Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Escola de Comunicação, Artes e Design lança laboratórios experimentais

O que antes funcionava como um grande laboratório dividido em núcleos, dá lugar a quatro novos espaços de experimentação

09/08/2018 - 15h37
Laboratórios experimentais da Famecos

Alunos testam novos conceitos na prática
Fotos: Flávia Pereira/Famecos

Experimentar para inovar. Essa é a ideia que deu início às reformulações do Espaço Experiência, da Escola de Comunicação, Artes e Design – Famecos. Criado em 2009 para proporcionar experiências do mercado de trabalho aos alunos, ainda tem este como foco principal. No entanto, junto com a mudança para Escola, vieram transformações a fim de proporcionar mais oportunidades para o estudante criar, testar e colocar novos conceitos em prática. O Espaço reconfigurou-se e, agora, as equipes estão divididas em quatro laboratórios experimentais independentes, mas parceiros, lançados em 8 de agosto: Colab, Conteúdo, Eventos e Pesquisa.

A reconfiguração do grande laboratório não é a única novidade. O Colab, segundo a decana da Escola, Cristiane Mafacioli, é uma ponta de inovação, nascido da necessidade de aprender pela pesquisa, co-criar e trabalhar produções universitárias com viés experimental.

Os outros laboratórios são oriundos de núcleos do antigo Espaço Experiência. O que antes era o Núcleo de Eventos e Relacionamento, transformou-se no Laboratório de Eventos e Relacionamento, o Laber. Já o Núcleo de Tendências e Pesquisa configurou-se no Laboratório de Pesquisa.  E o Núcleo de Conteúdo, composto predominantemente por alunos de Jornalismo, hoje é o Laboratório de Conteúdo, que abriga acadêmicos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Design e Produção Audiovisual.

Laboratórios experimentais da Famecos

Estudantes criam ações de relacionamento dentro de cada evento

Na opinião dos professores responsáveis por cada laboratório, autonomia, independência e o foco no aprendizado pela pesquisa são fatores reforçados com a reconfiguração dos Laboratórios Experimentais. Com o intuito de consolidar o novo formato e apresentá-lo aos alunos e membros da escola, os Laboratórios Experimentais prepararam matérias, vídeos, novas identidades visuais e ações para que os interessados vivenciem o dia a dia dos laboratórios.

Resgatando um pouco de história, vale lembrar que na década de 1990, a Famecos já trabalhava no conceito de laboratórios experimentais. Naquela época, funcionavam o LabJor, o LabPP e o LabRP que atendiam tanto as demandas internas da PUCRS quanto as externas vindas de clientes do mercado.

Saiba mais sobre os novos laboratórios e assista ao vídeo no YouTube aqui:

Colab

É o novo laboratório da Escola. Criado com o intuito de ensinar a partir de pesquisas, surgiu com a proposta de assumir novos riscos. O aluno tem a oportunidade de desenvolver projetos experimentais sem demandas fechadas e imediatas. A proposta é experimentar gerando conhecimento, mesmo que os resultados ainda tenham de ser melhorados. O estudante testa novas ideias, sem o compromisso de acertar, sai da graduação com uma bagagem bem maior do que aquele que segue um mesmo modelo tradicional de trabalho. Os alunos são bolsistas de Iniciação Científica e desenvolvem artigos sobre cada projeto do laboratório.

Laboratório de Conteúdo

É o espaço responsável por planejar, produzir e veicular conteúdos que representem a Escola. A principal mudança no laboratório é a mistura dos antigos núcleos de Criação e Conteúdo. A nova estrutura permite diferentes aprendizados ao aluno, a partir dos múltiplos papeis que ele pode realizar dentro do laboratório. Outra novidade é a entrada de um professor de Design como um dos coordenadores. Essa mistura dos cursos permite áreas mais interligadas – e isso já é bastante comum no mercado de trabalho. O objetivo principal do laboratório ainda é atender às demandas da Famecos, mas de modo que a experiência seja mais pedagógica, alinhando aprendizados da sala de aula com pesquisas e produção de conteúdo.

Laboratório de Tendências e Pesquisa

É o lugar onde o aluno tem oportunidade de realizar pesquisas voltadas às tendências de mercado. Desde 2012, o laboratório realiza o projeto autoral 18/34. O estudo fala sobre a vida e o perfil do jovem brasileiro, em diferentes aspectos. A ideia é fazer com que o estudante tenha contato com pessoas jovens como ele, o público-alvo do estudo. O aluno que entra no laboratório sai bem mais preparado para o mercado, com certa autoridade e competência para trabalhar com o que deseja.

Laboratório de Eventos e Relacionamento

Segue atuando no planejamento e execução de eventos, além dos relacionamentos voltados para os interesses da Escola. A mudança vem como um processo de maturidade para o desafio de coisas novas. No estágio, o aluno cria ações de relacionamento dentro de cada evento produzido, fator fundamental para prepará-lo para o mercado de trabalho. O trabalho é voluntário por parte do estudante, visto como meio para aprendizado e compromisso social.

Compartilhe

Outras notícias Veja todas as notícias

  • Últimas publicadas
  • Mais lidas