Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Cres 2018 destaca Educação como direito humano universal

Reitor participou da Conferência da Educação Superior em Córdoba, de 11 a 15 de junho

19/06/2018 - 13h30
Cres 2018,3ª Conferência Regional da Educação Superior da América Latina e Caribe,Córdoba,Argentina

Cerimônia de abertura da Cres 2018 / Foto: Divulgação Cres 2018

3ª Conferência Regional da Educação Superior da América Latina e Caribe (Cres 2018), ocorrida entre 11 e 15 de junho em Córdoba, na Argentina, apresentou como resultado das discussões a Declaração Final destacando a Educação como direito humano universal, bem público, social e dever do Estado. O documento, em espanhol, está disponível no site da Cres para download, e integra parte do conteúdo que será apresentado na Conferência Mundial de Educação Superior, em Paris, na França, no ano de 2019.

O evento reuniu reitores e demais lideranças acadêmicas e membros de organizações governamentais e não governamentais de todo o continente para, também, celebrar o 100º aniversário da Reforma Universitária de Córdoba. O reitor Ir. Evilázio Teixeira, o pró-reitor de Graduação e Educação Continuada (Prograd) Ir. Manuir Mentges, a diretora de Graduação Adriana Kampff e a professora da Escola de Humanidades Marília Morosini representaram a PUCRS.

Universidades precisam se repensar

A Carta de 3ª Cres, lida publicamente pelo reitor da Universidade Nacional de Córdoba (UNC) e presidente do Conselho Interuniversitário Nacional (CIN) da Argentina, Hugo Juri, reconhece que avanços têm sido conquistados, mas alerta que um setor importante da comunidade se encontra sem acesso a direitos básicos – água potável, saúde e educação, alertando que milhões de crianças, jovens e idosos da América Latina e Caribe vivem em estado de exclusão.

Cres 2018,3ª Conferência Regional da Educação Superior da América Latina e Caribe,Córdoba,Argentina,Ir. Evilázio Teixeira

Ir. Evilázio (à direita) integrou um dos fóruns de debate / Foto: Divulgação Cres 2018

Francisco Tamarit, coordenador geral da Cres 2018, informou que além da Declaração Final outros dois documentos serão produzidos. O primeiro vai trazer as recomendações da Cres, uma espécie de plano de ação, e o segundo as proposições reunidas ao longo de toda a Conferência. O documento também conclama as universidades e instituições de ensino superior a se repensarem, seguindo os princípios da Reforma Universitária de Córdoba, de 1918, tornando-se cada vez mais democráticas, a assumirem efetivamente o papel de protagonistas na transformação social, atuando para construir sociedades igualitárias, plurais e inclusivas.

Educação comprometida com a sociedade

A Cres 2018 foi conduzida a partir de sete eixos temáticos, todos trabalhados ao longo Ciclo Preparatório promovido na PUCRS, entre novembro de 2017 e maio deste ano. De acordo com o Ir. Evilázio Teixeira, um dos consensos mais importantes entre líderes na Conferência foi o entendimento de que são necessários mecanismos para evitar a mercantilização da Educação Superior. “A Educação não pode ser considerada uma mercadoria. A Educação Superior, em especial, tem a prerrogativa da formação do cidadão e o compromisso com a transformação da sociedade”, destaca. A opinião dos reitores em Córdoba convergiu em relação à necessidade de regulação dos governos sobre a oferta estrangeira de Ensino Superior. “Essa questão precisa ser revista, especialmente no Brasil, gerando um marco regulatório, valorizando também a educação comunitária como um direito, visto que instituições como PUCRS são consideradas públicas não estatais. Isso é um desafio. Precisamos de sistemas mais rigorosos”, assevera o reitor, que integrou a mesa de debates durante o fórum Educación superior para el buen vivir: un desafío desde el sur al mundo, ocorrido no dia 13 de junho.

Eixos da Cres 2018 

Cres 2018,3ª Conferência Regional da Educação Superior da América Latina e Caribe,Córdoba,Argentina

Universidade Nacional de Córdoba sediou o evento / Foto: Divulgação Cres 2018

  1. Desafios da educação superior no contexto contemporâneo
  2. Papel da Educação Superior frente aos desafios sociais
  3. Educação Superior, diversidade cultural e interculturalidade
  4. Pesquisa científica, tecnológica e a inovação como motor do desenvolvimento humano, social e econômico
  5. Papel estratégico da Educação Superior no desenvolvimento sustentável
  6. Educação Superior, internacionalização e integração regional
  7. Propostas para a Educação Superior no marco dos 100 anos da Reforma Universitária de Córdoba

Interculturalidade e integração regional

Dois temas que emergiram fortemente dos eixos apresentados foram a interculturalidade e a integração regional. De acordo com a professora Adriana Kampff, essas são marcas da Cres. “América Latina e mundo conversam nesse espaço. Para a Educação e o Ensino Superior ficam os desafios de uma internacionalização que traga uma perspectiva global e uma atuação local, voltada ao desenvolvimento social, com currículos flexíveis e adaptados aos tempos contemporâneos”, afirma a diretora de Graduação. Esse ponto também foi valorizado pelo Ir. Evilázio Teixeira, que vê a necessidade de consolidar o modelo de Ensino Superior latino-americano, buscando o fortalecimento e a cooperação regional.

Cres 2018,Córdoba,Argentina,Reitor,Ir. Evilázio Teixeira,Marília Morosini,Adriana Kampff,Ir. Manuir Mentges

Ir. Manuir Mentges, professoras Marília Morosini e Adriana Kampff com o reitor Ir. Evilázio Teixeira / Foto: Arquivo pessoal

Para a professora Marília Morosini, docente da Escola de Humanidades e coordenadora do Centro de Estudos em Educação Superior da PUCRS (CEES), “a Cres 2018 é extremamente importante nesse momento porque discute o pensamento da América Latina sobre Educação Superior e tem como fomentadora a Unesco, que interfere indiretamente em todas as políticas de Educação Superior no mundo e no Brasil, especialmente”, avalia. O CEES foi criado em 2009. Desde então, vem desempenhando funções que auxiliam a instituição universitária e que pensam as políticas para a Educação Superior.

Centenário da Reforma Universitária

A Reforma Universitária de Córdoba, o primeiro movimento estudantil da região em defesa da Educação Superior, completa 100 anos no dia 21 de junho de 2018. O movimento marcou o início do processo de luta pela construção de um modelo institucional que atribui identidade à universidade latino-americana, bem como de um modelo de ensino superior renovado. O texto inaugural do movimento é intitulado La juventud argentina de Córdoba a los hombres libres de Sud América, e foi tema de um dos sete eixos temáticos da 3ª Conferência Regional de Educação Superior, encerrada semana passada. A íntegra do documento, em espanhol, pode ser acessada neste link.

A 3ª Conferência Regional da Educação Superior da América Latina e Caribe (Cres 2018) foi organizada pelo Instituto Internacional da Unesco para a Educação Superior da América Latina e o Caribe (Unesco-Iesalc), pela Universidade Nacional de Córdoba, pelo Conselho Interuniversitário Nacional (CIN) e pela Secretaria de Políticas Universitárias (SPU) do Ministério da Educação da Argentina.

Confira a cobertura completa do evento e outras informações no site www.cres2018.org.