Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Fórum debate Jogos Olímpicos

Grupo da PUCRS apresenta pesquisa sobre percepção dos espectadores da última edição

04/08/2017 - 09h35
Grupo de Estudos Olímpicos

Foto: Divulgação

Nos dias 4 e 5 de agosto, será realizado o Fórum de Estudos Olímpicos 2017 – Rio a Tóquio: Novas Oportunidades e Pesquisas, no Rio de Janeiro. Estudiosos e ex-participantes da gestão dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do ano passado vão discutir os desafios e os legados dos eventos. Participam, pelo Grupo de Pesquisa em Estudos Olímpicos (GPEO), da Faculdade de Educação Física e Ciências do Desporto da PUCRS, os professores Nelson Todt (um dos organizadores do fórum) e Alessandra Scarton, além de nove estudantes, sete de graduação e dois de mestrado, que apresentarão seis estudos.

Dentre os trabalhos, destaca-se A percepção dos expectadores dos Jogos Olímpicos do Rio 2016 sobre o futuro dos Jogos Olímpicos, feito pelo GPEO em parceria com a Universidade de Kaiserslautern (Alemanha). A pesquisa teve a chancela da Federação Internacional de Pentatlo Moderno. “Foram coletadas informações que se alinham com a nova ordem de mudanças que a Agenda Olímpica 2020 do Comitê Olímpico Internacional está estabelecendo na atualidade para a renovação dos Jogos Olímpicos”, afirma Todt. Os dados foram coletados com 1.233 espectadores durante os eventos do Pentatlo Moderno nos Jogos Rio 2016. Os resultados preliminares apontam que os espectadores quando questionados sobre quais perigos ameaçam os Jogos Olímpicos nos próximos 20 anos, identificaram doping (58%), corrupção (55%) e terrorismo (58%) como grandes ameaças, sendo o último apontado como principal “motivo para não irem às próximas edições” (48%). Mais conclusões sobre a pesquisa podem ser encontradas aqui.

Outros temas dos trabalhos são os jogos na perspectiva de jornais de três países, comparação dos estados de humor de atletas de modalidades esportivas individuais e a (re)construção da identidade nacional através das cerimônias de abertura e encerramento.