Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

5 dicas: como economizar energia elétrica no verão

Professor Odilon Duarte mostra pequenas mudanças que podem gerar reflexos na conta de luz

23/01/2020 - 16h29
energia elétrica, Odilon Duarte

Professor Odilon Duarte dá dicas de economia de energia elétrica
Foto: Camila Cunha

Ar condicionado ligado por longos períodos, ventilador “bombando”, freezer a mil… A estação mais quente do ano tem suas vantagens – como as inúmeras opções de diversão na praia ou na piscina – mas para que as pessoas se mantenham confortáveis nos dias de muito calor, o gasto de energia elétrica aumenta, e muito. Segundo a Empresa de Pesquisa Energética – instituição pública federal que presta serviços ao Ministério de Minas e Energiao consumo nacional de eletricidade totalizou 41.700 GWh em novembro, apresentando crescimento de 3,5% em relação ao mesmo mês em 2018. A alta no consumo ocorreu em todas as regiões do país, mas especificamente no Região Sul foi de 4,5%.

Com alguns cuidados no dia a dia é possível economizar um pouco mais na conta de luz. Confira abaixo as dicas de economia de energia dadas pelo professor Odilon Duarte, coordenador do Laboratório de Eficiência Energética e professor do curso de Engenharia Elétrica da PUCRS:

1. Mantenha em dia a manutenção de aparelhos

Equipamentos antigos ou com funcionamento prejudicado por algum defeito, possuem o seu rendimento reduzido. Dessa forma, consumirão mais energia para realizar a mesma tarefa. Realize manutenções periódicas ou substitua-os por novos (nesse último caso, sempre optar pelos aparelhos que possuem o selo do PROCEL de eficiência energética).

2. Escolha a temperatura certa no ar-condicionado e certifique-se de que todas as aberturas (janelas, portas e afins) do ambiente estejam fechadas.

Recomenda-se regular a temperatura para de 23°C a 25°C no verão, e de 21°C a 23°C no inverno. Evitar que o ar frio escape do ambiente reduz consideravelmente o consumo do equipamento para manter o local climatizado.

3. Usar o chuveiro na posição “verão” e, também, tomar banhos mais curtos.

O chuveiro elétrico é também outro grande vilão da conta de luz. Se você está acostumado a tomar banho com a água bem quente, quase fervendo, repense: com o aparelho no modo “verão”, a economia de energia elétrica pode chegar a 30%. Além disso, como o custo aumenta de acordo com o tempo de utilização de todos os equipamentos, preferir banhos mais curtos, fará a diferença.

4. Troque as lâmpadas fluorescentes pelas de LED

Lâmpadas de LED são mais econômicas e tem maior durabilidade. Além disso, emitem menos calor ao ambiente.

5. Preste atenção ao consumo da geladeira

Evite abrir e fechar a porta da geladeira muitas vezes. Procure abrir o eletrodoméstico, pegar tudo o que precisa de uma vez só e fechar. Na hora de devolver aos produtos, o ideal é colocar tudo de uma vez só. Evite colocar comidas quentes na geladeira: espere o alimento atingir a temperatura ambiente e, só depois, guarde-o no aparelho. Também respeite o limite de volume interno que o fornecedor indica. “Abarrotar” o equipamento acarreta no mau funcionamento e no maior consumo de energia.

Sobre o professor

Odilon Duarte é professor da graduação e do pós-graduação da Escola Politécnica da PUCRS, Coordenador do Laboratório de Eficiência Energética (LABEE) e do Centro de Demonstração em Energias Renováveis (CEDER). Também é Coordenador Técnico do Projeto para o Uso Sustentável da Energia. Possui graduação em Engenharia Elétrica e mestrado em Engenharia Elétrica – Energia e Meio Ambiente.

Sobre o curso

O curso de Engenharia Elétrica da PUCRS possui duas linhas de formação: Sistemas de Energia Elétrica e Eletrônica. Conheça outras opções na área da engenharia em http://www.pucrs.br/politecnica/cursos/#graduacao.