assistente social e assessora da diretoria da VIAVIDA, Ana Margarete Nunes; e a presidente da ONG, Lucia Elbern. 

ONG oferece suporte para pacientes transplantados e na fila de espera 

VIAVIDA tem como objetivo auxiliar pacientes que estão na fila de espera para receber um transplante, bem como aqueles que passaram há pouco pela cirurgia. Em sua sede, a ONG conta com uma casa, chamada Pousada Solidária, que acolhe pessoas vindas de todo o País para realizar o procedimento em Porto Alegre. Além disso, a entidade trabalha na conscientização da população sobre a importância de ser doador. 

viavida,doação de órgãos,livro,lançamento de livro,crônicas de vida

Equipe de voluntários em reunião com Solimar Amaro / Foto: Arquivo pessoal

Uma das voluntárias da VIAVIDAatualmente na área de divulgação da ONG, é a professora aposentada da PUCRS Vera Lúcia Lupinacci, que atuou durante 42 anos no curso de Matemática, que hoje faz parte da Escola PolitécnicaEla conta que, quando se aposentou, decidiu se dedicar ao voluntariado, algo que sempre considerou importante tanto por beneficiar pessoas quanto por proporcionar uma transformação em que se dedica a uma causa comunitária. 

Tendo atuado em outras entidades, Vera relata que há um ano está na VIAVIDAAntes de se dedicar à divulgação, quis participar de vários projetos da ONG, a fim de conhecê-los. “Tenho participado de muitas ações beneficentes para arrecadar fundos para manter a Pousada Solidária, como o Tour Gastronômico – em que os restaurantes parceiros se propõem a doar um percentual da renda do dia –; e o Brechó Solidário, que acontece duas vezes por ano, na Associação Leopoldina“. Paralelamente a essas atividades, a ONG realiza eventos em escolas, feiras, shoppings e congressos, sempre com a ideia de divulgar a incentivar a doação de órgãos e tecidos para salvar vidas e diminuir a lista de espera por doadores. 

Espírito de voluntariado 

Vera conta que, ainda quando lecionava Universidade, já se envolvia e apoiava trabalhos voluntários. “Na época em que fui coordenadora do Laboratório de Matemática, sempre participei de atividades voluntárias, levando os desafios matemáticos nas feiras realizadas em parceria com a Educação Física e a Odontologia em comunidades”. A aposentada, que também foi coordenadora do Departamento de Matemática e do curso de Matemática, diz que incentivava a participação de alunos e colegas nas campanhas solidárias propostas pela Pastoral. 

A voluntária reforça que ainda existe um número muito grande de pessoas na lista de espera por um transplante. “Um doador de órgãos pode salvar até oito vidas. Mas, para que isso aconteça, é essencial comunicar a família sobre essa decisão. Essa é a melhor forma de contribuir para reduzir essa fila”, pontua. 

viavida,doação de órgãos,livro,lançamento de livro,crônicas de vida

Em 2019, ação divulgou a ONG na Rua da Cultura / Foto: Arquivo pessoal

Evento na Rua da Cultura divulgou ações da VIAVIDA 

Em 2019, com o objetivo de divulgar a causa da doação de órgãos e tecidos, Vera, juntamente com a presidente da ONG e os voluntários Neuza Maia e Clódis Xavier, realizou uma reunião com o assessor de Relações Institucionais da PUCRS, professor Solimar Dos Santos Amaro. A partir do encontro, surgiu a possibilidade de realizar uma ação na Rua da Cultura. “Na ocasião, divulgamos o vídeo realizado pelo ator Mateus Solano falando sobre a importância de ser doador de órgãos. Também distribuímos folders explicativos com as informações da VIAVIDA, com as informações de como se tornar doador de órgãos“, lembra.