Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Colaboradores maristas integram projeto voluntário na Região Amazônica

Ana Daniela Dalmolin representará a Universidade no Projeto Lábrea

04/02/2019 - 09h02
Ana Dalmolin recebe medalhas para levar às comunidades carentes.

Ana (à esquerda) recebe as medalhas de São Marcelino e da Boa Mãe para distribuir nesta ação / Foto: Malone Rodrigues

Voluntários da Rede Marista estão participando até o dia 15 de fevereiro do Projeto Lábrea, na Região Amazônica. O programa oportuniza o convívio com comunidades amazonenses por meio de atividades pedagógicas e pastorais, estimulando a solidariedade e as trocas culturais. A estudante Ana Daniela Freitas Dalmolin, da Escola de Direito da PUCRS, representará a Universidade entre os cinco colaboradores maristas selecionados para integrar a equipe.

Trajetória marista

Ana, de 21 anos, ingressou na Rede Marista em 2010, através do Cesmar – Centro Social Marista. Em 2016, desenvolveu atividades na rede por meio do programa Jovem Aprendiz. Ao longo de sua graduação, os laços com a instituição se estreitaram. Além de realizar estágio no Campus, passou a atuar como técnica administrativa na secretaria da Escola de Humanidades.

Após nove anos de colaboração, o voluntariado surgiu como uma alternativa para agir em frentes humanitárias. Quando soube da seleção para o programa, a estudante não hesitou em se candidatar. “Jamais imaginei que seria selecionada, a intenção era apenas mostrar que queria algo sério do voluntariado, não era brincadeira”, lembra. A notícia da aprovação foi celebrada por familiares e colegas. “O pessoal da Secretaria quase explodiu de felicidade”, recorda. Para a aluna, a expectativa é de aprendizados. “Não estou indo para ensinar, estou indo para aprender com eles. Às vezes é necessário conhecer outra cultura para mudar o teu entorno”, frisa.

Projeto Lábrea

Ana Dalmolin posa com medalhas da Instituição

Foto: Malone Rodrigues

A iniciativa surgiu como resposta aos enunciados do 22º Capítulo Geral do Instituto Marista, que incita voluntários a transpassar barreiras geográficas em nome de seus ideais. A escolha dos participantes aconteceu em diferentes etapas. Analisadas as inscrições, os candidatos foram reunidos na Caju – Casa da Juventude Marista para um dia de imersão e dinâmicas de grupo. Aqueles que mais se identificaram com a missão da viagem foram acompanhados pela coordenação do Centro de Pastoral e Solidariedade durante os meses seguintes, como forma de preparação para as vivências em Lábrea.

Durante 14 dias, os participantes desenvolverão atividades como gincanas, brincadeiras lúdicas e leituras comunitárias para crianças, jovens e idosos da região. Os viajantes também visitarão tribos indígenas que mantém sua cultura preservada, conhecendo os hábitos e costumes desses povos.

Sobre o voluntariado

Com cerca de 500 voluntários, a Rede Marista promove experiências de transformação pessoal e social, incentivando o contato com diferentes realidades e colaborando com a construção de uma cultura de solidariedade. O serviço de voluntariado pode ser realizado em entidades cadastradas pela Associação do Voluntariado e da Solidariedade (Avesol) ou outras ONGs. Saiba como participar por meio deste link.