Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Encontro reúne 1,6 mil jovens maristas na PUCRS

Atividade ocorreu das 7h às 22h, incluindo 102 oficinas

27/08/2018 - 16h20
EJM, juventude marista, rede marista, pucrs

Fotos: Camila Cunha

A manhã gelada de sábado (25 de agosto) não inibiu a animação dos 1,6 mil adolescentes e jovens que vieram para a PUCRS, a partir das 7h, participar do Encontro de Jovens Maristas 2018. O evento tinha como proposta celebrar a caminhada da Pastoral Juvenil Marista (PJM). A temática central foi Atitude, palavra que se refletiu no protagonismo juvenil. Alunos da Universidade fizeram parte da organização do evento e conduziram oficinas.

A abertura, que foi toda conduzida pelos jovens, teve como ponto alto a apresentação de um slam (batalhas de poesias autorais, idealizadas na década de 1980 pelo poeta norte-americano Marc Kelly Smith) intitulado Cadê a juventude?. A poesia composta pelos jovens da PUCRS teve como tema principal diversidade e juventude. Potencial, juvenicídio, juventude negra, projeto de vida, violência contra a mulher foram pontos destacados na produção. A cada temática, a pergunta era refeita: Cadê a juventude?, e, em coro, os 1,6 mil jovens respondiam: “Tá aqui!”. O reitor Ir. Evilázio Teixeira, em sua saudação, destacou a importância de os jovens serem protagonistas de suas histórias, ressaltando: “Os jovens têm mais futuro pela frente que já tiveram de passado”.

Oficinas destacaram as atitudes

Pela manhã, 50 oficinas foram conduzidas por professores e jovens, que tinham por conteúdo principal trabalhar a temática das atitudes, a partir das escolas da Universidade. Ana Paula da Silva, diplomada do curso de Administração e estudante de MBA em Gestão de Projetos da PUCRS, conduziu oficina na Escola de Negócios, sobre atitudes que poderiam ajudar a resolver problemas da sociedade, tendo como foco o empreendedorismo social.
Daniela Carrion, diplomada em Relações Públicas pela PUCRS, conduziu oficina na Escola de Comunicação, Artes e Designer – Famecos, contextualizando atitudes importantes na comunicação como observação apreciativa, criatividade e comunicação não violenta.
Na parte da tarde, os participantes foram divididos em 52 oficinas, conforme suas faixas etárias, sobre jogos cooperativos, jovens em saída e políticas públicas. Como trabalhar em equipe, experiências de voluntariado na Amazônia e África e dança são alguns exemplos.

Ofício Divino das Juventudes

EJM, juventude marista, rede marista, pucrsApós o termino das oficinas, começou a celebração em pequenos grupos, a partir da metodologia do Ofício Divino das Juventudes, quando agradeceram pelo vivenciado naquele dia.  Em seguida, saíram em caminhada do prédio 50 até o Centro de Eventos. Um dos momentos mais emocionantes foi quando os 1,6 mil jovens, de mãos dadas, no mesmo compasso e sinergia, repetiram os passos já ensaiados nos pequenos grupos, formaram uma grande roda e iniciaram uma dança circular.

Durante a celebração, foi entregue a alguns o símbolo das três violetas, que lembra três virtudes maristas: humildade, simplicidade e modéstia. Receberam quem está na caminhada da PJM há algum tempo e constrói seu projeto de vida levando em consideração os valores maristas. Padre Carlos Gustavo Haas finalizou a celebração abençoando a todos, e encorajando-os, para que continuem a ser faróis de esperança, temática que o Instituto Marista refletiu no último capítulo geral.

O encontro se encerrou às 22h, quando os jovens das 24 unidades maristas, compostas pelos colégios, unidades sociais e a própria Universidade, dançaram e cantaram, como uma forma de celebrar as atitudes refletidas, vivenciadas e postas em prática durante o EJM 2018.