Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Em iniciativa inédita, PUCRS lança Centro de Internacionalização da Educação Brasil-Austrália

Fruto de uma parceria com a Embaixada da Austrália no Brasil, o Centro visa avançar no tema de internacionalização da educação, através de pesquisas, projetos e atividades na área

16/07/2020 - 17h19

Internacionalização, austrália, Centro de Internacionalização da Educação Brasil-Austrália, hub referênciaCom a presença do reitor Ir. Evilázio Teixeira e do Embaixador da Austrália no Brasil, Timothy Kane, o evento de lançamento foi transmitido no último dia 15, e está disponível, pelo canal oficial da PUCRS no Youtube, em inglês.  

Reconhecida por coordenar o movimento global de Internacionalização do Currículo, professora emérita da La Trobe University, Dra. Betty Leask, conduziu a palestra de abertura, The challenges of integrating the international, intercultural and global dimensions in the purpose and educational deliveries in world 4.0 (Os desafios de integrar as dimensões internacional, intercultural e global no propósito e entregas educacionais no mundo 4.0). 

De acordo com o reitor Ir. Evilázio Teixeira, a internacionalização é um processo que necessita de maturação. “Na PUCRS, em nosso plano Institucional de Internacionalização, adotamos o conceito de internacionalização abrangente, em que a vemos como parte do DNA institucional; do ethos organizacional e deve estar imbuída em todas as nossas atividades e serviços. A criação do Centro, nesse sentido, concretiza mais um passo importante na busca pela elevação da qualidade educacional não apenas ao interno da nossa Universidade, mas como possibilidade de sermos um vetor para o desenvolvimento da sociedade como um todo”.

A iniciativa, vinculada à Escola de Humanidades da Universidade, oportunizará a aproximação de pesquisadores e educadores brasileiros com instituições educacionais australianas, bem como agências de desenvolvimento e parques tecnológicos, permitindo o contínuo desenvolvimento local e regional e promovendo atividades de cooperação educacional. Além disso, a nova estrutura de pesquisa permitirá o desenvolvimento de projetos em conjunto, acordos de colaboração, assim como projetos de extensão, incentivando a mobilidade e a troca entre pesquisadores, professores e estudantes. 

O Embaixador da Austrália no Brasil, Timothy Kane, também celebrou a concretização do projeto, certo de que a iniciativa permitirá o compartilhamento de boas práticas em educação internacional e fortalecerá a cooperação bilateral entre os países.  

Kane destacou a contínua colaboração entre Brasil e Austrália. Segundo o diplomata, a Austrália é o terceiro destino mais procurado por estudantes internacionais no mundo, especialmente popular entre os brasileiros. Segundo ele, mais de 27 mil brasileiros estudaram na Austrália em 2019. O Brasil é a maior comunidade latino-americana no território australiano, reforçando a sólida relação cultural e econômica entre os países. 

Internacionalização do currículo 4.0 

Leask definiu, em sua fala, a internacionalização do currículo como a incorporação de uma dimensão internacional e intercultural na preparação, entrega e resultados de um programa de estudo. De acordo com a pesquisadora, as características da educação internacional superior 4.0 envolvem aprendizagem internacional e intercultural para todos os alunos – não apenas para a pequena porcentagem que consegue realizar a mobilidade presencial -, combinação de atividades presenciais e on-line, que promovam a diversidade tanto localmente quanto no exterior, e maior representação em políticas e estratégias públicas e institucionais.  

Próximos webinars 

Outros dois encontros online fazem parte da programação de lançamento do Centro de Internacionalização da Educação Brasil-Austrália. No dia 22 de julho, às 18h30, o 1º webinar temático abordará Internacionalização da Educação: Metodologias e avaliação no processo de ensino-aprendizagem. No dia 29 de julho, às 18h30, o 2º webinar temático debate sobre Políticas públicas para a Internacionalização da Educação. Os dois eventos são online e abertos ao público. Mais informações no site.